tijolinho

Tijolo aparente – como escolher o seu

por Mariana Lombardi - 06 de fevereiro de 2017

** veja também Tijolo Aparente parte 1 e parte 2 **

O tijolo aparente é assunto recorrente por aqui, já falamos várias vezes e ele continua atual, sendo uma excelente opção de revestimento. A cada ano as marcas investem em novidades, aumentando a variedade e “dificultando” a nossa escolha. São tantos tão lindos, qual é o nome desse que eu gostei?!

Para facilitar, fiz uma lista com as opções que costumo indicar para os meus clientes. São produtos maravilhosos, todos top de linha! 😉 Se tiverem mais sugestões, podem indicar que incluo no post, ok?

Lembrando que o tijolo aparente original depende da estrutura da casa e de como as paredes foram construídas. Se os tijolos existentes estiverem bem conservados, tem que ver a melhor forma de reaproveitá-los (falamos aqui). Já os tijolos artesanais são as opções que vou mostrar, podem ser de argila, cerâmica ou outros materiais e terem o mesmo aspecto do tijolo original.

Projeto Ana Rita Sousa e Silva.

ALGUMAS MARCAS E SUAS OPÇÕES

* Todas as empresas oferecem variedades de cores, acabamentos e tamanhos.

* Podem ser usados em ambientes internos e externos (muros e fachadas).

* As peças têm medidas de aproximadamente 7x22cm. A espessura geralmente é de 1cm, o que facilita a instalação.

* O tipo de assentamento mais atual é o com junta seca, ou seja, as peças são instaladas bem próximas uma da outra (com juntas mínimas em torno de 2mm) e ficam sem rejunte.

* Se o acabamento for de barro, o ideal é passar algum selador depois de finalizada a instalação, para evitar que soltem pó.

* A iluminação interfere na cor real do tijolo, confira o produto pessoalmente antes da sua escolha final. Dica: a luz quente deixa o efeito do tijolinho ainda mais bonito!

* Para mais informações e locais de venda, coloquei o site de todas as marcas junto com as descrições.

*Brick Studio – tijolos feitos de argila e cerâmica, com 12 cores diferentes. Dentre os mais parecidos com o tijolinho convencional estão: Morocco (é um dos mais usados da marca) e Grand Canyon (um pouco mais avermelhado). Mais informações aqui.

Projetos: Eliane Cardoso e Fernanda Gonçalves/ casa em Tatuí- SP/ sala 707 Arquitetura.

*Lepri – tijolos feitos de cerâmica e materiais sustentáveis, como resíduos de lâmpadas fluorescentes e louças. Acho que é a empresa com a maior variedade, com peças que reproduzem desde os tijolos clássicos ingleses até os de demolição. A linha Brick tem 7 categorias diferentes: Mattone, Contemporâneo, Anticatto, Natura, Torrone, Tradizzionalle e Marmo. Dentre os mais parecidos com o tijolinho convencional estão: Brick Mattone Rosso e Brick Contemporâneo Terracota. Mais informações aqui.

Projetos: sala Renata Lemos/ sala Jóia Bérgamo/ as duas salas de jantar por Meyer Cortez Arquitetura/ cozinha Adriana Giacometti.

*Palimanan – tijolos feitos de barro. A Coleção Tijolos tem 11 categorias diferentes e os mais parecidos com o tijolinho convencional são: Inglês Duet (um dos mais populares da marca), Provence Marceille e Rockface Colorado (esse é mais rústico). Mais informações aqui.

Projetos: jantar Duda Porto/ sala tv Zai Arquitetura/ sala tv GF Projetos/ bebê Daniela Schimitt / quarto Paola Ribeiro / churrasqueira Maria Antônia Castro.

*Pasinato – tijolos feitos de cerâmica natural, com mesclas de diferentes tonalidades. Na linha Trend Stone, as peças mais parecidas com o tijolinho convencional são: Vulcano Brick Stromboli (que é mesclado) e Vulcano Brick Vesúvio. Mais informações aqui.

Projetos: sala Melissa Colle/ sala Taíssa Carvalho/ sala de jantar Drops Arquitetura .

*Passeio – tijolos feitos de barro, o autêntico tijolinho. Tem dois tipos de acabamento nas bordas: Brique (mais rústico, que pode ser usado com o rejunte de 1cm, bem convencional) e Brique Lisser (com borda lisa). Dentre as várias colorações disponíveis, que podem ser mescladas, o Puro (tom natural do tijolo) e o Terracota (um pouco mais claro e menos vermelho) são os mais parecidos com o tijolinho convencional. A marca tem também o tijolo de tamanho grande. Mais informações aqui.

Projetos: sala Denis Resende/ sala tv Cyntia Sabat/ Rio Arquitetura/ Cristiane Maciel e Sony Luczyszyn.

*Portobello – tijolos feitos de cerâmica, com acabamento mais polido. Dentre os mais parecidos com o tijolinho convencional estão: Brit Abbey Road (peças de cores irregulares), Terracotta Di Bologna e Terracota Muro TramontoMais informações aqui.

Na segunda foto, projeto Beto Gebara e Marila Filártiga.

*Santa Luzia – tijolos feitos de poliuretano reciclado (tipo isopor), super leves. Com 14 opções de cores, os mais parecidos com o tijolinho convencional são: Ecobrick Terracota (mais claro) e Ecobrick Tijolo Envelhecido (mais escuro). Mais informações aqui.

Projeto: Cyntia Queiroz/ fachada Flávio Melo.

*Papel de parede tipo tijolinho – é a maneira mais prática de ter uma parede de tijolinho, mas a menos bonita, na minha opinião. Diante de todas essas marcas que citei, nenhum papel consegue dar o mesmo efeito – pelo menos os que eu conheço (mas aceito sugestões!). Não tenho um álbum específico para indicar, dei um Google e seguem os meus preferidos: 1  2  3  (na ordem da foto, não vi nenhum pessoalmente).

.

Gostaram do post? Que outro material vocês gostariam de ver por aqui?

.

+ dicas de materiais e revestimentos aqui

Comente Aqui (11)

Parede da semana

por Cris Campos - 25 de agosto de 2015

revestimento tijolinho palimanan dica blog assim eu gosto

Nesse quarto o pé-direito alto foi preenchido com detalhes bonitos, que valorizam o ambiente. A parede do fundo abriga a cabeceira de uma cama, então foi colocado, na altura do encosto, um painel horizontal estofado. Acima fica um nicho estreito de madeira com fundo de espelho, e acima dele a parede foi revestida com um tijolinho rústico da Palimanan. Esse material é super versátil e traz aconchego para o ambiente. O efeito com a luz marcada fica lindo!

+ tijolinho branco

+ parede da semana

Comente Aqui (1)

Assim eu gosto

por Mariana Lombardi - 12 de fevereiro de 2015

projeto de loft integrado

Projeto lindo, amplo e aconchegante. Com um mix de acabamentos naturais e decoração com peças de design contemporâneo , este loft integrado tem pé direito alto + paredes revestidas de tijolinho (tijolo de barro inglês) + iluminação indireta (embutida no teto e na parede) + piso de madeira de demolição (cumaru em réguas). Num dos lados fica o quarto e no outro a sala, no meio fica uma estante de aço cortén que serve de suporte para a tv e também de divisória entre os ambientes.

Projeto Ana Lila Denton e Juarez Farias.

.

+ projetos de lofts aqui

.

Comente Aqui (0)