madeira ripada

Cabeceira com painel ripado cinza

por Mariana Lombardi - 13 de março de 2019

Uma cliente me enviou, como sugestão para o projeto do seu quarto, as fotos de uma cabeceira com painel ripado cinza – e eu amei! Resolvi pesquisar um pouco mais e vou dividir com vocês as referências que encontrei:

Essas são as imagens que recebi. Quarto pequeno + cabeceira com painel atrás da cama e também na parte superior da parede, formando um nicho com iluminação embutida. Gosto muito dos quadros apoiados e da luminária tipo pendente! [Autor desconhecido]

Esse quarto (que também é pequeno) tem uma ideia parecida com a do projeto anterior, mas aqui o nicho tem espelho no fundo, sem iluminação embutida. Gosto dos criados na mesma cor do painel, ficaram bem discretos! Projeto Dani Momoi.

Mais dois projetos com a mesma ideia: painel ripado cinza na parte inferior e superior da parede + nicho. Essas duas fotos têm projetos bem parecidos, né?! Poderia até dizer que é o mesmo quarto, mas com enfeites e criados diferentes… As fotos são do Pinterest e não tenho certeza sobre o autor do projeto. As fotos são da Mariana Orsi.

Dois quartos com painel ripado cinza na cabeceira, mas não dá para saber se tem o painel na parte superior. Na primeira foto tem fita de led embutida no painel. Olha que delicada a mesa de apoio + luminária com acabamento em latão! [Autor desconhecido] / Na segunda foto, o criado e a cama são da mesma cor da cabeceira. Foto Mariana Orsi.

Quarto com painel ripado de laca cinza + cama com cabeceira (de madeira e couro branco) + criado mudo maravilhoso de laca verde escuro + enxoval azul marinho. Linda combinação de cores! Projeto Triplex Arquitetura.

Painel ripado cinza + cabeceira azul marinho + criado cinza. Ambiente masculino e elegante. [Autor desconhecido]

Dicas!

*Já fiz um post explicando tudo sobre painéis ripados, inclusive sobre as opções de desenho e medidas das ripas. Veja aqui.

*A altura padrão da parte inferior da cabeceira horizontal é 120cm.

*O acabamento usado nos projetos acima é a pintura em laca na cor cinza e com acabamento fosco.

*Sugestão de cor para a laca cinza: Sayerlack J155.

Espero que tenham gostado! 😉

Comente Aqui (0)
Veja Também:

Madeira ripada

por Mariana Lombardi - 27 de agosto de 2017

Madeira ripada é um caso de amor! ♥ Pode ser usada em todos os ambientes, sejam eles grandes ou pequenos, residenciais ou comerciais, internos ou externos (fachadas, portas e portões). É bonita, atemporal, permite vários desenhos e pode ser de diversas cores (depende do tom da madeira escolhida).

Para quem também ama madeira e quer um painel em casa, vale lembrar:

Tipos de madeira

A madeira natural é o material que garante o melhor resultado final para um painel ripado. As mais usadas são: Freijó, Cumaru e Imbuia. As madeira mais avermelhadas, como o Ipê e o Mogno, quase não são usadas hoje em dia.

Por serem de madeiras nobres, o custo de um painel ripado é alto. Sem considerar a mão de obra, que também deve ser qualificada para um bom resultado.

O painel ripado até pode ser feito de mdf laminado de madeira ou compensado naval, mas as quinas das ripas ficarão evidentes no acabamento. Funcionam, mas na minha opinião, não são os mais lindos.

Cuidado! Madeiras muito moles podem trabalhar e modificar o desenho do painel – quanto mais clara ela for, mais frágil.

Acabamentos

O acabamento mais atual para a madeira ripada é feito com selador fosco ou acetinado (com pouco brilho, no máximo 40%). Para ambientes externos, o ideal é usar verniz fosco ou acetinado.

Tamanho das ripas

Os desenhos do ripado podem variar bastante. O que os diferencia são a largura da ripa e a largura/profundidade do friso, conforme o desenho acima.

No painel 1: a largura da ripa é de 2cm + friso de 0,5cm + profundidade de 0,5cm. No painel 2: a largura da ripa é de 3,5cm + friso de 0,5cm + profundidade de 0,5cm. No painel 3: a largura da ripa é de 2cm + friso de 2cm + profundidade de 1cm.

Atualmente, essas são as proporções que mais vejo e detalho nos projetos. Claro que não é uma regra, apenas uma observação. Tanto que nas fotos abaixo, veremos painéis com medidas variadas.

Se a opção for com ripas bem finas, vale prestar atenção para a escolha da madeira, que deve ser mais “dura”. Senão o painel pode trabalhar!

Cuidado! A proporção das ripas tem que ser observada: frisos muito finos e profundos são complicados para limpar, especialmente em áreas externas, podendo acumular bichos.

Lindos exemplos:

Sala com painel ripado na parede em “L”, acho que é de madeira freijó. Adorei o piso de ladrilho hidráulico! Observem que onde tem painel não precisa ter rodapé. Projeto Triplex Arquitetura.

Sala de jantar com painel ripado + nicho de mármore travertino. Vejam que a madeira ripada foi usada para uniformizar/disfarçar paredes, portas e armários, tudo com o mesmo acabamento e formando um grande painel – amo esse recurso! Projeto Débora Roig.

