Arquivo para quarto Arthur - assim eu gosto: decoração e arquitetura
Quarto do Arthur – feedback e desapego
Postado Por - 02 de setembro de 2014

No ano passado mostramos todos os detalhes – da concepção ao resultado final – do quartinho do Arthur (veja os posts aqui). Agora, depois de 1 ano e 4 meses de uso (como os bebês crescem rápido!), posso dizer com propriedade sobre o que funcionou ou não.

quarto-de-bebê-praia

Em geral o projeto me atendeu muito bem, o quartinho é bem funcional e eu continuo achando tudo lindo! rs Destaco abaixo os principais pontos positivos e negativos.

O que funcionou:

– O futton no lugar da cama: teria usado a cama poucas vezes, não me arrependo de ter ganho esse espaço. Nos poucos dias em que preciso dormir no quarto dele, abro o futton, ponho um lençol e pronto!

– A cômoda: é muito prático ter as gavetas com tudo à mão na hora da troca.

– O berço: achei ótimo esse modelo de telinha! Não usei protetores de berço nas laterais e ele não se machuca e não consegue subir. Nota mil!

– O layout: super funcional. Gostei tanto que mesmo me mudando para outro apartamento, reproduzi praticamente o quarto todo, com apenas alguns ajustes de medida.

O que não funcionou:

– Espaço pra brincar: doce ilusão… eu mesma achei mais prático colocar o Arthur pra brincar na sala, porque enquanto cuido dele, consigo fazer alguma outra coisa. Claro que rapidinho os brinquedos migraram pra lá também…

– O tapete: foi escolhido a dedo, pesquisei um monte e encontrei esse modelo de nylon com uma cor neutra e fácil de limpar. Achei que ele complementava muito bem a decoração e era confortável… Mas o problema é que o Arthur é alérgico! Teve uma crise de bronquite e a primeira coisa que o pediatra recomendou foi eliminar o tapete do quarto… #fail

tapete-200x250

Ele está tão novinho que no começo eu não quis me desfazer; rodei pela casa inteira, mas ele ficou pequeno pro meu quarto, na sala já tenho outro e ele acabou enrolado no corredor!

Quem já leu os posts sobre organização aqui no blog sabe que nós somos super contra acumular objetos sem uso. Eu já estava agoniada com esse tapete encostado aqui, mas achava que era complicado e trabalhoso vender essas coisas…

Foi aí que OLX propôs um desafio: mostrar aqui no blog algum desapego de decoração. Adorei a ideia e não pensei duas vezes, tirei algumas fotos do tapete, entrei no site da OLX, fiz um cadastro rapidinho (totalmente grátis) e pronto! Adorei a experiência, achei tão simples que já estou querendo anunciar outras coisas, meu lema atualmente é: “casa arrumada é casa vazia”. De quebra vou transformar vários objetos sem uso em uma grana extra… Bom, né?

fotos-tapete-quarto-bebe É um tapete de 2,00 x 2,50m, na cor marfim, com base de algodão e acabamento 100% poliéster. Segue o link para quem se interessar em comprar:  OLX – clique aqui.

 + quartos de bebê





Quarto do Arthur
Postado Por - 15 de abril de 2013

Agora sim, tudo pronto! Depois de postar o passo a passo da decoração do quarto do Arthur (partes 1, 2, 3 e 4) estava doida pra mostrar as fotos do resultado final, com todos os detalhes! Não fiz obra, mas investi na decoração com itens que serão aproveitados caso eu me mude desse apartamento, e mesmo quando ele crescer.

quarto de bebe parede listrada

Já falei que queria um quarto com carinha de praia e pra esse efeito, o primeiro item que escolhi foi o tecido listrado que marca a parede atrás do berço. Ele foi colado diretamente na parede com 1,5m de altura a partir do teto. Arrematando o tecido coloquei uma prateleira de 8cm que apoia alguns enfeites. Para a poltrona, escolhi um composto de linho e algodão, que dá um efeito rústico mas é bem confortável. E olha o meu móvel amarelo aqui de novo, já falei sobre ele nesse post aqui! Foto: Clausem Bonifácio.

