Quarto do Arthur – parte 3

por Cris Campos - 20 de fevereiro de 2013

——> Continuação Quarto do Arthur – parte 23 título

Depois de definir layout e estilo do quarto chega a hora de escolher os móveis. Claro que eles têm que ser bonitos e combinar com a decoração! Também precisam estar dentro das medidas do layout, senão ele não funciona. Mas existem outros fatores muito importantes a se considerar na hora da compra: funcionalidade, conforto e segurança.

Mas a primeira dica é em relação aos prazos!  A maioria das lojas pedem de 45 a 65 dias para entregar móveis e enxoval. Por isso, não deixe pra última hora, se quiser o quarto montadinho com calma e sem correr o risco de não ficar pronto antes do nascimento, recomendo pedir os móveis com no máximo 25 semanas de gestação.

Berço

Medidas: os colchões mais comuns encontrados no mercado são os do padrão americano: 1,30 m de comprimento por 70 cm de largura. Logo, os berços são um pouco maiores que isso. Cuidado com os detalhes externos, pois eles podem aumentar muito a medida final.

Normas de segurança: recentemente o INMETRO criou uma certificação para que os berços sejam realmente seguros para o bebê. As recomendações vão desde de medidas e espaçamentos até os pequenos detalhes. Todas estão especificadas no site do INMETRO, não deixe de conferir!

1_aeg_berços de madeira 1_aeg_berços laca branca berços

Minha escolha: No começo eu quis muito um berço de madeira mesmo – maciça e com cor de madeira, mas só encontrei opções a preços proibitivos. Os mais acessíveis não eram de madeira, e sim laminados, e eu não gostei do acabamento e dos tons. Também pensei em encomendar para um marceneiro de confiança, mas preferi procurar uma peça certificada. Com tantas limitações do mercado, acabei desistindo do sonhado berço de madeira e optei por um laqueado com as laterais em telinha. Ele tem as estrutura em madeira maciça e os detalhes em MDF. Me encantei pelo desenho moderninho e pelo detalhe de veneziana. Também gosto muito da opção da tela, assim não precisei encomendar um protetor de berço pra todas as laterais, optei por colocá-los apenas nas partes duras.

Trocador

É muito importante ter um espaço adequado e funcional para as trocas de fraldas. Ele pode estar localizado dentro do armário ( muito bom pra economizar espaço), numa bancada ou em cima da cômoda. O espaço deve abrigar o colchãozinho utilizado pra apoiar o bebê (normalmente 50x90cm) e todos os itens utilizados na troca devem ficar bem acessíveis: fraldas, algodão, cotonete, água quente, etc. A altura ideal do trocador é a 90cm do chão, mas pode variar de acordo com a altura dos pais.

cômodas

bancadas armário

Minha escolha: Optei por uma cômoda porque acho prático ter as roupinhas e outros itens sempre à mão na hora de trocar o bebê. Já que escolhi um berço branquinho, decidi encomendar uma cômoda de madeira de demolição. Me lembrei dos antiquários que conheci em uma viagem a Tiradentes, e pesquisando no site de um deles, achei um modelo no estilo que eu queria: rústica e não muito escura. Nesse mesmo modelo, eles fabricaram a peça nas medidas que eu especifiquei.

Poltrona

Aqui a escolha é bem pessoal. Ela deve combinar com o estilo do quarto, mas acima de tudo deve ser confortável, afinal, é um lugar onde as mamães passam boas horas, né? Mas já ouvi várias opiniões, há quem não use e prefira amamentar na cama. Há também as que compram aquelas “poltronas do papai” enormes. Meu conselho é optar por uma peça que fique proporcional ao quarto e tenha um bom apoio para as costas e cabeça. O pufe é opcional, mas acho útil para permitir um descanso para as pernas durante as madrugadas. Uma mesinha de apoio do lado é essencial.

poltronas bebê

Minha escolha: Adoro peças de família e por isso vou usar uma poltroninha super charmosa da minha avó! É só trocar o estofado e ela ficará novinha e com mais histórias pra contar! Pra complementar, comprei um pufe para apoiar os pés. (Ainda não tenho foto).

Estantes e prateleiras

São essenciais na decoração, pois abrigam os enfeites e brinquedos do bebê. Prefiro os modelos que possam ter partes fechadas – para guardar os brinquedinhos que não combinam com a decoração – e abertas, pra enfeitar mesmo. Na prática isso só funciona durante um tempo – depois os enfeites delicados vão perdendo espaço para um monte de brinquedos enormes e super coloridos. Minha dica é comprar cestos ou caixas e agrupá-los por tema, mantendo a estante sempre organizada e com o mínimo de poluição visual.

estantes

Minha escolha: Mandei fazer sob medida uma estante com prateleiras e um nicho fechado, em um modelo que acompanhe o crescimento e as mudanças de uso.  (Ainda não tenho foto).

