Arquivo para piso área externa - assim eu gosto: decoração e arquitetura
Como definir a entrada da casa
Postado Por - 14 de agosto de 2017

Como definir a entrada da casa é um grande desafio, pois devemos considerar uma lista de fatores que devem funcionar em harmonia: o estilo da casa e da porta de entrada, o tipo de muro/portão, o piso externo (calçada) e o interno (hall de entrada), o jardim, a iluminação, a funcionalidade, a estética,… Dá um trabalhão! Por isso, resolvi selecionar algumas entradas de casas, cuja junção desses fatores foi bem resolvida.

piso entrada casa escada iluminacao

(leia mais…)





Varandas integradas com a sala
Postado Por - 12 de março de 2016

As varandas integradas com a sala são praticamente unanimidade nos projetos de casas atuais, todos querem essa continuidade da sala de estar com a área externa, deixando a área social maior e mais despojada. Com isso, a estrutura, as esquadrias e os pisos foram se modernizando e adaptando às novas necessidades, deixando os projetos mais bonitos e interessantes.

Para conseguir essa integração, ainda na fase de projeto, a estrutura deve ser calculada com pilares bem afastados (para caber portas maiores e não ficar um pilar no meio do vão) e vigas mais altas ou invertidas (para o teto ficar todo na mesma altura e também ter continuidade entre os ambientes). Acho interessante considerar o pé direito mais alto, pelo menos acima de 3m. Esse fator encarece a obra, pois o valor de execução dessa estrutura mais complexa é maior.

Outro ponto a ser considerado é que as portas de correr devem ser bem grandes, para quando estiverem abertas permitirem a abertura total do vão. Vejam esse post que fizemos sobre esquadrias e decida de qual material serão as da sua casa. As mais usadas para esses casos de grandes vãos são as de pvc e alumínio. Esse fator também encarece a obra.

Para finalizar em grande estilo, o piso deve ficar nivelado nos dois ambientes, com trilho embutido. Nesse caso, o piso pode ou não ser igual (na sala e na varanda), mas mesmo assim deve ficar alinhado, sendo que o da varanda deverá ter caimento para a água não entrar na sala.

Tudo isso que falei pode ser observado nesses projetos que escolhemos como inspiração. Observem a largura dos vãos e as alturas, o tipo de esquadria e também o acabamento do piso. Na minha opinião, varandas integradas com a sala são as mais interessantes para quem está construindo casa no momento, vale investir!

projeto casa contemporanea sala varanda com mesmo piso

1- Varanda integrada com a sala, com esquadria de alumínio marrom + piso de mármore travertino resinado nos dois ambientes + teto nivelado. Observem que no piso e no teto somente os trilhos ficam aparentes, super discretos. Projeto Anastasia Arquitetos.

projeto marcio kogan

2- Sala e varanda integradas, com piso de mármore e trilhos totalmente embutidos + teto no mesmo nível, mas diferentes acabamentos: na sala é gesso e na varanda concreto aparente + parede de pedra natural + móveis contemporâneos. Projeto Márcio Kogan.

casa integrada marcio kogan mk 27

varanda integrada sala mk27 kogan pentente tom dixon

3- Outro projeto do arquiteto Márcio Kogan de casa totalmente integrada, com sala e exterior praticamente juntos, trazendo o jardim para dentro de casa. Para quem não conhece, vale pesquisar sobre o Studio MK27 e ver os lindíssimos projetos nesse estilo que ele sempre faz. As esquadrias são gigantes! ♥

casa pe direito duplo sala jantar varanda cadeira sergio rodrigues

varanda pe direito duplo esqaudria aluminio marrom

4 e 5- Duas salas com propostas parecidas: pé direito super alto e esquadrias enormes (de alumínio) nas duas laterais + piso de mármore travertino (dentro e fora) + móveis de design arrojado. Projeto de Alexandre Aguirre e, na segunda foto, projeto de Marco Aurélio Viterbo.

sala linda decoracao atual moderna pe direito duplo painel madeira

6- Outra sala com pé direito alto e esquadrias enormes + piso nivelado. Olha como o ambiente fica claro e arejado com essas aberturas, mesmo com o painel de madeira ocupando uma parede inteira. Projeto Suíte Arquitetos.

sala varanda piso granilite branco parede marmore

7- Casa integrada com piso igual na área externa e na sala (graniste branco) + esquadrias brancas + detalhes de mármore Travertino Navona. Sou apaixonada por esse projeto, foi o primeiro “Assim eu gosto” que fiz, há mais de 5 anos, e continua super atual! Projeto Ximenes Leite Arquitetura e Mário Biselli.