quarto de bebe menino azul marinho

Na parede oposta fica a cômoda, onde ficam as roupinhas dele e o trocador, uma estante para os enfeites e brinquedos e a poltrona que vira um colchão de solteiro. Como expliquei no post sobre o layout, não quis colocar uma cama pra ganhar espaço, mas senti necessidade de ter no quarto um colchão pra necessidade de alguém dormir ou pra esticar quando ele estiver engatinhando e brincando no chão. Adorei o resultado! A cômoda rústica também sempre esteve nos planos e ficou muito charmosa com os puxadores de porcelana. Foto: Clausem Bonifácio.

decoracao quarto de bebe azul e branco

Para escolher os tecidos, parti do listrado da parede e escolhi os outros de acordo com ele. Queria um enxoval bem neutro, mas com algum destaque e quando vi essa estampa IKAT me apaixonei! Usei no colchãozinho do trocador, nos rolinhos de dentro do berço e nas almofadas. Foto: Clausem Bonifácio.

Foto: Blog ASSIM eu gosto

Desenhei a estante pensando em acrescentar prateleiras de acordo com a necessidade. No futuro, a cômoda vai dar lugar a uma mesinha de desenhos, e depois de estudos, e assim esse móvel vai acompanhar o crescimento do Arthur. Além das prateleiras abertas para os enfeites, coloquei um nicho fechado para brinquedos, e depois para os livros, e a porta dele segue o desenho de veneziana do berço, detalhe que amei! Fotos: blog ASSIM eu gosto.

Foto: blog ASSIM eu gosto

Como o berço que escolhi tem as laterais de telinha, não senti necessidade de um protetor de berço completo, coloquei apenas na peseira e na cabeceira e quis tudo bem branquinho pra destacar o desenho do berço. Aliás, eu AMEI o berço mais ao vivo do que na foto. Ele é certificado pelo INMETRO e parece mesmo muito seguro. Acho que as vantagens da telinha no lugar da grade, deixa o berço mais ventilado e não apresenta riscos do bebê se machucar. Fotos: blog ASSIM eu gosto.

Foto: blog ASSIM eu gosto

Amei cada detalhe do enxoval, que foi todo executado pela Quarteto. Nossa parceria com essa loja é antiga e na verdade não tem nenhuma outra loja em Brasília que faça enxovais com a mesma beleza e a qualidade. A almofada em formato de bóia ficou fofa, né? Fotos: blog ASSIM eu gosto.

Fotos: blog ASSIM eu gosto

Enfeites legais fazem toda a diferença no resultado final. Fui garimpando ao longo dos meses, comprei alguns numa viagem ao Rio e outros pela internet, e ganhei peças muito fofas também, como o aviãozinho que minha mãe pintou. Mas os primeiros enfeites que escolhi e encomendei foram os ursinhos – um mergulhador e um surfista. Me apaixonei à primeira vista. Fotos: blog ASSIM eu gosto

Pensei muito na funcionalidade, mas só vou saber de deu tudo certo com o uso. Aí conto tudo pra vocês! Gostaram? Acham que ele vai amar?

Berço: Berta Gonçalez; Cômoda: Empório Neusa Barbosa; Enxoval, tecido da parede e futton: Quarteto; Ursos (mergulhador/surfista): Dolce Spazio; Tapete: Westwing; : Etna, Westwing, acervo pessoal.

ATUALIZAÇÃO: Cris deixou o post agendado para hoje e por coincidência Arthur nasceu nesta madrugada. Mamãe e bebê passam bem. Ele é a coisa mais linda do mundo!!! Agora sim este quartinho vai ficar completo e perfeito! 😉 Bjos, Mari





Quarto do Arthur – parte 4
Postado Por - 19 de março de 2013

——> Continuação Quarto do Arthur – parte 3

4 títuloDentro do estilo anteriormente definido para o quarto, chegou a hora de definir os detalhes do quartinho: cores, tecidos, texturas, acabamentos, enfeites. É nessa etapa que decidimos elementos importantes, como o kit berço e o enxoval da cama (se existir). Acho muito difícil encontrar esses itens prontos exatamente do jeito que imaginamos, por isso, prefiro fazer sob encomenda.

Dica 1: escolher um tecido principal e a partir dele fazer uma composição com outros que complementem.

Dica 2: escolher a cor da tinta ou papel de parede quando o enxoval estiver definido, há no mercado mais variedades de tinta do que de tecidos!