Imagens: Constance Zahn Babies, Bebê com Estilo, Casa Cláudia, Quarto de Bebê, Assim eu Gosto.

 

Comente Aqui (32)
Comente Aqui

  1. Loli
    20 de fevereiro de 2013 às 14:02

    Adorei o post! Não estou nem grávida ainda mas já estou projetando minha casa, e claro que já ando pensando no quarto do guri!

    • Cristina Campos
      21 de fevereiro de 2013 às 11:24

      Oi Loli,
      Já dá pra ir pensando no layout… Boa sorte!
      Beijos,
      Cris

  2. 20 de fevereiro de 2013 às 14:16

    Amei! Quando tiver pronto mostra a foto do quartos!

  3. Ludimila Oliveira
    20 de fevereiro de 2013 às 18:16

    Amei, lindo!! 🙂
    De onde é esse bercinho de telinha???
    Obrigada!

  4. Carolina
    20 de fevereiro de 2013 às 21:46

    Seu site é o melhor de decoração que já achei até hoje..
    Entro todos os dias para ver as novidade.
    Parabéns!!!!
    Obs: Tem como informar aonde comprou seu berço e a comoda?

  5. Ellem
    21 de fevereiro de 2013 às 00:22

    Olá, adorei teu berço. Você se importaria de me dizer a marca dele? Queria procurar aqui na minha cidade. Obrigada!

    • Cristina Campos
      21 de fevereiro de 2013 às 11:09

      Oi Ellem,
      Ele é da loja Berta Gonçalez que fica em São Paulo, mas eles entregem, o meu deve chegar essa semana. Gostei muito dos modelos e da qualidade! Entra no site: http://www.bertagoncalez.com.br.
      Beijos,
      Cris

      • Ellem
        22 de fevereiro de 2013 às 01:12

        Obrigada Cris, já entrei em contato e solicitei um orçamento. Estou ansiosa esperando… tomara que não fique mais caro o molho (frete) do que o peixe (berço), ehehehehe…. obrigada e parabéns pelo blog, muito inspirador!!
        bjs
        Ellem

        • Cristina Campos
          26 de fevereiro de 2013 às 11:48

          Oi Ellem,
          O frete pra Brasília foi R$250,00. Estou ansiosa aguardando a chegada dela, prevista pra hoje!
          Beijos,
          Cris

  6. Mariana
    21 de fevereiro de 2013 às 09:02

    Não vejo a hora de ficarem prontos: o quarto e o Arthur!
    A Titia vai mimar muito!
    Beijos.

    • Cristina Campos
      21 de fevereiro de 2013 às 11:07

      Estão quase… espero que o quarto fique pronto antes!

  7. 21 de fevereiro de 2013 às 12:43

    Cris, imagino que estas escolhas sejam tão difíceis, porque não é apenas o preço e a beleza que são considerados. Quando mais velhas, as crianças têm noção de espaço, perigo, se equilibram melhor… mas quando bebês tudo é um risco. Tem que pensar nas quinas, nos buracos, no piso… e quanto mais se pensa, mais caro fica rs! Apesar de não ter filhos, eu fiz várias pesquisas sobre o tema pra escrever uma matéria pra revista na qual eu trabalhava. Fiquei louca só pra escrever, imagine quando for a minha vez rs!
    Enfim, boa sorte! As escolhas que você fez estão lindas!
    Um beijo.

    • Cristina Campos
      26 de fevereiro de 2013 às 11:54

      Oi Mariana,
      Aff, é muita coisa mesmo pra pensar… Mas está dando certo!
      Obrigada!
      Beijos,
      Cris

  8. 21 de fevereiro de 2013 às 19:55

    Oi, Cris.
    Adorei suas escolhas! Bem sensatas! Também quis muito um berço de madeira p/ meu filho, mas os preços… : (
    Cris, me manda o site da loja de Tiradentes em que vc comprou a cômoda de madeira! Estou querendo comprar uma mesinha redonda com 4 cadeiras e um buffet p/ usar na copa do meu ap!
    Obrigada.
    Bjs.

  9. 22 de fevereiro de 2013 às 16:59

    Olá meninas,

    Meu nome é Fabiana sou arquiteta e moro em Ribeirão Preto/SP.

