Lixeira seletiva | assim eu gosto
Lixeira seletiva
Postado Por - 13 de abril de 2011

Esta semana brinquei no twitter (segue aí: @marianalombardi) que estava na “Semana da Sustentabilidade“. Já percebeu o quanto é difícil fazer o que se fala? Todo mundo discute sobre cuidar do planeta, mas pouco é realmente feito. É claro que cada um tem que contribuir um pouquinho para essa mudança, mas ainda acho tudo tão difícil.

Sem falar que O sustentável ainda é muito caro. Numa obra, por exemplo, o resultado fica lindo, mas o alto custo do processo de produção dos materiais ecologicamente corretos deixa o preço inviável para a maioria.

O meu maior problema são os papéis. Num escritório de arquitetura, por mais que tente economizar, são muitos papéis usados e jogados fora no dia-a-dia. E revistas acumuladas? Vááárias! Aí, decidi saber como reciclar tudo isso e fazer a minha parte!

Em Brasília, a Capital Recicláveis (que faz a coleta na minha região) só recolhe a partir de 200 kg, mas pode-se levar na empresa e eles pagam na hora apenas20 centavos o kg de papel branco, 10 centavos o kg de papelão e 6 centavos o kg de papel colorido, revistas e jornais.

Confesso que achei muito trabalhoso… vou continuar a fazer o que é mais fácil: a coleta seletiva de lixo. Uma ação simples e que pode fazer grande diferença para as próximas gerações!

Você tem lixeira seletiva em casa?

Selecionei algumas (são muitas opções disponíveis):

Na Etna tem este modelo feito de plástico que não é muito grande e além de tudo é bem charmosa. Uma ótima opção para começar a se educar em casa! Custa 99,00 e vende aqui.

Lixeiras coloridas que podem ser usadas juntas, mas são independentes. / Ou uma ideia simples: comprar lixeiras coloridas e usá-las em conjunto.

A Brinox tem lixeiras seletivas feitas em aço inox para todos os tipos, identificadas em suas respectivas cores. Apesar de ser uma linha mais profissional, o design é bem bonito e dá pra ter em casa numa boa. Custa 264,00 cada e vende aqui.

Agora me conta, o que você tem feito para contribuir?

Chega no supermercado com a sua ecobag?  Usa caixas de papelão no lugar de sacolas plásticas? Compra produtos biodegradáveis? …




gravatar
Mariana Altoé
abril 13th, 2011 às 21:16

1

Eu acho um absurdo que uma cidade como Brasília não tenha coleta seletiva de lixo. A gente tem um trabalhão pra conscientizar as funcionárias, a escola faz um trabalho lindo com as crianças (que tem muito mais consciência ambiental do que nós), a gente mesmo investe em lixeiras, separa o lixo etc e, na hora H, o caminhão de lixo vem e junta tudo!
Eu uso minhas ecobags, desligo a água pra escovar os dentes, investi em aquecimento solar, reaproveito embalagens…
Beijos

[Responder]

Mariana Lombardi Respondeu:

Oi Mari,
Na Asa Sul tem coleta de lixo orgânico separada do lixo seco. Pelo menos no meu prédio, temos lixeiras separadas e sempre vejo os caminhões passando em horas diferentes. Choquei que no Lago não é assim!
Bjos

[Responder]

gravatar
Julianna
abril 14th, 2011 às 10:20

2

Eu pratico a coleta seletiva e no meu novo ap com certeza terei lixeiras diferencias… mas, para nao estressar ninguem vou separar o reciclável do não reciclável. Adorei a idéia abordada aqui.

[Responder]

gravatar
Mari
abril 15th, 2011 às 9:34

3

Pois é, Mari. Até hoje eu fico chocada com isso.
De que adianta pagar um dos maiores IPTUs da cidade?

[Responder]

gravatar
novembro 20th, 2011 às 22:09

4

[...] * Não compre e nem cozinhe mais alimentos do que vai consumir. A maioria do lixo das cidades é sobra de alimentos. O lixo úmido (restos de comida) deve ser separado do seco (plásticos, vidro, latas, papéis e metais). O material reciclável deve ser posto em sacos transparentes, para facilitar a identificação. –> já falamos sobre lixeira seletiva aqui! [...]








Diariamente, recebemos vários comentários e emails pedindo dicas ou soluções para algum detalhe específico. Tentamos responder à maioria, mas é impossível atender a todos imediatamente. Então, se você deixou algum recadinho por aqui, ele será respondido ou um post será feito pra deixar tudo bem explicado!