Exposição "Anticorpos": Retrospectiva dos irmãos Campana
Irmãos Campana
Postado Por - 02 de agosto de 2011

Domingo visitei a exposição Anticorpos“, que faz uma retrospectiva dos 20 anos de carreira dos irmãos Campana – dois designers brasileiros reconhecidos internacionalmente por suas peças irreverentes, inusitadas e extremamente criativas. Os materiais escolhidos nunca são óbvios – cordas, papelão, pelúcia, retalhos, ralos de banheiro, lascas de madeira – materiais do cotidiano tranformados em obras de arte com o espírito bem brasileiro. Ainda na faculdade assisti uma palestra onde eles expuseram seu processo criativo, e desde então admiro e acompanho essa carreira de sucesso. Adoro!

Seus trabalhos – já várias vezes expostos na Feira do Móvel de Milão – viraram referência do design brasileiro no exterior. As peças foram rapidamente absorvidas pela indústria italiana, que mudou seus métodos de produção para se adaptar às suas criações. Apenas 10 anos depois eles tiveram uma peça produzida por uma indústria nacional, mas hoje, com uma carreira mais que consolidada, eles colecionam prêmios e grandes parcerias, inclusive com a indústria da moda – como a famosa Melissa Campana.

Poltrona Vermelha – formada por 500 metros corda entrelaçada. Foi a primeira peça industrializada pela italiana Edra, mas como não existia projeto, os designers enviaram um vídeo mostrando o método de entrelaçamento. Essa cadeira ganhou projeção mundial e hoje integra a coleção de importantes museus, como o MoMA, em  Nova York, e a Pinakothek Der Moderne, em Munique.

Cadeira Favela – inspirada na favela da Rocinha, no Rio de Janeiro. A estrutura da cadeira é formada por lascas de madeira OSB coladas de forma caótica, reproduzindo a formação de uma favela.

Cadeira Sushi – feita com tiras de feltros, plásticos e tecidos sobrepostas.

Cadeira Multidão –  a estrutura é de ferro e o assento é feltro com bonecas de pano de um tradicional fábrica nordestina.

Aguapé Chair – inspirada no desenho de uma vitória-régia, essa cadeira é formada por placas de couro recortadas a laser, no formato de pétalas de flores.

Cadeira Café – a cadeira de plástico ganhou um novo formato – bem mais interessante – com a estrutura em vime.

 

Sofá de Papelão – um ameteira simples como o papelão transformado em uma peça de design.

Sofá Cípria são nove almofadas revestidas com pele ecológica.

Sofá Diamantina Sofá de junco com ametistas incrustadas, feito para uma feira de Design em Miami, na qual eles receberam o título de Designers do Ano (2008).

Sofá Boa – mais de 90 metros de espuma de poliuretano estofada com veludo que se enrosca nele mesmo como uma trança acomodando e abraçando várias pessoas. Já mostramos esse sofá em uso aqui!

Mesa Cobogó – como o nome já diz, é feita com cobogós pré-fabricados de cerâmica.

Fruteira Blow up – toda a série blow up foi inspirada naquele jogo das varetas.

Luminária – produzida pela Edra, é uma verdadeira escultura em alumínio. Além de iluminar, ela reflete e multiplica o espaço.

Estante Gangorra – design com chapas de aço.

Cadeira de papelão – da mesma série do sofá, o perfil mostra como a cadeira foi estruturada, ganhando resistência.

Cadeira Corallo –  definida pelos designers como um “rabisco em 3D”. A forma irregular é moldada com as mãos, para lembrar os recifes de coral da costa brasileira.

Melissa Campana Corallo – Formada de um emaranhado de plástico, a melissa foi inspirada no design da cadeira Corallo.

–> A Exposição “Anticorpos” foi produzida pelo Vitra Design Museum, já passou pela Holanda, Alemanha e Itália, e fica em Brasília até o dia 25/09/2011, no Centro Cultural do Banco do Brasil . Imperdível! Paralelamente acontece em são Paulo a mostra “Campana, porquê?”, na Casa Electrolux, até 31/08/11. As duas têm entrada franca!

Não deixem de entrar também no site dos Campana – um show à parte – onde eles mostram suas inspirações para cada coleção.

Imagens: divulgação.

+ perfil aqui




gravatar
Lucilia Rodrigues
agosto 2nd, 2011 às 14:58

1

Meninas sou seguidora assídua e amei o blog novo.Parabéns!!!!!!

gravatar
Mayara Gabin
agosto 3rd, 2011 às 16:07

2

Sou de Curitiba e fui p Brasília especialmente p a exposição e não me arrependo, realmente é algo marcante, estar ao lado d obras de pessoas tão brilhantes, é incrivel.

gravatar
agosto 4th, 2011 às 14:39

3

Adorei o post!!! estou indo este fim de semana visitar a exposição no CCBB. Adorei o blog!!!
http://www.arquitrecos.com








Diariamente, recebemos vários comentários e emails pedindo dicas ou soluções para algum detalhe específico. Tentamos responder à maioria, mas é impossível atender a todos imediatamente. Então, se você deixou algum recadinho por aqui, ele será respondido ou um post será feito pra deixar tudo bem explicado!