    Adoro o site de vcs e visito sempre!!

    Queria convidá-las para conhecer meu blog:

    http://espacocasaemoda.blogspot.com.br

    Bjus!

  10. Cristina Novaes
    25 de fevereiro de 2013 às 17:04

    Olá!!!
    Também sou arquiteta e gosto muito do site, sempre com boas dicas e muitas idéias.
    Para o seu bebê, uma dica é que eu acho a poltrona é quase desnecessária tendo uma cama no quarto do bebê. Antes de ter o meu, achava muito importante, depois mudei de idéia. Ela fica tão apertada, que mal cabe o neném mamando.. até uns 3 meses, no máximo. E ele ja não cabe mais entre os braços da poltrona.
    Abraço e parabéns pelas matérias =)

    • Cristina Campos
      26 de fevereiro de 2013 às 11:47

      Oi Cristina,
      Entre a cama e a poltrona, optei pela poltrona porque ocupa menos espaço num primeiro momento. Depois vou tirar!
      Obrigada pela dica!
      Beijos,
      Cris

  11. Thaisa Felix
    27 de fevereiro de 2013 às 00:15

    Cris esta chegando a hora!!! Parabéns! O quartinho do Arthur vai ficar lindo!
    Um beijo grande,
    Thaisa.

  12. 11 de março de 2013 às 21:44

    eu já te ofereci uma poltrona pela admiração que tenho pelo seu trabalho, mas realmente com poltrona de avó não dá para competir….rs. Acho legal preservar estas lembranças, parabéns pelas escolhas! Mesmo sem saber você sempre posta poltronas nossas nas opções que escolhe e ficamos lisonjeados, pois os ambientes escolhidos são de extremo bom gosto.

    • Cristina Campos
      12 de março de 2013 às 11:29

      Oi Josi,
      Obrigada! Suas poltronas são mesmo lindas!
      Beijos,
      Cris

  13. monica campos
    27 de abril de 2013 às 11:39

    Oi Cristina
    Em relação a cômoda, Vc comprou os puxadores aonde? A foto que Vc colocou antes como sendo do quarto do AArthur não é a mesma do resultado final. Vc trocou? Entrei em contato com a loja .
    Bj no filhote e obrigada

    • Cristina Campos
      13 de Maio de 2013 às 11:59

      Oi Mônica,
      Esqueci de comentar esse detalhe, pedi a cômoda sem puxadores e comprei na Le Lis Blanc Casa. Achei bem mais charmosa assim, e você? Beijos, Cris

  14. Ingrid
    16 de outubro de 2013 às 13:14

    Olá Cris, td bem?
    Vou ser mamãe, e comecei a minha busca por móveis. A minha dúvida é: guarda-roupa ou cômoda? Confesso que adoro cômoda, acho muito mais charmoso num primeiro momento. Mas quanto tempo vou conseguir trocar o baby lá? E o que vc acha de guarda-roupa substituindo a cômoda?

  15. 22 de janeiro de 2014 às 13:59

    Onde posso encontrar os berços em laca colorida em São Paulo Capital?
    Grata
    Maria Cecilia

  16. Rafa
    15 de junho de 2014 às 20:46

    Ola Cristina parabens pelo trabalho de vcs, sempre maravilhoso!! Estou pensando no quartinho do meu bebe (q ainda n sei o sexo), tenho um armario vintage so q e madeira tabaco, bem escuro. Sera q fica muito pesado para um quarto de bebe? Bj e obrigada.

  17. Fernanda Paes
    09 de fevereiro de 2015 às 23:44

    Parabéns pelo blog, muito bom gosto!!! Saberia me dizer que loja/ marca seria o bercinho da primeira foto da matéria, laterais em tela e cabeceiras em tecido com os bichinhos de pelúcia nos bolsos….muito lindo, se puder passar o nome agradeço!!! Obrigada!!!

    • Mariana Lombardi
      13 de fevereiro de 2015 às 00:08

      Oi Fernanda,
      Acho que é da Camereta.
      Bjos,
      Mari

  18. Leila Guilhermino
    04 de setembro de 2017 às 18:15

    Oi, meninas!
    Ganhei um berço e quero laqueá-lo para deixar colorido. Mas, li que a tinta tem que ser atóxica (para caso descasque e o bebê engula). Mas, como encontrar uma tinta atóxica apropriada para este fim? Saberiam me ajudar? Imagino que se trate de um esmalte sintético, mas que fabricantes a produzem atóxica?

    Obrigada demais!
    Bjs!