salas grandes

Salas de estar

por Mariana Lombardi - 26 de agosto de 2011

A sala de estar, também chamada de living, é o ambiente mais nobre da casa, e muitas vezes o maior! Independente do estilo – descubra qual o seu estilo preferido aqui – ela deve ter um bom layout, ou seja, a perfeita distribuição dos móveis, com proporção e uso adequados ao espaço existente.

Geralmente, o arquiteto ou decorador faz o desenho do layout como uma vista de cima do ambiente, e o apresenta sob a forma de uma planta baixa, que servirá de base para o restante do projeto. Mostramos um exemplo aqui.

E justamente isto é o mais difícil: conseguir o melhor layout, e deixar a sala ao mesmo tempo bonita e funcional. Algumas prioridades podem ser consideradas:

  • O uso – Vai ser só sala de estar? Vai ter tv ou telão? Vai ser integrada a outros ambientes? Sala só de enfeite não tem a menor graça! Quanto mais adequada ao seu dia-a-dia, maior será o uso.
  • A proporção – Os móveis devem ser adequados ao espaço existente. O mercado tem uma variedade enorme de opções para todos os tamanhos de salas, e muitas lojas fazem sob medida.
  • A circulação e as aberturas – As passagens entre os móveis e nos acessos de portas e janelas devem ser de no mínimo 60cm. Nos locais de uso mais intenso, como perto da porta de entrada, considere no mínimo 80cm.
  • A simetria é um dos recursos mais usados e eficientes para definir o layout de uma sala, já falamos sobre salas com simetria aqui.

Para te inspirar e deixar a sua casa ainda mais bonita, separamos alguns ambientes lindos! A maioria com estilo clássico ou contemporâneo.

1- Perfeita distribuição de móveis para uma sala de estar grande e retangular. Dois sofás iguais na “parede principal”, poltronas grandes na frente e móveis simétricos nas laterais e no meio. Observem que o tapete grande que unificou o espaço. Projeto Nilza Alves e Rita Diniz, revista Casa Vogue.

2- Sala de estar com dois ambientes integrados. Observem a grande variedade de móveis e mesmo assim o projeto é uniforme e agradável. Dica: misture tecidos de cores semelhantes e mas de diferentes tipos/texturas. Projeto Denise Zuba, site Tecto.

3- Sala de estar com layout centralizado, composto por dois sofás e três poltronas, com circulação atrás de todos. Esse tipo de layout só é possível em salas muito grandes! Projeto Cybele Barbosa.

4- Um sofá enorme e vários lugares individuais envolta, opção diferente e interessante. Observem que foi usado um aparador baixo atrás do sofá para não deixar o móvel solto na sala. Falamos sobre móvel atrás do sofá aqui. Projeto Mauricio Karam, revista Casa Mix.

5- Nesta sala, o sofá ficou na frente da janela, por isso a cortina ganhou destaque e foi trabalhada com dois tipos de tecido, formando uma moldura nas laterais. Projeto Viviane Loyola.

6-  Marcado pelo tapete, o layout desta sala é quadrado, com dois sofás dispostos frente a frente e poltronas e chaise nas laterais. Projeto Débora Aguiar.

7- Sala com um ambiente central e dois outros nas laterais: um aparador como bar e uma mesa de apoio.  Projeto Dado Castello Branco.

8- Sala com poucos móveis, bem leve e moderna. Observem a banqueta amarela encaixada no sofá, ela serve de apoio já que a mesa de centro ficou mais afastada. Projeto Guilherme Torres.

9- Sala de estar com apoio em apenas uma das paredes, as outras laterais são livres. Observem que a parede principal (onde fica o sofá) é bem trabalhada, com espelhos e quadros. Via Marcus Design Blog.

*Lembre-se: Em salas grandes, o layout deve favorecer a conversa entre as pessoas (para não parecer salão de festa). A iluminação e os detalhes devem ser trabalhados para se ter a sensação de aconchego. Já nas salas pequenas, um layout limpo, sem muitos móveis e peças pelo caminho, dão a sensação de ambiente maior.

+ salas de estar

Comente Aqui (36)

Salas de jantar (2) – mesa retangular

por Mariana Lombardi - 08 de abril de 2011

—–> continuação de Salas de Jantar 1

Uma seleção de belas e inspiradoras Salas de Jantar. Desta vez todas têm mesas retangulares. Observem os detalhes que fazem a diferença: cadeiras coerentes com o estilo da mesa; pendentes proporcionais; paredes trabalhadas; arranjos de mesa bem escolhidos.

10 – Mesa de madeira + cadeiras brancas. Esta mesa é linda demais! Já a vi em outras cores e acabamentos, tem até colorida (vermelha, roxa), mas o preço é meio salgado… Projeto Roberto de Pace.

11 – Mesa de madeira + cadeiras de madeira. O ambiente ficou lindo com a escolha dos móveis em estilo retrô! Os arranjos de mesa são fáceis de copiar.

12 e 13 – Mesa em madeira de demolição + cadeiras estofadas. Esta mesa é super imponente e necessita de uma sala grande. Nos dois ambientes, as paredes foram trabalhadas: tijolinho aparente em um, pedra portuguesa no outro. Projetos Guilherme Torres, via site do arquiteto.

14 – Mesa em madeira escura + cadeiras estofadas. Ambiente mais simples, com destaque para o painel de madeira na parede. Projeto Fernanda Marques.

15 e 16 – Mesa branca + cadeiras brancas. Ambientes onde o branco predomina, linnnndos! Projetos Guilherme Torres.

