reciclagem

Moodboard

por Cris Campos - 18 de novembro de 2015

bau no lugar do criado mudo como apoio ideia para quarto decoracao

Achei muito charmosa essa ideia de trocar o criado-mudo convencional por um baú conteiner. Além de dar um toque original com essa peça de ares industriais, ele serve para guardar coisas maiores, como roupas de cama ou bolsas.

Essa ideia de reciclar conteiners tem tudo a ver com a necessidade de sustentabilidade dos dias de hoje e já tomou conta da arquitetura e da decoração. O exemplo acima mostra uma peça menor, mas é possível encontrar grandes módulos que são transformados em casas, lojas, banheiros. Isso porque os conteiners possuem prazo de validade para serem usados em transporte, depois disso eram descartados. Isso até surgirem essas ideias super legais de reciclagem! O sucesso dos design dos conteiners é tão legal que já existem imitações fabricadas em outros materiais, como mdf.

Projeto Studio Sthel Fontenelle

+ dicas

Comente Aqui (0)

Tipos de lâmpada

por Mariana Lombardi - 26 de janeiro de 2015

Para quem tem dúvida na hora de escolher o tipo de lâmpada que vai ser usado em casa, olha essa tabela:

tipos de lampadas

Fluorescente compacta – Ainda é a solução mais econômica do mercado. Apesar de custar bem mais do que uma lâmpada incandescente, a economia de gasto de energia e da conta de luz chega a 74%. Led – Apesar de representar uma economia de quase 90% no gasto de energia e na conta de luz em relação ao uso da lâmpada incandescente, o uso desta tecnologia mais recente ainda exige um investimento inicial mais alto. Mesmo assim, é cada vez mais utilizada nos projetos residenciais e comerciais.

*Não temos referências de onde é a imagem.

*Atualização: lembrando que esse post foi publicado em Janeiro de 2015 e agora está desatualizado!

Comente Aqui (17)

Rio +20

por Mariana Lombardi - 22 de junho de 2012

Nesta semana aconteceu a Rio+20 – Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável – cujo objetivo é refletir sobre o futuro que queremos para o mundo nos próximos vinte anos.

Num planeta que é cada vez mais habitado, cabe a nós (arquitetos, urbanistas e engenheiros), a reflexão sobre a proteção do meio ambiente com construções sustentáveis e obras que reduzam o desperdício.

Vi no Bom Dia Brasil (clique aqui para assistir – VALE A PENA!!!) uma reportagem super interessante, mostrando que “a construção civil tenta mudar a sua fama e imagem de ser altamente poluidora”, com os exemplos de um prédio residencial, outro comercial e uma obra que nasce sem entulho.

Num dos prédios usados como exemplo, que fica no centro do Rio, tudo foi desenvolvido, desde a planta até a sua utilização, para consumir menos energia e água. Sensores automáticos, por exemplo, deixam as lâmpadas próximas às janelas desligadas, para aproveitar a iluminação natural. Já os vidros de todo o prédio são especiais, e fazem com que o calor fique do lado de fora. Um outro exemplo foi a loja Farm, em São Paulo (já mostramos aqui no blog), que foi toda construída pensando na sustentabilidade, com paredes e tetos verdes que reduzem a temperatura e diminuem os gastos com ar condicionado.

Conforme já falamos por aqui, ainda é difícil para a maioria ter acesso às tecnologias das construções verdes, falta informação e os custos são elevados, o que inviabiliza muitas obras. Mas tenho percebido dentre os colegas de profissão, a busca cada vez maior pelo conhecimento e profissionalização nas áreas sustentáveis, o que me faz acreditar que, num futuro próximo, poderemos colocar em prática o que já vemos sendo utilizado em algumas grandes obras. (>>Update: acabei de ler esse texto sobre o assunto que vale principalmete para os profissionais da área).

Não basta o prédio ser sustentável e inteligente, nós também temos que mudar as nossas cabeças e sermos “pessoas verdes” para fazer um planeta melhor. 😉

+ sustentabilidade

Comente Aqui (7)