cobogó

Casa Cobogó

por Cris Campos - 04 de junho de 2012

Pra começar bem a semana, uma casa linda, projetada por Márcio Kogan. Ela foi batizada de Casa Cobogó porque esse elemento foi amplamente utilizado nas fachadas, permitindo a ventilação natural e formando lindos jogos de luz e sombra com a iluminação natural que incide sobre ele.

A arquitetura da casa é bem moderna, com linhas retas nas fachadas e espaços amplos e bem integrados com o exterior – característica típica dos projetos de Kogan. Além do cobogó, que ajuda nessa interação, foram usadas grandes esquadrias deslizantes de vidro e painéis sanfonados de treliça de madeira.

A piscina foi inspirada nos jardins japoneses e tem formato de lago. Outro ponto marcante da área externa é a jabuticabeira e ocupa um lugar de destaque, proporcionando uma bela paisagem.

O cobogó utilizado é assinado pelo escultor austríaco Erwin Hauer, autor de diversos modelos já patenteados. O efeito é belíssimo, né?

As esquadrias são enormes panos de vidro que deslizam permitindo abertura total da sala para o jardim. Repare que po piso da sala e da varanda é em ladrilho hidráulico.

Além do bonito efeito na fachada, eles bloqueiam a visão do ambiente interno, mas deixam passar ventilação e luz natural. Esse é um recurso inspirado no muxarabi da arquitetura árabe, e amplamente incorporado à arquitetura brasileira.

Detalhe dos painéis, que por serem sanfonados, permitem abertura total. Todo o piso do andar superior é de tábua corrida de madeira com veios bem marcados, muito lindo!

——> Veja também: Painéis vazados e Cobogó.

+ Casas

Comente Aqui (11)

Painel vazado

por Mariana Lombardi - 02 de maio de 2012

—–> continuação de Cobogós

Complementando o post que fizemos no comecinho do blog – há 2 anos – segue uma seleção de belos projetos que têm como destaque algum elemento vazado, feitos de cobogós ou de outros materiais (ferro, aço, madeira) que dão um resultado final parecido. Inspire-se!

Entre a sala e a cozinha semi-integradas, uma parede de cobogós brancos.

O efeito dos painéis vazados ficam ainda mais evidentes em interiores com grandes alturas. Sala moderna com cobogós cinzas. Projeto Rajiv Saini & Associates./ Escada com painel vazado de ferro que cria abertura na fachada.

Spa com parede de cobogós pretos formando uma divisória. Projeto Pedro Lázaro.

Escada com painel vazado quadriculado feito de ferro colorido.

Ambiente delicado com divisórias vazadas brancas.

Este restaurante tem várias paredes de cobogós e no teto foi aplicado um papel de parede que tem o mesmo desenho, resultando num lindo efeito! Via Contemporist.

A trama vazada das cadeiras de palha inspiram belos painéis vazados! Hotel Missoni Kuwait, via Me Blogging.

Dois tipos de cobogós assentados intercalados formam uma linda parede com trama de palhinha. Projeto Cícero Ferraz da Cruz, revista Arquitetura e Construção. –> aqui tem uma reportagem bem legal que saiu na revista, com modelos mais moderninhos.

O mesmo cobogó da foto anterior, mas na cor preta, fazendo a parede do fundo do sofá. Projeto Luciana Pastore e Maria Paula Giuliano para a Brastemp Gourmet 2011.

Fachada e interior da loja Farm, com treliça de ferro criando o desenho da palhinha. Projeto Bel Lobo, via blog da Farm.

Adoro o desenho da fachada deste prédio, com desenho geométrico e alguns pontos vazados onde ficam as janelas. Via Meu Moleskine Digital.

Casa moderna com painel vazado de madeira na fachada para proteger do sol. Projeto Guilherme Torres.

Fachada formada por treliças de madeira que criam um belo efeito junto ao espelho dágua. Projeto Studio Mk 27.

Casa de praia com treliça de madeira na fachada. Lindo visual, né?! Projeto Isay Weinfeld, via Casa Vogue.

CONTINUA AQUI

Comente Aqui (32)

Escritório de arquitetura

por Mariana Lombardi - 21 de janeiro de 2012

Esses dias alguém comentou que adora ver as fotos (e os projetos) do site dos arquitetos Santos & Santos Arquitetura. Realmente, é uma ótima fonte de referência, e me lembrei da bela sede do (suuuuper) escritório, que fica em Recife. O espaço foi finalizado em 2011 e é amplo, arrojado e atual, bem de acordo com os projetos que saem dali.

A fachada é toda branca, com linhas retas e tem um detalhe de cobogós que preenche quase toda a sua extensão.

Na recepção, o pé-direito é duplo e o cobogó da fachada traz iluminação natural e ventilação ao ambiente.

Ainda na recepção, gosto da mistura do preto e branco + móveis de design moderno + muitas plantas e jardins. O piso é um cimentício no tamanho 1×1.

Internamente, o escritório tem circulação arejada por jardins e pergolados. O guarda-corpo é de vidro temperado.

Sob o pergolado fica um jardim natural. / No banheiro, acabamentos em branco e preto.

A sala de reunião é ampla e confortável, com uma grande de mesa de madeira + cadeiras brancas com pés cormados. O piso é de taco de madeira.

Detalhe da parede com o espelho Gilete, do Studio Dupla, que é super diferente e deu um toque despojado ao ambiente. Eu adorei!

Numa outra sala de reunião, a proposta é pareceida com a anterior, mas aqui além do piso, a parede também foi revestida em taco de madeira –> ideia que já mostramos aqui.

Observem a arrumação e dos objetos escolhidos para o aparador, é pra se inspirar e copiar agora! Viram as miniaturas das cadeiras de design? Já falei que todo arquiteto adora…

Numa outra sala de reunião, apesar de menor e mais simples, ela mantém a mesma ideia das outras: madeira no piso e paredes + mesa e cadeiras brancas. A composicão de quadros na parede é outra característica comum.

A sala de trabalho da galera.

Uma grande dificuldade de um escritório com muitos livros e revistas é deixar tudo bem organizado e a mão para quando necessário. Achei a organização destas estantes super bem feitas e práticas!

Mais um cantinho charmoso, cheios de peças estilosas!

Projeto e fotos: Santos & Santos Arquitetura.

ATENÇÃO –> Se você quiser ver o seu escritório sendo divulgado por aqui, mande as fotos para: blogassimeugosto@gmail.com

+ escritórios de arquitetura

Comente Aqui (5)