Arquivo para rasgo no gesso - assim eu gosto: decoração e arquitetura
Rasgo no gesso
Postado Por - 07 de novembro de 2014

O rasgo no gesso é um recurso de iluminação muito usado e que tem um efeito lindo. Consiste em uma abertura no gesso, normalmente com largura e profundidade de 15cm e comprimento variável, formando um desenho no teto. O resultado é uma luz indireta bem agradável, que pode ter mais ou menos intensidade, de acordo com o tipo de lâmpada escolhido – podem ser usadas lâmpadas fluorescentes, cordão de luz ou fita de led – dependendo do efeito desejado.

Além do belo efeito, a vantagem do rasgo de gesso é iluminar o ambiente com um desenho mais limpo, sem poluir o teto com muitas luminárias, e também o fato de que a luz indireta deixa os ambientes mais agradáveis e aconchegantes. Eles podem ser usados pra integrar ou dividir ambientes e circulações, e para marcar a simetria ou assimetria da decoração. A desvantagem é que eles juntam um pouco de poeira, mas a limpeza pode ser feita com pano ou um aspirador de pó.

detalhe-no-gesso

Nessa sala foram usados rasgos em duplas marcando o comprimento do gesso, resultando numa luz geral bem agradável e num belo desenho para o teto.  Projeto Carolina Buchner Bastos.

detalhe de gesso

Quatro rasgos foram suficientes para iluminar essa sala de forma agradável e minimalista. Projeto Sadala e Gomide.

decoracao-da-sala-estar

Vários rasgos marcam o teto trazendo luz indireta para vários ambientes da sala. Achei lindo! Projeto Samara Barbosa e Michele Krauspenhar.

rasgo-no-gesso-com-iluminacao

Sala integrada com rasgo no gesso marcando a sala de estar, em todo comprimento, proporcionando luz geral. Empreendimento Even Brooklin.

iluminacao-indireta-na-sala

Dois rasgos compridos iluminam essa sala de estar de forma aconchegante. Eles chamam a atenção para si e disfarçam as caixas de som e o projeto embutidos, ótima ideia! Projeto Jayme Bernardo.

sanca-de-gesso

Nesse caso foram usados rasgos mais largos que fizeram o efeito de um pergolado na sala. A sala ficou bem iluminada, como se entrasse mesmo a luz do sol. Adorei! Projeto Paola Ribeiro.

rasgo-no-gesso

Cozinha linda! Três rasgos juntos iluminam a área de trabalho ao longo de todo o comprimento do espaço. Projeto Tatielly Zammar.

iluminação-cozinha

Dois rasgos são responsáveis por toda a iluminação geral dessa cozinha e marcam também a circulação entre as bancadas. Projeto Myrna Porcaro.

detalhe-de-rasgo-de-iluminacao-no-gesso

O desenho mostra o princípio da iluminação no rasgo de gesso: a luz reflete na laje e passa para o ambiente pela abertura.

Observações:

– A lâmpada ou mangueira deve ficar escondida pelo gesso, apenas a luz refletida fica visível.

– As lâmpadas fluorescentes devem ficar transpassadas para a luz permanecer sempre contínua.

– A largura representada no desenho, de 15cm, é a mais comum, pois permite o acesso para troca das lâmpadas; mas também funcionam menores, com 10cm. Para rasgos mais largos, 20cm ou mais, muitas vezes são usadas lâmpadas nas duas laterais.

– Para rasgos com iluminação na cortina, a distância da parede deve ser de 25cm.

– Se a altura do rebaixo de gesso for maior que 15cm, é necessário fazer um fechamento na parte superior, deixando o rasgo com altura de 15cm, para não deixar a luz “escapar” para cima e perder potência para iluminar o ambiente.

Percebi que ainda não temos muitos posts específicos sobre iluminação aqui no blog… falha grave, considerando que a iluminação é essencial tanto para a funcionalidade quanto para a beleza dos ambientes. A partir de agora vamos falar mais disso por aqui e queremos saber quais as dúvidas e sugestões de vocês dentro desse tema. Deixem nos comentários!

 + iluminação






Diariamente, recebemos vários comentários e emails pedindo dicas ou soluções para algum detalhe específico. Tentamos responder à maioria, mas é impossível atender a todos imediatamente. Então, se você deixou algum recadinho por aqui, ele será respondido ou um post será feito pra deixar tudo bem explicado!