dezembro de 2010

Museu Guggenheim NY

por Cris Campos - 09 de dezembro de 2010

Nós já falamos sobre museus aqui no blog e um dos que eu mais tinha vontade de conhecer quando fosse a Nova York, era o Museu Guggenheim, tanto por seu acervo, formado por importantes obras de arte, quanto pelo edifício, uma obra prima da arquitetura moderna. E realmente sua arquitetura é  impressionante, com suas curvas fluidas, a grande clarabóia central, e os pavimentos em forma de rampa, que nos convidam a caminhar por entre as exposições.

O museu foi criado e fundado por Solomon Robert Guggenheim, que imaginava um edifício capaz de abrigar as grandes transformações que a arte moderna representava e que fosse diferente de qualquer outro museu existente. Para isso, o arquiteto escolhido foi Frank Lloyd Wright, um dos arquitetos mais importantes do século XX. E apesar de ter sido inaugurado em 1959, é uma construção super atual.

O edifício é formado por planos ou camadas que dão a impressão de flutuar umas sobre as outras, mas na verdade é o formato de uma sutil espiral, e os planos formam uma rampa única, fluida e contínua.  A principal característica da obra são as formas puras e orgânicas, que dão unidade à obra estando presentes em várias partes e definindo espaços e fluxos.

A enorme clarabóia central forma um desenho lindo e proporciona uma iluminação natural difusa no átrio do museu. O edifício possui ainda clarabóias secundárias, formadas pelas divisões entre os planos. A iluminação proveniente delas favorece a circulação, mas não ilumina as obras de arte, que necessitam de uma iluminação própria que as destaque sem danificá-las.

Para quem gosta de arte e arquitetura, esse é um programa imperdível em Nova York. Além da arquitetura magnífica, estão expostas lá obras de grandes nomes do século 19 até os dias de hoje, como Chagall, Kandinsky, Paul Klee, Miró, Picasso, Van Gogh, entre outros. O museu não é muito grande, dá pra ver tudo em uma hora e a localização é privilegiada, na 5ª avenida com a rua 89, bem em frente ao Lago Jackeline Onassis no Central Park.

Fonte de pesquisa: Wikipédia. / Fotos: connectin.com, google images.

Veja mais no site do museu.

  • Museu Guggenheim – 1071 Fifth Avenue (at 89th Street) New York, NY.
Comente Aqui (2)

Casa da Cristiana Arcangeli

por Cris Campos - 07 de dezembro de 2010

A casa da empresária Cristiana Arcangeli fica no Jardim Europa, em São Paulo, com projeto assinado pelo arquiteto João Armentano. A casa é linda, super iluminada, com espaços amplos e uma decoração bem contemporânea, onde móveis clássicos se destacam em meio a outros bem modernos.

A área social fica bem integrada com a área de lazer externa, por meio de grandes aberturas. A piscina é formada por uma raia e outra parte mais larga e fica encostada no muro de pedra filetada. Na mesma largura da raia, mas numa área coberta, fica um spa com hidromassagem. Foto Alain Brugier, Revista Estilo.

A varanda tem o conforto de um living, com sofás enormes. O bloco da frente abriga uma academia integrada com o spa e a piscina e um espaço gourmet, com cozinha e um home theater. Foto Alain Brugier, Revista Estilo.

A empresária adora receber os amigos em casa e por isso a sala é bem grande. A decoração é elegante e contemporânea. A enorme mesa de madeira, ao fundo da foto, funciona como escritório, aparador e bar, apoiando uma bandeja com bebidas e outros objetos decorativos. Foto Alain Brugier, Revista Estilo.

Foto: Marcos Rosa, Revista Contigo.

Integrada com a sala de estar fica a de jantar, composta por uma mesa para 12 lugares. O estofado roxo conferiu um ar ainda mais atual e muito destaque às cadeiras modernistas. O lutre clássico na cor preta faz um contraponto ao minimalismo da decoração. Foto Alain Brugier, Revista Estilo.

Foto: Marcos Rosa, Revista Contigo.

A casa ainda possui um espaço gourmet, decorado de forma aconchegante e despojada. Ao lado da cozinha fica o home theater, onde se destaca o sofá BOA dos irmãos Campana, feito pra se jogar. Foto Alain Brugier, Revista Estilo.

A estante do home abriga a tv e os aparelhos, além de livros e outros objetos. Foto: Marcos Rosa, Revista Contigo.

Comente Aqui (1)

Mosaico de pastilhas

por Mariana Lombardi - 06 de dezembro de 2010

rp_mosaico2.jpgNa revista da Bob Store Verão 2011, este lindo painel de pastilhas me chamou atenção – tá bom, confesso que também gostei do look da moça… Descobri que fica na recepção do DPNY Beach Hotel em Ilhabela, São Paulo. O hotel tem decoração no estilo hippie chic e vários painéis feitos de mosaico de pastilha que são criados e executados pelos próprios funcionários do hotel nas épocas mais tranquilas. Interessante, né?!

Admiro quem sabe fazer esse tipo de trabalho em pastilha de vidro e gosto ainda mais quando a ideia é criativa, foge do comum. Neste caso, quanto maior, mais bonito, pois se fosse apenas um pequeno detalhe não chamaria tanta atenção quanto a parede inteira trabalhada.

Já tínhamos mostrado a Casa Cor São Paulo 2010, onde um enorme painel de mosaico foi feito numa parede inteira do Louge de Saída, projeto de Zoe Gardini.

A obra é de Romero Brito e foi feita por 9 moisacistas que trabalharam duro por 30 dias. Com 22m2, foram usadas mais de 70 mil pastilhas da Vidrotil. Ficou perfeito, eu amei!

Já mostramos outras ideias muito legais (e mais acessíveis) usando mosaico de pastilhas nos banheiros ou em outros ambientes da sua casa. Os trabalhos são lindos, o mais difícil é conseguir boa mão de obra, mas se você tiver acesso a um bom profissional, aproveite! Ainda mais que pode-se usar restos de materiais e fazer o desenho que mais te agradar!

+ materiais e revestimentos

Comente Aqui (3)