porta de correr aluminio grande trilho nivel piso

projeto casa condominio fernanda marques

hotel villa fasano marcio kogan fernanda marques

8- Sala e varandas integradas, com esquadrias de alumínio + teto e piso nivelados. Observem a vista que se tem da sala para o lago na frente da casa, linda, né? Projeto Márcio Kogan (Hotel Villa Fasano) e decoração da Fernanda Marques.

varanda porta vidro temperado blidex

9- Varanda com piso de mármore travertino resinado + esquadrias de vidro temperado incolor e trilho embutido no piso. Projeto Denise Zuba.

casa com varanda nivelada com a sala esquadroa aluminio

sala grande piso travertino parede mosarte

10- Varanda integrada com a sala + esquadrias de alumínio e vidro + portas de madeira tipo camarão para isolar a churrasqueira. Piso e teto são nivelados e o piso é o mesmo em tudo: mármore travertino resinado. Projeto Ana Maria Arksy.

projeto casa grande moderna atual chique integrada esquadria vidro

11- Sala e varanda integradas, com sugestão de piso interessante: na sala o piso é de mármore polido e na varanda, de mármore escovado ou resinado (acabamento fosco e mais antiderrapante). O mármore pode ser o mesmo, apenas com diferentes acabamentos. Projeto Ricardo Campos.

esquadria aluminio piso nivelado sala varanda trilho embutido

varanda piso cimenticio cinza jardim tidelli

varanda piso cimenticio igual varanda

12- Varanda e sala com piso de cimento queimado (pode ser um cimentício ou um porcelanato de tamanho grande) + teto de concreto aparente ou cimento queimado + esquadrias de alumínio preto + móveis de madeira e corda colorida (da Tidelli). Projeto Adriana Mundim e Fernando R. Galvão.

esquadrias grandes aluminio vidro abertura total casa projeto

13- Casa com piso de cimento queimado na sala + cimentício na varanda + esquadrias pretas + teto nivelado + parede de tijolo aparente. Projeto Seferin Arquitetura.

varandas e salas integradas assim eu gosto arquitetura

14- Casa com pé direito alto e esquadrias brancas + piso igual na sala e na varanda, inclusive em volta da piscina e na churrasqueira + deck de madeira + parede de pedra natural.

casa piso telhado estrutura madeira projeto arquitetura

casa linda piso integrado taco ripa tabua madeira porta camarao

15- Casa com piso, teto e esquadrias tipo camarão de madeira. Observem que o piso interno e externo são iguais, porém com acabamentos diferentes. Que vista maravilhosa! Projeto Benjamin Garcia Saxe.

projeto de casa porta de corer varanda integrada

16- Casa com esquadria enorme (6 metros de vão) + pisos diferentes: na sala porcelanato polido (ou mármore branco) e na varanda e churrasqueira, pedra natural. Projeto Reinach e Mendonça Arquitetos Associados.

 

*Para quem também ama casa com varandas integradas, veja também os outros posts que já fizemos sobre esquadrias e ambientes integrados! 😉





Tudo sobre porcelanato
Postado Por - 02 de dezembro de 2014

O porcelanato é o material mais usado atualmente para revestimentos internos e externos de pisos e paredes dos mais diversos ambientes. Isso porque a indústria desses material avançou muito desde o seu surgimento (em meados da década de 70, na Itália) e utiliza altas tecnologias para a fabricação de revestimentos cada vez mais bonitos e resistentes. Aqui vai um post completinho pra ninguém ter dúvidas na hora de escolher esse material.

o-que-e-porcelanato-2

O QUE É

Porcelanato é uma placa de revestimento cerâmico compacta que tem como principal característica a baixa absorção de água. A fabricação do porcelanato é resultado de uma tecnologia que avançou muito nos últimos anos. Eles são compostos, basicamente, por uma mistura de argilas, feldspatos, areias feldspáticas, entre outros, e submetidos a elevado grau de moagem, prensagem, secagem, alta compactação e tratamento térmico superior a 1200Cº.

Além da baixíssima porosidade, as placas de porcelanato possuem alta resistência à abrasão, massa homogênea, uniformidade de coloração, e variedade de acabamentos fazendo com que seja um dos principais materiais de revestimento utilizados para os mais diversos ambientes.

Para assentar o porcelanato se utilizam argamassas e rejuntes especiais e mão de obra experiente para garantir um acabamento uniforme.

