Arquitetura

Portas coloridas

por Mariana Lombardi - 11 de março de 2019

Portas coloridas, quem gosta? Eu acho um charme e gostaria de usar mais vezes nos meus projetos, mas vejo que muitos ainda têm medo de arriscar e não acostumar ou enjoar rapidamente, além da dificuldade de combinar com os revestimentos ou móveis. Que nada!

Apesar de não serem a escolha convencional, já que as portas de madeira ou brancas são as mais populares, elas são cada vez mais usadas, principalmente na porta de entrada de apartamentos. Combinam em projetos de estilo moderno, contemporâneo e até mais clássico! Podem ser usadas como o ponto de destaque num ambiente de cores neutras ou harmonizando com as cores usadas na decoração.

Vendo as minhas referências, descobri que a arquiteta Milena Bomediano usa com frequência esse recurso nos seus projetos e consegue resultados belíssimos! Vejam só:

Decoração com base neutra (cores claras e madeira) + porta de entrada colorida (laca vermelha fosca). Achei lindo esse acabamento da porta, com bandeira até o teto, detalhes com frisos em baixo relevo e puxador vertical tipo cava. Projeto Milena Bomediano. Foto Mariana Orsi.

Porta de entrada de laca vermelha com acabamento alto brilho + frisos em baixo relevo fomando um desenho suave e bonito. Diferente do projeto anterior, aqui a laca tem acabamento com brilho. Projeto Milena Bomediano.

Apartamento com decoração em tons claros + madeira + detalhes em azul. As portas (acho que é a de entrada e a do lavabo) são de laca alto brilho na cor azul, com bandeira até o teto no mesmo acabamento e puxador vertical. O piso é o porcelanato Bianco Covelano Polido 90x90cm, da Portobello. Projeto Milena Bomediano.

Apartamento moderninho, com muito preto, branco, cinza + tijolinho + cimento queimado + portas de laca azul petróleo. De novo, o detalhe das bandeiras (acima da porta) até o teto. Lindo!!! Projeto Milena Bomediano. Foto Julia Ribeiro.

Studio com madeira, espelho, tijolinho branco + porta de entrada verde esmeraldaProjeto Milena Bomediano. Foto @fotoestudio360.

Apartamento com madeira, branco e cinza + porta de entrada de laca cinza chumbo fosca. O cinza é uma ótima opção de cor neutra para quem gosta da ideia de ter uma porta diferente, mas quer arriscar menos. Projeto Milena Bomediano.

Outra porta de entrada cinza, mas observem que aqui além da porta, as paredes e o teto do hall receberam o mesmo acabamento, formando tipo um caixote. Projeto Milena Bomediano. Foto Mariana Orsi.

Tudo bem que essa não é uma porta colorida, mas serve para mostrar que fugindo do branco tradicional, a porta bege da mesma cor da parede dá um efeito super discreto e elegante. Projeto Milena Bomediano. Foto Mariana Orsi.

Lembrando que: 

*O material de acabamento mais usado nas portas coloridas é a pintura em laca, com brilho ou fosca. Nesse caso, deve-se escolher a cor num catálogo de cores de laca. É um processo de pintura trabalhoso e exige mão de obra de qualidade, por isso a laca não é barata.

*Em caso de apartamentos, se o hall não é privativo ou se o condomínio não permite alterações, pinte a porta somente pelo lado de dentro e mantenha o acabamento padrão pelo lado de fora. 

E agora, convencidos de que portas coloridas são lindas na decoração??

 

Comente Aqui (0)
Veja Também:

Madeira ripada

por Mariana Lombardi - 27 de agosto de 2017

Madeira ripada é um caso de amor! ♥ Pode ser usada em todos os ambientes, sejam eles grandes ou pequenos, residenciais ou comerciais, internos ou externos (fachadas, portas e portões). É bonita, atemporal, permite vários desenhos e pode ser de diversas cores (depende do tom da madeira escolhida).

Para quem também ama madeira e quer um painel em casa, vale lembrar:

Tipos de madeira

A madeira natural é o material que garante o melhor resultado final para um painel ripado. As mais usadas são: Freijó, Cumaru e Imbuia. As madeira mais avermelhadas, como o Ipê e o Mogno, quase não são usadas hoje em dia.

Por serem de madeiras nobres, o custo de um painel ripado é alto. Sem considerar a mão de obra, que também deve ser qualificada para um bom resultado.

O painel ripado até pode ser feito de mdf laminado de madeira ou compensado naval, mas as quinas das ripas ficarão evidentes no acabamento. Funcionam, mas na minha opinião, não são os mais lindos.

Cuidado! Madeiras muito moles podem trabalhar e modificar o desenho do painel – quanto mais clara ela for, mais frágil.

Acabamentos

O acabamento mais atual para a madeira ripada é feito com selador fosco ou acetinado (com pouco brilho, no máximo 40%). Para ambientes externos, o ideal é usar verniz fosco ou acetinado.

Tamanho das ripas

Os desenhos do ripado podem variar bastante. O que os diferencia são a largura da ripa e a largura/profundidade do friso, conforme o desenho acima.

No painel 1: a largura da ripa é de 2cm + friso de 0,5cm + profundidade de 0,5cm. No painel 2: a largura da ripa é de 3,5cm + friso de 0,5cm + profundidade de 0,5cm. No painel 3: a largura da ripa é de 2cm + friso de 2cm + profundidade de 1cm.

Atualmente, essas são as proporções que mais vejo e detalho nos projetos. Claro que não é uma regra, apenas uma observação. Tanto que nas fotos abaixo, veremos painéis com medidas variadas.