Quarto com cabeceira de madeira ripada + iluminação embutida no gesso. Lindo! Esses dias fiz um post com várias cabeceiras de madeira – veja aqui.


Sala de espera com painel ripado + paredes de cimento queimado + piso de pedra natural. Vejam como ficou interessante o quadro pendurado sobre o painel! Projeto Renata Dutra.

Escritório corporativo com painel ripado de madeira escura + iluminação direcionada (destacando o desenho da madeira) + piso e balcão de madeira.

Que tal a madeira ripada no teto? Uaaau!!! Casa linda e moderna, com teto de madeira + piso de mármore e detalhes de cimento queimado. Projeto Studio MK27  (Márcio Kogan e Renata Furlanetto). Fotografia Fernando Guerra.

Comente Aqui (7)
Veja Também:

Quartos com painel de madeira atrás da cama

por Mariana Lombardi - 11 de agosto de 2017

Um belo painel de madeira atrás da cama já é capaz de deixar o quarto lindo! A madeira é um material atemporal, aconchegante e super elegante. Tem várias cores e texturas e pode ser trabalhada de diversas maneiras: ripada, frisada, com veios em sentidos diferentes… No quarto, o painel pode ocupar a parede inteira ou ser apenas atrás da cama, indo ou não até o teto.

Nas fotos abaixo, observem que a maioria dos projetos tem pé direito duplo, então se o seu quarto tem essa característica, aqui tem várias ideias interessantes! Outro detalhe importante é a iluminação. Em todos os ambientes ela é destaque e aspecto fundamental para um bom efeito final. Vejam só:

1- Painel maravilhoso de madeira ripada, formando desenhos geométricos. A iluminação embutida no gesso ajuda a destacar os relevos da madeira, assim como a luz que vem dos pendentes leves e modernos. Eu amei! E já vi esse painel sendo reproduzido em alguns projetos!

2- Vi esse ambiente na Mostra Sierra Brasília 2017 e o painel da parede lembra o da foto anterior. Ele é formado por placas quadradas de madeira (um lançamento da Oca Brasil) que foram instaladas em sentidos diferentes. Projeto Alessandra Ramos e Ana Paula Salim.

3- Quarto com painel de madeira atrás da cama, instalada com veios intercalados nos sentidos vertical/horizontal com pequenos frisos entre as placas.

4- Painel de madeira clara com veios na vertical + frisos pretos em baixo relevo –  adoro esse efeito!  O criado e o enxoval na cor cinza criam contraste com o tom da madeira. Projeto Carol Miluzzi. Foto Mariana Orsi.

5- Nesse quarto, as paredes foram revestidas de madeira escura, com veios e frisos na vertical. Observem que os frisos formam paineis de diferentes larguras, deixando o ambiente mais despojado. Gosto da ideia do pendente metálico de design (escuro e discreto) e também da escrivaninha ao lado da cama!


6- Painel de madeira ripada, com veios na vertical, que ocupa toda a parede atrás da cama. Além do painel, atrás da cama tem cabeceira branca e criados minimalistas. Via Max Solonca.

7- Quarto moderno, com cabeceira assimétrica formada por painel de madeira ripada bem clarinha + faixa de espelho. Adorei, mas usaria os pendentes apenas na frente do painel. 😉

8- Madeira tipo taquinho, com diferentes espessuras, instalada em toda a parede, formando um belo desenho texturizado. A iluminação indireta e os pendentes evidenciaram ainda mais  o desenho do painel. Via Olga Kondratiuk.

9- Painel de madeira atrás da cama, com desenho geométrico formado pelos veios da madeira que foram instalados em vários sentidos. A iluminação das arandelas reforçou o desenho e criou um lindo efeito!

10- Quarto minimalista, todo em madeira + branco. A parede atrás da cama foi revestida de madeira escura (veios na horizontal e poucos frisos), o menos trabalhado dentre os apresentados aqui no post. Se você prefere nesse estilo, dê uma olhada nesse post aqui. Observem que a esquadria é de madeira, não exatamente da mesma cor do painel, mas isso não é problema, pois ainda assim os materiais se harmonizam.

11- Ideia parecida com a do quarto anterior, mas aqui além do painel de madeira atrás da cama, a parede lateral também é de madeira, formada pelas portas do armário. Eu adorei! O armário ficou discreto e bonito, uma ótima solução para quem tem armário grande no quarto. Projeto Fernanda Marques.

Dicas!

-Os painéis mais trabalhados geralmente são executados por marceneiro e, por serem verdadeira obras de arte, têm o custo mais alto. No caso de painéis lisos ou com poucos frisos, o valor é menor, pois são placas de mdf revestindo a parede e precisam de uma estrutura mais simples. Também são executados por marceneiro.

-Outro fator que pode encarecer é o uso da madeira natural (de verdade). O laminado de mdf tem custo significativamente menor, por isso é o acabamento mais usado.

-O tom da madeira pode ser o da sua preferência, mas os tons médios (nem muito claro, nem muito escuro) continuam como os mais usados no momento. Se você gosta de painéis de madeira mais clara, veja esse post aqui.

-Uma outra opção que também funciona é usar papel de parede imitando madeira. O mercado tem marcas com variedades de acabamento e cores. Sugestão de álbum: Modern Rustic.

Se gostou desse post, dê mais uma olhadinha nos outros posts relacionados aqui embaixo. Tem várias ideias lindas para te inspirar!

Comente Aqui (3)
Veja Também: