biombo

Painéis vazados (2)

por Mariana Lombardi - 21 de agosto de 2012

—-> continuação de Cobogós e Painéis Vazados 1

Mais uma seleção de projetos com painéis vazados – hoje, painéis mais delicados do que os apresentados nos posts anteriores – que podem ser usados nas mais variadas escalas, desde a fachada até biombos.

A Sakura House em Meguro, Japão, é de uma beleza indescritível! A casa tem as fachadas e várias paredes do seu interior feitas de painéis furados com desenhos inspirados nas flores de sakura. Projeto de Mount Fuji Architects Studio. (mais aqui)

Este projeto nem está dentro do contexto do post, mas não resisti… é lindo demais, gente! O restaurante japonês Tori Tori fica na Cidade do México e ganhou o prêmio de prédio do ano de 2011 no site Archdaily. A fachada é composta de duas camadas de chapas de aço que parecem sair do chão formando um painel vazado iluminado. Para quem se interessou tem mais mais aqui. Projeto Rojkind Arquitectos + ESRAWE Studio.

A fachada deste centro cultural tem um painel de aço cortén com desenhos circulares que fica afastado do corpo do prédio. Via Semple Brown Design. / Na loja Volume B a fachada é de ferro em várias camadas formando um painel quadriculado. Projeto Studio MK27 – Márcio Kogan.

Entre a sala de jantar e a de estar, um leve painel vazado de ferro separa sutilmente e ao mesmo tempo decora os dois ambientes. Para quem gosta de casa colorida, este mix está bem interessante! Projeto Rachel Rodrigues.

Entre o quarto e o banheiro semi-integrados, um lindo painel de ferro torcido (dá pra ver o desenho refletido no espelho) + bancada preta + madeira.

Lindo biombo branco com desenho delicado + iluminação colorida + mix de cores e estampas. Via Missoni Home.

Quarto com biombo branco e delicado que isola a cama da porta de entrada.

No hall de entrada do escritório do Skype, em San Francisco, um painel recortado preso no teto e no piso (parece de vinil ou plástico) demarca a área de espera.

Entre a cozinha e a sala de jantar o balcão tem janela com acabamento vazado formando um lindo painel vazado. Projeto Mck architects.

A sala de reunião do escritório da Red Bull em Amsterdam tem paredes feitas de aço recortado em formato de bolas de vários tamanhos. Projeto Sid Lee Architecture, via ArchDaily. (mais aqui)

Neste banheiro de bebê a parede tem acabamento em corian recortado com bolas de vários tamanhos. Projeto Consuelo Jorge para Casa Cor São Paulo.

O saguão do Riviera Palm Springs Hotel (USA) impressiona com os enormes painéis de madeira com desenhos florais + iluminação colorida no fundo. (mais aqui)

A cabeceira da cama recebeu um painel vazado de madeira com iluminação embutida. Projeto Samara Barbosa e Michele Krauspenhar para a Casa Cor Paraná.

Nos perguntaram sobre o painel da casa do Sarmento na novela Cheias de Charme. Não tenho certeza, mas acredito que o princípio seja parecido com alguns exemplos acima: um painel de madeira recortado com iluminação no fundo. Neste caso, parece que tem um acrílico branco leitoso para esconder a iluminação. Alguém tem outra sugestão?

CONTINUA AQUI

Comente Aqui (20)

Cobogó

por Mariana Lombardi - 11 de janeiro de 2010

Scott Schuman, o badalado fotógrafo do blog The Sartorialist, está no Brasil para o Fashion Rio. Suas fotos são sempre um sucesso por retratar (e ditar) tendências para o mundo inteiro.

Na foto publicada esta semana, o que mais me chamou atenção (além da bolsa maravilhosa e todo o estilo da moça!), foi o painel vazado que está logo atrás. O painel de cobogós com pintura branca e iluminação azulada criou um efeito muito legal!

tipos de cobogo

Cobogó é um tijolo vazado, um elemento totalmente brasileiro que foi criado em Pernambuco, e pode ser feito em cimento, cerâmica e até vidro. Funciona para fechamento ou divisão de ambientes permitindo a passagem de luz e ventilação. Tudo a ver com o mega calor que está fazendo no verão do Rio de Janeiro nessa época, não é?!

biblioteca publica brasilia

cobogo-predios brasilia

Em Brasília, vários prédios mais antigos da Asa Sul e Norte possuem cobogós nas fachadas, corredores ou áreas de serviço. Até mesmo a recente Biblioteca Pública Nacional, projeto de Oscar Niemeyer, tem as fachadas feitas com o material. Pode-se dizer que o cobogó é uma marca da cidade!

cobogo arquitetura

Fachadas feitas com 4 tipos de cobogó. Projeto Domo Arquitetos, Casa Cor Brasília 2008.

restaurante coco bambu brasilia

Cobogó pintado de preto e usado como se fosse um biombo para separar os ambientes. Restaurante Coco Bambu Brasília, projeto Raquel Fechina.

Dois tipos de cobogó isolam a sala de estar. Projeto André Alf para a Mostra Artefacto Brasília.

Fachada ma-ra-vi-lho-sa do Hotel Qing Shui Wan, na China. Observem que foi usado apenas um tipo de cobogó, mas a iluminação fez toda diferença!

Esta fachada tem a mesma ideia da anterior, mas neste caso o cobogó não é vazado. Loja Hi-Lo, em Belo Horizonte.

kogan2

O arquiteto Márcio Kogan criou o Cobogo Haaz,  uma versão mais moderna do cobogó feita em mármore branco para uma exposição na Turquia. Lindo demais!

Inspirações… parece mas não é!

casa cor sao paulo renda

Chapas de alumínio que reproduzem um desenho rendado foram aplicadas sobre uma grande caixa de madeira. Projeto Marcia Coelho para a Casa Cor São Paulo 2009.

fachada loja farm rio

Treliças de ferro que lembram o assento de uma cadeira de palha. Fachada da loja Farm de Ipanema, projeto Bel Lobo.

cobogo moderno

A fachada recria elementos da arquitetura árabe sob nova ótica, uma releitura dos muxarabies treliçados de madeira. Os diafragmas são metálicos e possuem aberturas em diversos tamanhos e formas geométricas que se abrem e fecham de acordo com as condições externas de luz, como se fossem uma câmera fotográfica.Instituto do Mundo Árabe em Paris, projeto do arquiteto Jean Nouvel.

CONTINUA AQUI

Comente Aqui (33)