fachada

Casa em Estocolmo

por Cris Campos - 25 de março de 2012

Essa casa de 300m² chama a atenção pelos ângulos diferenciados, que formam fachadas marcantes, e pelos materiais utilizados. O projeto é do escritório DAP Stockholm e a volumetria foi pensada para atender a demandas das especificidades do terreno, na posição do sol e da ventilação, além da vista para a floresta vizinha e da privacidade dos moradores.

As paredes das fachadas foram revestidas com pedra ardósia e aço cortein, de forma a marcar os volumes e evitar a necessidade de pintura frequente, um pedido dos moradores. O vidro também foi muito usado, permitindo a integração e a vista livre de vários ambientes.

A área de lazer, com deck de madeira, piscina de concreto, fica sobre uma rocha existente no terreno, e se integra com a sala e a cozinha. No segundo andar, um terraço, que recebe mais sol, se integra com a área da piscina através de uma escada.

A volumetria bem moderna cria vários ângulos diferentes e interessantes.

Como o terreno é inclinado, uma das paredes da piscinas ganhou fechamento em vidro, como uma forma de integrar a piscina ao subsolo semi-enterrado.

Nos revestimentos dos ambientes internos os materiais naturais – como madeira e mármores – foram priorizados. Vejam na foto como a posição da casa favoreceu a vista para a floresta!

A cozinha é moderna e simples, mas muito bonita e funcional.

Adorei esse efeito do piso do banheiro, que foi revestido com ladrilho hidráulico de vários tons, que vão do branco ao azul escuro, passando pelo bege e o verde.

Projeto: DAP Stockholm via Archdaily.

 

 

Comente Aqui (6)

Custos –> Casa com telhado ou Casa sem telhado

por Mariana Lombardi - 06 de fevereiro de 2012

Como arquitetas, realizamos os mais diversos tipos de projetos, mas não é nossa especialidade fiscalizar e acompanhar obras – o que pode ser feito por arquitetos, mas não é o nosso caso. Assim, temos uma noção dos custos dos materiais e da mão-de-obra, mas muitas vezes não conseguimos responder com precisão aos nossos leitores. Então decidimos convidar o engenheiro Almir filho para nos ajudar com esse post, já que ele executa muitas obras (principalmente casas) aqui em Brasília.

Casa com telhado ou casa sem telhado? Essa é a primeira dúvida de quem decide construir. É uma questão estética, mas que direciona todo o projeto da casa. Nos diversos posts sobre fachadas explicamos um pouco sobre cada estilo, leia com atenção e decida qual o seu preferido. Veja aqui várias ideias de fachada.

Qual o custo de cada tipo de telhado? É a segunda grande dúvida! Em resumo, a casa com telhado embutido sai mais barata do que a casa com telhado aparente.

A casa com telhado aparente tem o estilo mais conhecido e também o mais usado. O que interfere no custo, e o deixa mais elevado, é o tipo de telha (barro, cerâmica, concreto), o madeiramento (ipê, angelim) e a mão-de-obra. Hoje, é muito comum o uso de beiral (como na casa do foto acima) e ele pode ser de concreto ou madeira –  o que também aumenta o preço final.

Esses dois cortes esquemáticos servem para mostrar como funciona a estrutura de um telhado com telha cerâmica ou de barro. Na opção de telhado sem beiral, ainda assim pode ter uma calha.

A inclinação deve ser de no mínimo 28% para que o escoamento da água funcione sem problemas. Lembre-se: diferentes tipos de telhas têm diferentes inclinações, veja a especificação correta com o fabricante.

Atualmente, o tipo de telha mais usada para este tipo de telhado é a telha cerâmica, particularmente prefiro as de tons mais claros, como o cinza e o bege.

A casa sem telhado pode ser feita de duas maneiras: com telha embutida ou com placas de concreto pré-moldadas. Existem diferenças de preços entre os dois métodos, e o com telha de amianto embutida é a opção mais barata.

Antes de construir um telhado feito com telha ondulada de amianto (ou fibro-cimento), avalie alguns pontos negativos: as telhas são frágeis e quebram com facilidade; a tração térmica é grande e em cidades com grandes oscilações de temperatura as rachaduas são frequentes; a absorção de calor é pequena; e o fator ecológico: a extração do amianto pode provocar sérios danos aos pulmões é até câncer, por isso já foi proibido em vários países.

Um outro método, mais atual e muito usado pelos arquitetos, é o telhado embutido feito com placas pré-moldadas de concreto (veja o esqueminha acima), onde são feitos vários processos de impermeabilização até garantir o funcionamento perfeito desta estrutura.

Dentre as vantagens – fora tudo o que já falei sobre o outro médoto ali em cima – estão o custo menor que o da casa com telhado aparente e, comparado com o método da telha de amianto, a diminuição da altura da platibanda, o que dá mais liberdade para o desenho da fachada – e os arquitetos adoram! 😉

Gostaram? Deixem suas dúvidas nos comentários que aos poucos vamos preparar novos posts!

.

 + projetos de casas aqui

.

Comente Aqui (144)

Escritório de arquitetura

por Mariana Lombardi - 21 de janeiro de 2012

Esses dias alguém comentou que adora ver as fotos (e os projetos) do site dos arquitetos Santos & Santos Arquitetura. Realmente, é uma ótima fonte de referência, e me lembrei da bela sede do (suuuuper) escritório, que fica em Recife. O espaço foi finalizado em 2011 e é amplo, arrojado e atual, bem de acordo com os projetos que saem dali.

A fachada é toda branca, com linhas retas e tem um detalhe de cobogós que preenche quase toda a sua extensão.

Na recepção, o pé-direito é duplo e o cobogó da fachada traz iluminação natural e ventilação ao ambiente.

Ainda na recepção, gosto da mistura do preto e branco + móveis de design moderno + muitas plantas e jardins. O piso é um cimentício no tamanho 1×1.

Internamente, o escritório tem circulação arejada por jardins e pergolados. O guarda-corpo é de vidro temperado.

Sob o pergolado fica um jardim natural. / No banheiro, acabamentos em branco e preto.

A sala de reunião é ampla e confortável, com uma grande de mesa de madeira + cadeiras brancas com pés cormados. O piso é de taco de madeira.

Detalhe da parede com o espelho Gilete, do Studio Dupla, que é super diferente e deu um toque despojado ao ambiente. Eu adorei!

Numa outra sala de reunião, a proposta é pareceida com a anterior, mas aqui além do piso, a parede também foi revestida em taco de madeira –> ideia que já mostramos aqui.

Observem a arrumação e dos objetos escolhidos para o aparador, é pra se inspirar e copiar agora! Viram as miniaturas das cadeiras de design? Já falei que todo arquiteto adora…

Numa outra sala de reunião, apesar de menor e mais simples, ela mantém a mesma ideia das outras: madeira no piso e paredes + mesa e cadeiras brancas. A composicão de quadros na parede é outra característica comum.

A sala de trabalho da galera.

Uma grande dificuldade de um escritório com muitos livros e revistas é deixar tudo bem organizado e a mão para quando necessário. Achei a organização destas estantes super bem feitas e práticas!

Mais um cantinho charmoso, cheios de peças estilosas!

Projeto e fotos: Santos & Santos Arquitetura.

ATENÇÃO –> Se você quiser ver o seu escritório sendo divulgado por aqui, mande as fotos para: blogassimeugosto@gmail.com

+ escritórios de arquitetura

Comente Aqui (5)