TIPOS

Técnico: Também conhecido como “toda massa”, os porcelanatos técnicos não recebem esmalte na superfície e possuem alta resistência mecânica.

Técnico polido: Recebe o polimento mecânico de acordo com o efeito desejado.

Técnico natural: Não recebe polimento.

Esmaltado: Porcelanato que recebe esmalte com brilho e decoração por cima;

Esmaltado Acetinado: recebe um esmalte sem brilho com decoração por cima;

Digital Polido: Recebe o esmalte com decoração digital e depois passa pelo polimento que gera um brilho natural ao produto.

*Os mais usados atualmente são os esmaltados e o natural.

ACABAMENTOS

Retificado: o acabamento das bordas do porcelanato é totalmente reta com o objetivo de diminuir a aparência do rejunte entre as placas.(é possível utilizar uma junta de até 1mm)

Bold: o acabamento das bordas são levemente arredondadas, gerando um espaço maior entre as peças. Esse acabamento é cada vez menos utilizado, pois o rejunte largo acumula resíduos e manchas.

TEXTURAS

As texturas e cores dos porcelanatos são as mais diversas, dependendo do fabricante. É possível encontrar peças lisas e uniformes ou com superfícies que reproduzem diversos acabamentos de materiais como madeira, mármores, couro, tecidos, fibras, cimento queimado etc (atualmente, dependendo do fabricante, esses superfícies são lindas, nada parecidas com as cerâmicas que tentavam fazer isso antigamente).

porcelanato-que-imita-madeira

Os porcelanatos que reproduzem o aspectos das madeiras naturais são uma ótima opção para aliar a estética e o aconchego da madeira com a praticidade do porcelanato. Projeto Alessandra Guidoni com porcelanatos Ravenna Sabbia e Legno Maso, da Biancogres.

porcelanato-madeira-no-banheiro

Nesse banheiro foram usados vários materiais: mármore na bancada, cimentício na parede e porcelanato tipo madeira no piso. Projeto Ivan Hellmeister.

porcelanato-que-imita-marmore

Os porcelanatos com veios tipo mármore estão cada vez mais bonitos e mais parecidos com as pedras naturais. Esse da imagem é o porcelanato digital polido Marmo Calacata Bianco, da Biancogres

porcelanato-efeito-marmore

Esse piso não deixa nada a desejar para um mármore verdadeiro, e foi usado nessa sala com a mesma sofisticação. Projeto Thiago Colares.

porcelanato-polido-na-sala

O porcelanato branco com acabamento polido se destaca mesmo nessa sala monocromática. Projeto Max Mello com porcelanato Alabastro Bianco da Biancogres.

porcelanato-acetinado

Essa sala toda clarinha tem no piso um porcelanato branco acetinado, que também reveste as circulações demais cômodos do apartamento. Gosto mais desse efeito sem brilho do que do porcelanato polido.

TAMANHOS E FORMATOS

Dependendo do fabricante é possível encontrar peças de 45×45 até formatos enormes, que passam de 150cm. O ideal é planejar a paginação considerando a proporção do ambiente,  bem como as condições de transporte e assentamento (quanto maior o formato, mais experiente deve ser a mão de obra). Considero o tamanho 60x60cm um dos mínimos para hoje em dia.

Normalmente a espessura do porcelando é de aproximadamente  10mm, mas é possível encontrar no mercado peças finíssimas que podem ser assentadas sobre pisos existentes, diminuindo a sujeira e o tempo de obra. A tendência mundial das industrias é fabricar peças com as menores espessuras em grandes formatos, mais igualmente resistentes.

CLASSIFICAÇÃO PEI

classificacao-pei-porcelanatos

* Essa classificação é exclusiva dos porcelanatos esmaltados, já que trata da resistências dos esmaltes à abrasão.

COMO E ONDE USAR

porcelanato-no-banheiro-3

Os porcelanatos com acabamento acetinado são mais indicados para banheiros por conta de uma pequena porosidade que os torna menos ecorregadios do que os polidos, mas igualmente fáceis de limpar. Nesses ambientes, peças muito grandes podem dificultar o assentamento com caimento de água e exigir muitos recortes. Nem é preciso dizer que o acabamento retificado minimiza muito o problema do limo nos rejuntes das áreas molhadas, né? O material das paredes da imagem é o  Mosaic Bianco da Biancogres. Adorei o relevo!

