piscinas

Azul na decoração

por Mariana Lombardi - 21 de março de 2010

 

Vestido de jersey e brincos, net-a-porter.com / Anel Lapis Lazuli, barneys.com / Bolsa Mulberry Alexa / Sapatos Alexander Mcqueen e Christian Louboutin. Anne Hathaway de vestido Marchesa (lindo demais) e Taylor Swift de vestido Kaufman Franco. Imagens Just Jared e Polyvore.

Azul tá na moda! Mas usar essa cor na decoração requer muito cuidado para não deixar a casa com o decor de 15 anos atrás quando a moda era exatamente esse tom de azul+amarelo escuro, lembram? Tinha de tudo: paredes pintadas e texturizadas (!), vaso azul com flores amarelas (aaafff), sofás, cadeiras, almofadas, enfeites… e vamos combinar que isso já era né?!

De acordo com os especialistas do Colour Futures, da Tintas Coral, o azul está entre as cinco principais tendências de cores de 2010, predominando tons de azul com toques esfumaçados. Sendo uma cor fria, “tranqüiliza os ânimos e favorece a amabilidade, a paciência e a serenidade. Em tons suaves, acalma. Mas cuidado com os azuis muito intensos e com os ambientes monocromáticos, que levam à introspecção – situação não recomedada para pessoas depressivas.”

E para você que gosta da cor e tem vontade de usá-la na sua casa, separei algumas idéias bem atuais:

Apartamento com base neutra em madeira clara e branco e detalhes em azul. A poltrona Siri já vem com essa capa azul marinho e é super despojada. Tela de Beth Jobim. Projeto de Cláudia Moreira Salles, revista Casa Vogue 278.

Tudo branco, bem clean, com poucos objetos na cor azul. Projeto Débora Aguiar, site casa.com.br.

Acho que esse ambiente só funcionou porque as cores e texturas escolhidas estão em harmonia com o estilo dos móveis. Observem: a parede com pintura azul escuro, o piso rústico de madeira com o tapete listrado de fio natural, o sofá com tecido em linho branco e os acessórios com toques de azul e vermelho, sem esquecer do biombo antigo de madeira e da poltrona Portia branca. Projeto Marco Aurélio Viterbo, Mostra Artefacto.

Um ambiente bem moderno com sofá azul! Se voce quiser um sofá dessa cor vai-ter-que prestar muita atenção no desenho da peça e no desenho dos outros móveis que estarão nesse mesmo ambiente. Aqui temos as poltronas bem retas na cor cinza escuro com texturas, a mesa de centro espelhada, a mesa lateral redonda de acrílico e o abajur preto grande. Não sou fã desse tipo de tapete e dispensava as pluminhas sobre o aparador. Projeto Patrícia Domatini, revista Casa Vogue.

Quarto de casal em estilo provençal, estilo francês que tem o azul como uma de suas cores características e é muito romântico. A cama da Secrets de Famille com dossel é a protagonista do quarto. Projeto Luciana Kreimer, revista Casa Cláudia.Banheiro com mescla de plastilhas em tons de azul. Muito cuidado ao usar o azul em pastilhas no banheiro, pois pode ficar com cara de piscina! Foto adrianobachella.com

Piscina  revestida em pastilha azul escuro. Projeto Paula Mattar, site casa.com.br.

Casa toda branca com detalhes em madeira e azul, inspirada na decoração mediterrânea, que é definida por um estilo descontraído e aconchegante, com cara de férias! Projeto de Andréa Murao e Milena Aguiar, revista Casa Cláudia.

Para copiar! Casa de praia maravilhosa toda clarinha com detalhes em madeira e azul. Projeto do arquiteto David Bastos.

Para admirar e sonhar! Agora, se você quiser a sua casa assim… vai ser um pouco mais dificil, tá?

UPDATE: Acabou de chegar aqui no escritório (22/03) o Catálogo de Tendências de Cores 2010 da Suvinil e adivinha quem está nele? O azul, claro! “Em 2010 um azul noturno chega com força vinda das ruas num intenso índigo blue (R085)…”. Esse que eles citam é uma cor beeeem fechada, quase preto, mas têm outros tons mais fáceis de usar. Na foto, o catálogo e as outras cores tendências.

Comente Aqui (1)

Cobertura na Vieira Souto

por Cris Campos - 20 de março de 2010

Essa cobertura no Rio de janeiro é de tirar o fôlego. Localizada no 10º andar de um prédio na Vieira Souto, em frente ao mar de Ipanema, de onde se avista à direita o morro Dois Irmãos e à esquerda a pedra do Arpoador. A cor azul quase não foi usada na decoração, mas ela predomina, efeito da perfeita integração do interior com o exterior, que nesse caso é nada menos do que o céu e o mar, que emolduram e invadem os ambientes.

