marquise

Casa na Austrália

por Cris Campos - 31 de Maio de 2010

Essa linda casa localiza-se em Sydney, na Austrália. Os clientes solicitaram um projeto sintonizado com sua personalidade e a vida moderna que levam. O arquiteto escolhido foi o sul-africano Bruce Stafford, após se encantarem pelo famoso Safari Lodge Singita , projetado por ele.

Localizado à beira-mar e ao lado de um parque, o terreno longo e estreito precisava de um aproveitamento que explorasse a linda vista para o porto de Sydney. Para isso, os ambientes foram distribuídos em torno de um eixo central, formado por uma passagem que se inicia na porta de entrada e segue até a área de lazer, no outro extremo, criando uma transparência que permite que as pessoas percebam a vista mesmo antes de entrarem na casa.  Marcando a porta de entrada, uma marquise se estende pelo caminho principal. Para proteger os ambientes do sol, foi criado um sistema de filtragem de luz em camadas, com venezianas externas em madeira cedro, que envolvem a fachada voltada para o oeste, e um sistema de persianas de alumínio motorizadas.

No volume principal da casa se localizam as salas de estar e jantar, que se estendem para a área de lazer, e a cozinha aberta para a sala, além da área de serviço. No segundo pavimento ficam os quartos. Fora desse volume e envolvendo a área de lazer está o espaço gourmet. Com essa composição os espaços são bem integrados entre si e com a área externa. O piso interno, de tábuas de cedro escuro, se estende pela área externa em forma de deck, até as bordas da piscina, reforçando a sensação de continuidade entre os ambientes. Outra coisa legal nessa disposição é que os espaços são bem abertos para o exterior, mas são preservados para quem vê de fora.

A sala fica totalmente integrada com a varanda, por meio de enormes esquadrias que correm todas para um lado, permitindo uma abertura quase completa. O muro revestido em madeira se integra com a natureza exuberante do parque ao lado. Além disso, cria-se uma unidade interessante com o piso da varanda e do deck.

A sala recebeu uma decoração bem limpa, destacando o piso de madeira.

A sala de jantar mistura o moderno da parede de concreto aparente e dos móveis com elementos de decoração que remetem à África, como o louceiro rústico e o tapete de sisal colorido.

A cozinha principal, seguindo a linha da sala, é toda branca. A janela ocupa toda extensão da bancada, deixando entrar o verde das árvores. Trazer a natureza para dentro dos ambientes foi uma forma de remeter ao estilo safári que atraiu os proprietários.

A escada é linda, bem leve! Os degraus estão em balanço e a proteção lateral de vidro é quase imperceptível! Parece com algumas escadas que já mostramos aqui no blog!

A decoração dos ambientes é clean e despojada, destacando as obras de arte, que são lindíssimas.

A cozinha gourmet  se abre para a área da piscina e é acessada também pela sala principal, cujo piso se estende marcando a passagem. Na área de trabalho, mármore italiano no piso e silestone  marrom nas bancadas.

O quarto de casal segue o princípio do resto da casa, de trazer o verde para dentro atráves de grandes aberturas.

Comente Aqui (7)

Aço corten (1)

por assimeugosto - 06 de Maio de 2010


O aço patinável é conhecido pelo nome de suas marcas: Corten, Cor-Ten, Cosacor ou Niocor, sendo AÇO CORTEN a sua denominação mais popular. Uma das principais características desse tipo de aço é a formação de uma camada de cor avermelhada que surge quando exposto ao ar, como se estivesse enferrujado. Isso o torna uma material atraente, não só pelo aspecto industrial como também pela resistência à corrosão, sendo  muito utilizado na construção civil (edifícios, passarelas, pontes, viadutos) e na fabricação de esculturas e objetos decorativos. Uma de suas grandes vantagens é dispensar a pintura em ambientes extremamente agressivos, como em regiões de orla marítima, por exemplo. No Brasil este tipo de aço possui grande aceitação entre os arquitetos, aqui no escritório nós gostamos muito!

No processo de fabricação, o aço patinável  inicialmente tem uma coloração clara. Sua composição é semelhante à do aço comum, porém acrescida de substâncias anticorrosivas.  Quando expostos à atmosfera, e à ação do tempo, iniciam a formação de uma camada de óxido compacta e aderente – a pátina – que além de ser responsável pelo efeito enferrujado,  funciona como barreira de proteção contra a corrosão, sendo 3 vezes mais resistente que o aço comum. No Brasil, o aço corten é fabricado por diversas empresas e  está disponível sob a forma de chapas, bobinas e perfis soldados, possibilitando diversas utilizações.

Passarela Miguel Reale, na Av. Cidade Jardim, em São Paulo / Escultura de Richad Serra, em Londres.

The Torus an The Sphere, escultura de Richard Serra.

Pórtico em aço corten, corpo em tijolinho e pele de vidro. Edifíco Ícone Parque em Brasília (onde ficam a academia Body Tech e o restaurante Coco Bambu), projeto Valéria Gontijo.

Fachada com materiais de diferentes naturezas: alvenaria, madeira e aço corten. O elemento de metal faz a ligação entre as lateriais do edifício, criando um desenho inusitado. Projeto Cybele Barbosa para Casa Cor Brasília 2009.

Casa Corten, em São Paulo, projeto de Marcio Kogan. Fachada de aço corten com volumetria simples pontuada por materiais como madeira e vidro. Na imponente fachada cega (sem janelas), se projeta a sombra de uma árvore da rua. Publicada na revista Casa e Construção.

Porta principal com pé direiro duplo em aço corten. Bela fachada! Projeto Roberto Migotto.

Marquise do edifício do Centro Empresarial e Cultural João Domingues de Araújo (JDA), projetado por Carlos Bratke. Seu desenho contraria a materialidade e ultrapassa os limites do exterior, para marcar presença física no lobby.

Fachada da loja Animale, no Shopping Iguatemi Brasília.

Escritório com painel em aço na recepção.

Lareira executada em aço corten. Projeto Elena Colombo.

Painéis recortados em aço corten. Casa Cor 2009 de Mato Grosso do Sul.

No lavabo, bancada e cuba de aço corten impermeabilizado com verniz marítmo que impede alastramento da ferrugem. Projeto Paola Ribeiro, site casa.com.br./ Porta de entrada projetada pelos arquitetos Antônio Ferreira e Mário Celso Bernardes.

Estante escultura de Timothy Taylor.

Fonte da pesquisa: sites aço cortenletratura.

.

CONTINUA AQUI

.

Comente Aqui (43)