Protetores de Berço

Eles servem pra proteger o bebê das grades do berço, além de torná-lo mais bonito e mais aconchegante para um bebezinho que acabou de sair de um espaço tão pequeno…

Obs: Tenho visto algumas contra-indicações de pediatras pelo risco de sufocamento ou de servir como degrau, por isso algumas pessoas optam por modelos mais fininho ou por não usar. Eu ainda não tive minha própria experiência, mas nunca ouvi nenhum caso real desses. Penso que se eles forem bem presos na grade não vão oferecer riscos, e que se o bebê tiver capacidade de usar como degrau, está na hora de tirá-lo do berço.

enxoval_01 enxoval_02 enxoval_03

Enxoval da cama

Adoro quando o quarto tem espaço pra cama, pois esse é um dos elementos mais decorativos, já que comporta a colcha, a saia e muitas almofadas – adoro composições que misturam vários tecidos e formatos nas almofadas, o enxoval fica mais rico!

camas_01 camas_02 camas_03

Dessa vez não vou mostrar as escolhas pro quarto do Arthur, prefiro guardar a surpresa pra quando publicar a foto de tudo prontinho… Está quase! Por enquanto, esses exemplos são lindos, né?

Imagens: Constance Zahn Babies, Bebê com Estilo, Casa Cláudia, Quarto de Bebê.net, Assim eu Gosto.





Quarto do Arthur – parte 3
Postado Por - 20 de fevereiro de 2013

——> Continuação Quarto do Arthur – parte 23 título

Depois de definir layout e estilo do quarto chega a hora de escolher os móveis. Claro que eles têm que ser bonitos e combinar com a decoração! Também precisam estar dentro das medidas do layout, senão ele não funciona. Mas existem outros fatores muito importantes a se considerar na hora da compra: funcionalidade, conforto e segurança.

Mas a primeira dica é em relação aos prazos!  A maioria das lojas pedem de 45 a 65 dias para entregar móveis e enxoval. Por isso, não deixe pra última hora, se quiser o quarto montadinho com calma e sem correr o risco de não ficar pronto antes do nascimento, recomendo pedir os móveis com no máximo 25 semanas de gestação.

Berço

Medidas: os colchões mais comuns encontrados no mercado são os do padrão americano: 1,30 m de comprimento por 70 cm de largura. Logo, os berços são um pouco maiores que isso. Cuidado com os detalhes externos, pois eles podem aumentar muito a medida final.

Normas de segurança: recentemente o INMETRO criou uma certificação para que os berços sejam realmente seguros para o bebê. As recomendações vão desde de medidas e espaçamentos até os pequenos detalhes. Todas estão especificadas no site do INMETRO, não deixe de conferir!

1_aeg_berços de madeira 1_aeg_berços laca branca berços

Minha escolha: No começo eu quis muito um berço de madeira mesmo – maciça e com cor de madeira, mas só encontrei opções a preços proibitivos. Os mais acessíveis não eram de madeira, e sim laminados, e eu não gostei do acabamento e dos tons. Também pensei em encomendar para um marceneiro de confiança, mas preferi procurar uma peça certificada. Com tantas limitações do mercado, acabei desistindo do sonhado berço de madeira e optei por um laqueado com as laterais em telinha. Ele tem as estrutura em madeira maciça e os detalhes em MDF. Me encantei pelo desenho moderninho e pelo detalhe de veneziana. Também gosto muito da opção da tela, assim não precisei encomendar um protetor de berço pra todas as laterais, optei por colocá-los apenas nas partes duras.

Trocador

É muito importante ter um espaço adequado e funcional para as trocas de fraldas. Ele pode estar localizado dentro do armário ( muito bom pra economizar espaço), numa bancada ou em cima da cômoda. O espaço deve abrigar o colchãozinho utilizado pra apoiar o bebê (normalmente 50x90cm) e todos os itens utilizados na troca devem ficar bem acessíveis: fraldas, algodão, cotonete, água quente, etc. A altura ideal do trocador é a 90cm do chão, mas pode variar de acordo com a altura dos pais.

cômodas

bancadas armário

Minha escolha: Optei por uma cômoda porque acho prático ter as roupinhas e outros itens sempre à mão na hora de trocar o bebê. Já que escolhi um berço branquinho, decidi encomendar uma cômoda de madeira de demolição. Me lembrei dos antiquários que conheci em uma viagem a Tiradentes, e pesquisando no site de um deles, achei um modelo no estilo que eu queria: rústica e não muito escura. Nesse mesmo modelo, eles fabricaram a peça nas medidas que eu especifiquei.