A base dessa decoração minimalista é o uso de materiais naturais como o mármore travertino bruto no piso do living e o deck de madeira na varanda. Essa foto do living passa uma sensação de continuidade do mar com o deck de madeira na varanda e piso em mármore travertino, que tem a cor da areia. Ficaria horas sentada nessa chaise, esquecendo a vida e olhando o mar!

Os poucos móveis têm desenho contemporâneo e neles predomina o branco do linho que reveste os sofás e a madeira das mesas e poltronas, que aquece os ambientes. O clima é de verão o ano inteiro!

Na foto da esquerda, o mar serve de fundo para a escultura em forma de peixe, do Ceschiatti. A mesa em madeira trabalhada foi projetada pela própria arquiteta. Na foto da direita, a escada revestida em mármore travertino com guarda-corpo em vidro.

Com tudo isso, ainda tem uma piscina… Localizada na cobertura, ela tem o piso em vidro e é estruturada pelo pergolado que cobre o living e já existia no projeto original. Na reforma, a arquiteta aumentou os quadrados do pergolado. O resultado é o desenho sinuoso do reflexo da luz filtrada pela piscina, no andar de baixo, além da integração, mesmo em pavimentos diferentes, da sala com a piscina.

O apartamento em si já ajuda muito. A localização é perfeita! Pra mim essa vista é a mais bonita do mundo. A planta é excelente, permitindo toda essa integração. O pé direito de 4 metros é um sonho em um apartamento. Mas essa reforma, com certeza, seria um desafio para qualquer arquiteto, já que o projeto original, dos anos 70, é de Sérgio Bernardes, um dos ícones da arquitetura brasileira. A arquiteta Lia Siqueira o fez com maestria, provando a sofisticação que há dentro da simplicidade, traduzindo com perfeição o ensinamento de Mies van der Rohe, de que menos é mais. Aqui menos decoração é uma maior visão desse cenário deslumbrante. Assim eu gosto muito!!!

Projeto: Lia Siqueira / Fotos: Revista Casa Vogue – digitalizadas

+ projetos de apartamentos

Comente Aqui (3)

Casa de praia em Paraty

por Mariana Lombardi - 06 de março de 2010

Casa de praia em Paraty, Rio de Janeiro, projeto do arquiteto Márcio Kogan. Com este projeto de arquitetura e interiores, Kogan ganhou dois prêmios: o primeiro lugar no Leaf Awards 2009, um dos mais importantes prêmios de arquitetura da Europa, e o Design Awards 2010, da revista britânica Wallpaper, na categoria “Best new private house” (melhor casa).

A casa foi construída numa majestosa encosta no meio da Mata Atlântica, de frente para o mar, numa praia particular. Se o único acesso à casa é de barco pela praia, eu fico imaginando a dificuldade que foi para construí-la…

Em concreto e vidro com um belo desenho minimalista, são dois volumes de tamanho parecido, sobrepostos de forma desencontrada. No volume mais próximo do mar ficam o estar e os serviços; no outro estão os dormitórios.

A casa em si é simples, tendo como forma dois cubos empilhados abertos para o exterior, totalmente adequada à paisagem. Logo na frente da casa está a piscina e um amplo deck de madeira, ideal para tomar sol.

Dá pra ver que a piscina está praticamente na praia!

Amplas portas integram o exterior com o interior, que é bem minimalista, deixando como foco principal na vista de tirar o fôlego em todos os ângulos. Há peças novas criadas pelo escritório do arquiteto, o Studio mk27, alinhadas a peças modernas de Lina Bo Bardi, Sérgio Rodrigues e Zanine Caldas, que fazem parte da coleção particular dos jovens proprietários que são colecionadores de móveis brasileiros do século 20.

Diferentes materiais bem empregados: concreto aparente texturizado, vidro, pedra e madeira.

Detalhes do hall de entrada e o espelho dágua com uma passarela metálica. A cozinha com um pátio para trazer iluminação e ventilação natural (olha a bancada em silestone laranja!). A fachada da área dos dormitórios com fechamento em painéis retráteis de graveto de eucalipto que protegem do sol e perfumam o ambiente.

Sou fã número 1 do Márcio Kogan! Adoro aprender e admirar seu trabalho super contemporâneo, de uma plasticidade impressionante. São leves, simétricos e belos! Destacando sua intensa relação interior/exterior com aberturas sofisticadas em rasgos horizontais; o volume das suas “caixas” bem resolvidas; o tratamento especial nos percursos e circulações e a habilidade com o uso dos materiais, principalmente nas texturas.

Via Márcio Kogan. Fotos Trendir e Arcoweb.

+ projetos de casas / + fachadas

Comente Aqui (8)