porcelanato-na-cozinha

Os porcelanatos são ideais para pisos e paredes de cozinhas, principalmente porque quase não absorvem gordura e são fáceis de limpar. Pisos muito polidos e de cor uniforme destacam qualquer sujeirinha. O acabamento retificado aqui também é a melhor opção. Na parede foi utilizado o  porcelanato Fiori di Lotus e no piso,  Royal Marfil, ambos da Biancogres

porcelanato-na-parede

Existem no mercado porcelanatos com as mais variadas texturas e estampas para serem usados nas paredes. Eles não possuem resistência para serem usados no piso, mas o contrário, colocar uma peça para piso na parede, é possível. Esse da foto, atrás do paine de tv,  reproduz o efeito das pedras filetadas, com a vantagem de vir em placas bem mais fáceis de assentar. Projeto Rebecca AmazonasPorcelanato Filetti Bianco Biancogres

porcelanato-no-quarto

Qualquer acabamento pode ser usado em quartos, mas por se tratar de um material frio, pode necessitar do auxílio de tapetes para aquecer em regiões ou em dias mais frios. Porcelanato Cemento Avorio da Biancogres.

porcelanato-na-sala

Qualquer acabamento pode ser usado nesses ambientes, dependendo do estilo e do efeito desejados. Os grandes formatos são os preferidos pela estética mais uniforme. Retificados, sempre! O piso da imagem te um efeito gráfico lindo! É o Sea Voyage Vele da Biancogres

porcelanato-para-area-externa

Como já falamos nesse post aqui, não existe material perfeito para essas áreas, já que o acabamento anti-derrapante dificulta a limpeza. Mas os porcelanatos naturais são resistentes e apropriados para esse uso.  Cores mais escuras e menos uniformes disfarçam as manchas. O materia da foto foi inspirado pedra Miracema. Porcelanato Rock Silver Biancogres com acabamento natural.

VANTAGENS

– Diversidade de acabamentos, formatos, fabricantes e preços;

– São materiais versáteis, que podem ser usados em banheiros, cozinhas, salas, quartos etc;

– Apresenta absorção de água igual ou menor a 0.05%, alta resistente e durabilidade;

– É um material fácil de limpar, os retificados possuem áreas reduzidas de rejunte, facilitando ainda mais a limpeza e manutenção (falamos sobre isso aqui);

– Os porcelanatos têm  menor espessura e são mais leves e fáceis de trabalhar do que as pedras naturais (mármore e granito).

– São materiais uniformes, não têm as falhas naturais características das rochas;

– Possui melhores características técnicas e estéticas do que as cerâmicas;

– Dependendo do tipo de porcelanato escolhido, é resistente ao tempo e à umidade, podendo ser usados em áreas externas.

DESVANTAGENS

– Porcelanatos esmaltados podem lascar e rachar;

– Porcelanatos polidos são escorregadios e suscetíveis a riscos e manchas;

– Porcelanatos com acabamento natural são antiderrapantes, mas a limpeza é mais difícil;

– Se precisar repôr alguma peça, pode haver diferença na tonalidade de peças de lotes diferentes;

– Cores claras e uniformes necessitam de limpeza diária, pois qualquer sujeira aparece com facilidade;

– Porcelanatos instalados não podem receber polimento posterior (como mármores e granitos).

LIMPEZA E MANUTENÇÃO

– Os porcelanatos costumam vir com uma capa para proteger durante o transporte e o assentamento. Para remover essa proteção, deve-se usar um pano seco ou umedecido com álcool.

– A limpeza diária deve ser feita com 1 colher de sopa de são de côco líquido ou com detergente neutro diluídos em 5 litros de água. Para evitar os arranhões a dica é utilizar vassouras de pelo macio ou pano de chão. Para uma limpeza mais pesada, existem produtos específicos no mercado.

– Não se deve utilizar na limpeza escovas abrasivas, ceras e produtos que prometem realçar o brilho, ácido, produtos tira ferrugem, limpa pedras ou limpa alumínio.

– Uma dica para evitar que resíduos abrasivos sobre o porcelanato é ter sempre um capacho na entrada da casa.

.

+ materiais e revestimentos





Pela rua
Postado Por - 02 de setembro de 2011

Andando pela rua, você já observou onde pisa? Qual o tipo de piso que tem na frente da sua casa? A variedade é enorme, mas essas quatro opções abaixo estão liindas!

Fotos: Oh Joy!

Veja também: tipos de piso para área externa






Diariamente, recebemos vários comentários e emails pedindo dicas ou soluções para algum detalhe específico. Tentamos responder à maioria, mas é impossível atender a todos imediatamente. Então, se você deixou algum recadinho por aqui, ele será respondido ou um post será feito pra deixar tudo bem explicado!