Poltrona

Aqui a escolha é bem pessoal. Ela deve combinar com o estilo do quarto, mas acima de tudo deve ser confortável, afinal, é um lugar onde as mamães passam boas horas, né? Mas já ouvi várias opiniões, há quem não use e prefira amamentar na cama. Há também as que compram aquelas “poltronas do papai” enormes. Meu conselho é optar por uma peça que fique proporcional ao quarto e tenha um bom apoio para as costas e cabeça. O pufe é opcional, mas acho útil para permitir um descanso para as pernas durante as madrugadas. Uma mesinha de apoio do lado é essencial.

poltronas bebê

Minha escolha: Adoro peças de família e por isso vou usar uma poltroninha super charmosa da minha avó! É só trocar o estofado e ela ficará novinha e com mais histórias pra contar! Pra complementar, comprei um pufe para apoiar os pés. (Ainda não tenho foto).

Estantes e prateleiras

São essenciais na decoração, pois abrigam os enfeites e brinquedos do bebê. Prefiro os modelos que possam ter partes fechadas – para guardar os brinquedinhos que não combinam com a decoração – e abertas, pra enfeitar mesmo. Na prática isso só funciona durante um tempo – depois os enfeites delicados vão perdendo espaço para um monte de brinquedos enormes e super coloridos. Minha dica é comprar cestos ou caixas e agrupá-los por tema, mantendo a estante sempre organizada e com o mínimo de poluição visual.

estantes

Minha escolha: Mandei fazer sob medida uma estante com prateleiras e um nicho fechado, em um modelo que acompanhe o crescimento e as mudanças de uso.  (Ainda não tenho foto).

Imagens: Constance Zahn Babies, Bebê com Estilo, Casa Cláudia, Quarto de Bebê, Assim eu Gosto.

 





Quarto do Arthur – parte 2
Postado Por - 29 de janeiro de 2013

——> Continuação Quarto do Arthur – parte 1

Depois de definido o layout, o segundo passo para montar o quartinho do bebê é definir o estilo desejado para a decoração, pois ele vai direcionar a escolha das cores, do tipo de móveis, dos tecidos e todos os outros acabamentos.

Particularmente eu não gosto de temas, daqueles que se repetem em bordados, faixas, papéis de paredes, enfeites… afff, vira uma overdose de ursinhos, bonequinhas, ovelhinhas… Quando eu falo em estilo, penso em uma combinação bacana de tecidos, um composição de cores bonita, que seja atemporal e acompanhe o bebê até o segundo quarto, ou que até possam ser usados em outros cômodos da casa, porque não?!

É claro que o quarto deve ter carinha de bebê e muitos enfeites fofinhos, que até podem seguir um tema, desde que eles seja usado em detalhes, sem carregar demais a decoração. Segue alguns exemplos lindos de quartos super estilosos e cheios de detalhes fofos.

estilos1_assimeugostoestilos2_assimeugostoestilos3_assimeugostoestilos4_assimeugostoestilos5_assimeugosto

Pra facilitar as escolhas é importante definir um ponto de partida, um tecido apaixonante, uma cor de preferência, uma peça ou móvel de família, alguma preferência dos pais… A partir daí muitas ideias podem surgir!

No caso do quartinho do Arthur, optei por uma decoração com carinha de casa de praia. Além de amar o estilo, eu e meu marido adoramos viajar pra praia, e por isso o quartinho vai ter tudo a ver com a gente! Busquei inspiração em vários tipos de ambientes, não só em quartos infantis. Já tinha na cabeça a combinação branco + azul marinho + madeira, que eu amo, e busquei fotos e ideias bacanas com essas referências.

1-quartinhos1

1-ambientespraia_assimeugosto

assimeugosto_arthur_detalhes1

Vou mostrar todas as minhas escolhas de móveis, tecidos e acabamentos nas próximas etapas, aguardem!

Imagens: reprodução

Continua aqui!






Diariamente, recebemos vários comentários e emails pedindo dicas ou soluções para algum detalhe específico. Tentamos responder à maioria, mas é impossível atender a todos imediatamente. Então, se você deixou algum recadinho por aqui, ele será respondido ou um post será feito pra deixar tudo bem explicado!