17 – Mesa branca + cadeiras brancas + cadeira de madeira. Mesa grande com cadeira diferente na cabeceira. Os arranjos também são fáceis de copiar!

18 – Mesa branca + cadeiras estofadas. Gosto muito deste tipo de pendente em tecido para mesas de jantar. Projeto Luciana Tomas.

19 – Mesa branca + cadeiras em madeira. Ambiente parecido com o anterior, mesa branca bonita e pendente em tecido.

20 – Mesa preta + cadeiras escuras. Destaque para a parede trabalhada no fundo. Projeto Graça Gargantini e Letícia Junqueira.

21 – Mesa em laca preta extra brilho + cadeiras pretas. Acho que esta mesa é igual à da sala nº 10! / 22 – Mesa em madeira ebanizada + cadeiras brancas. Destaque para os pendentes super modernos! Projetos Guilherme Torres, via site do arquiteto.

23 – Mesa com tampo em vidro + cadeiras estofadas. Ambiente mais clássico com pendente de cristal. Gosto da simetria da parede do fundo.

24 – Mesa com tampo em vidro + cadeiras estofadas. Outra sala bem clássica. Projeto Sueli Adorni.

25 – Mesa com tampo em vidro + cadeiras estofadas. Sala simpes e bonita, destaque para a parede em fullget. Projeto Elizabete Primati.

CONTINUA AQUI

+ salas de jantar

Comente Aqui (39)

Salas com simetria

por Cris Campos - 05 de maio de 2010

Selecionamos aqui algumas salas de estar para inspirar! O que elas têm em comum e as fazem parecer tão agradáveis? A simetria!

É um conceito muito explorado na decoração, com a finalidade de obter equilíbrio. Consiste, basicamente, na distribuição equilibrada de elementos a partir de um eixo. O resultado são ambientes harmoniosos e aconchegantes, que provocam uma sensação visual muito agradável.

Na prática funciona assim: a partir de um eixo definido, trabalha-se a repetição de móveis ou outros elementos decorativos nos dois lados, sempre buscando o equilíbrio. Sem uma grande diversidade de elementos e informações, o olhar descansa e a sensação é de relaxamento. Mas para que o resultado não seja monótono, outros elementos devem ser considerados, como cores, texturas, tecidos e a composição das formas entre si.

Neste ambiente, o conceito foi levado ao pé da letra. O sofá é o eixo central, já as poltronas, mesas de centro e canto e os pufes são iguais e foram dispostos de forma totalmente simétrica. Ambiente de André Piva para a Mostra Artefacto 2008.

Este é outro ângulo da mesma sala de André Piva. Repare que no lado oposto do sofá o eixo de simetria se manteve, tendo ao centro uma mesa, com estantes e chaise idênticas nas laterais. Tapetes enormes emolduram os ambientes. Aliás, eu adooooro essa chaise de madeira da Artefacto!

A arquiteta Débora Aguiar costuma explorar muito bem a simetria para deixar os ambientes mais aconchegantes. Nesse ambiente da Casa Cor São Paulo 2009, uma parede solta bem ao centro, cercada por esquadrias de vidro, marca o eixo central, direcionando a posição do sofá e do quadro, ao redor dos quais os outros móveis estão dispostos. As mesas de centro reforçam a sensação, mas para quebrar um pouco a repetição, de um lado foram usadas duas poltronas e do outro uma chaise em couro marrom. A disposição dos objetos decorativos nas mesas de centro também servem para dar movimento.

Este é outro ângulo da mesma sala. A simetria aqui está nos painéis de madeira que marcam o espelho central, sendo também o eixo da mesa de jantar. Dois arranjos iguais sobre a mesa reforçam a ideia. Projeto Débora Aguiar.

É claro que quanto mais espaço, mas fácil trabalhar a simetria. Como são peças grandes, dois sofás iguais sempre marcam bastante o conceito, como nessa foto. Eles formam dois ambientes, mas a simetria unifica, e faz com que pareça um só, assim como o enorme tapete que une os dois. No lado oposto, duas chaise com baús ao centro. As mesas de centro também se repetem. Gesso e iluminação acompanham o lay out. Projeto Maithiá Guedes e Cláudio Solferini para a Casa Cor São Paulo 2009.

Nesse ambiente também foram usados dois sofás idênticos, desta vez frente a frente. As chaises ao centro também se repetem. Esse formato de sala favorece muito a conversa, já que a maioria das pessoas pode se sentar frente a frente. Quadros e luminárias fortalecem o conceito. Projeto Zoe Gardini.

Mais um exemplo do uso de sofás idênticos frente a frente. Nas laterais as poltronas são diferentes, mas há simetria nas suas posições. Tendo como eixo central a porta de correr, dois enormes espelhos na laterias destacam as medidas simétricas. A sala de jantar acompanha o mesmo eixo, e dessa forma têm se uma visão completa da mesa, lustre e quadro bem ao centro. Projeto de Roberto Migotto.

Também projetada por Roberto Migotto, o eixo dessa sala é uma parede entre esquadrias idênticas. Isso mostra que muitas vezes o que determina se o ambiente pode ou não ser simétrico é a concepção do espaço ainda na fase de projeto. O arquiteto tomou partido desse eixo que a sala já possuía para dispor os móveis. Sofás iguais, poltronas iguais e ao centro a mesa, aparador, quadro, luminárias e o banco, em primeiro plano na foto. É uma sala bem contemporânea, que mescla o estilo dos móveis. Gosto muito!

+ salas

Comente Aqui (5)