Se a opção for com ripas bem finas, vale prestar atenção para a escolha da madeira, que deve ser mais “dura”. Senão o painel pode trabalhar!

Cuidado! A proporção das ripas tem que ser observada: frisos muito finos e profundos são complicados para limpar, especialmente em áreas externas, podendo acumular bichos.

Lindos exemplos:

Sala com painel ripado na parede em “L”, acho que é de madeira freijó. Adorei o piso de ladrilho hidráulico! Observem que onde tem painel não precisa ter rodapé. Projeto Triplex Arquitetura.

Sala de jantar com painel ripado + nicho de mármore travertino. Vejam que a madeira ripada foi usada para uniformizar/disfarçar paredes, portas e armários, tudo com o mesmo acabamento e formando um grande painel – amo esse recurso! Projeto Débora Roig.

Quarto com cabeceira de madeira ripada + iluminação embutida no gesso. Lindo! Esses dias fiz um post com várias cabeceiras de madeira – veja aqui.


Sala de espera com painel ripado + paredes de cimento queimado + piso de pedra natural. Vejam como ficou interessante o quadro pendurado sobre o painel! Projeto Renata Dutra.

Escritório corporativo com painel ripado de madeira escura + iluminação direcionada (destacando o desenho da madeira) + piso e balcão de madeira.

Que tal a madeira ripada no teto? Uaaau!!! Casa linda e moderna, com teto de madeira + piso de mármore e detalhes de cimento queimado. Projeto Studio MK27  (Márcio Kogan e Renata Furlanetto). Fotografia Fernando Guerra.

Comente Aqui (7)
Veja Também:

Como definir a entrada da casa

por Mariana Lombardi - 14 de agosto de 2017

Como definir a entrada da casa é um grande desafio, pois devemos considerar uma lista de fatores que devem funcionar em harmonia: o estilo da casa e da porta de entrada, o tipo de muro/portão, o piso externo (calçada) e o interno (hall de entrada), o jardim, a iluminação, a funcionalidade, a estética,… Dá um trabalhão! Por isso, resolvi selecionar algumas entradas de casas, cuja junção desses fatores foi bem resolvida.

piso entrada casa escada iluminacao

1- Casa com desnível e 3 tipo de piso: granito com iluminação embutida na escada + pedra cinza na garagem + grama perto do muro. A porta de entrada e o portão da garagem são de madeira ripada e o muro é todo revestido de pedra portuguesa vermelha. Projeto Ivana Cabral.

piso da entrada de casas

2- Casa moderna com fachada formada por brises verticais de madeira + entrada com espelho d’água e piso de pedra escura (pode ser um granito preto lixado), que formam um caminho irregular, com peças de tamanhos diferentes que parecem flutuar na água. Que efeito mais lindo! Projeto Pitsou Kedem.

3- Fachada de madeira ripada + entrada com piso de mármore travertino + iluminação marcando o caminho até a porta e destacando o paisagismo. Amo esse recurso de colocar as luminárias no piso e dos dois lados do caminho de entrada, uso muito nos meus projetos. Projeto Fernanda Marques. Foto Demian Golovaty.

4- Aqui a entrada da casa fica próxima da área de lazer, com piso formado por vários blocos de cimento queimado, que tem tamanhos e alturas diferentes, contrastando com a madeira das esquadrias. Olha o efeito desse pórtico de entrada com marquise em balanço! Projeto Elouardighi Mounir.

5- Fachada de mármore travertino + madeira escura + iluminação caprichada. O piso da entrada da casa (e acho que a garagem também) segue o mesmo padrão dos acabamentos das paredes, o que deixa o projeto ainda mais bonito e elegante. Projeto Elaine Zanon e Cláudia Machado.

6- Casa clarinha, com fachada revestida de mármore + piso no mesmo material + porta de entrada suntuosa, que além do pé direito duplo, tem os portais bem largos. Projeto Babi Teixeira. / 7- Porta de entrada branca + degraus soltos com piso de mármore ou granito (pode ser um granito branco acinzentado sem polimento).

8-Uau, que casa linda!A escada chama atenção por seus vários detalhes: degraus irregulares de pedra branca (ou seria cimento queimado?) que se espalham sobre o jardim e formam até uma área de espera (com banco de madeira) + iluminação embutida embaixo do degrau e ponto de led nos cantos superiores. A fachada tem parede de cimento queimado, madeira ripada e vidro. O jardim também merece destaque, super bonito! Projeto Leonardo Pascual. Foto Denilson Machado.

9- Entrada com piso de pedra e grama intercalada + iluminação com postinhos + jardim bem trabalhado. A porta pivotante de madeira é enorme e tem detalhe interessante na abertura, linda! Projeto Daniel Moura. Foto Fellipe Lima.

10- Entrada irregular, com piso claro de pedra + fonte nas duas laterais (acho chique!) + porta de madeira e vidro + pórtico de tijolinhos. Paisagismo Roberto Riscala.

Dicas!

-O piso mais nobre deve ser o da entrada de pedestre, caso você decida usar mais de um tipo de piso. Ele deve combinar com o piso do hall, por isso é comum o uso de mármores com acabamento rústico, tipo mármore travertino bruto.

– Uma ótima opção para o piso da entrada da casa é o granito sem polimento (levigado, apicoado, lixado), que fica bonito, nobre e é antiderrapante, sem ter o alto custo do mármore.

*Também vale dar uma olhadinha nos nossos posts sobre fachadas, portas de entrada e muros. Além das sugestões de piso para área externa.

 

Gostaram do post? Que outro tema gostariam de ver por aqui?

Comente Aqui (1)
Veja Também: