Arquivo para mostras de decoração - Page 3 of 7 - assim eu gosto: decoração e arquitetura
Quarto do Jovem – Casa Cor SP
Postado Por - 03 de julho de 2011

Projetado por Paula Magnani, esse quarto apresenta uma decoração moderna e com ares masculinos, a começar pela combinação de cores: preto, branco e azul.

1 quarto rapaz moderno minimalista clean

A cama baixinha, tipo futon, e a cabeceira formada por almofadas formam uma combinação estilosa e despojada. As fotos apoiadas ao fundo são lindas!

casa cor quarto jovem paula magnani

Ao pé da cama, as banquetas com azulejos Athos Bulcão (tem um post sobre ele aqui) se destacam na decoração.

quarto criado baixo cama tablado

O criado baixinho é apoiado sobre um tablado que vem da cabeceira.

decorcao quarto rapaz moderno

quarto rapaz casa cor estante laca cinza

Gosto muito da estante aberta com fundo e prateleiras cinza. A escadinha azul é um charme a mais! A composição de quadros é sempre uma ideia bacana pra dar personalidade à decoração.

Via Tecto.

* Mais sobre a Casa Cor SP 2011 aqui e aqui!

.

+ quartos de adolescentes aqui

.





Suíte de menina
Postado Por - 30 de junho de 2011

Pensada para uma adolescente, essa suíte de 80m² é composta de espaços setorizados para dormir, estudar e receber os amigos, além de closet, banheiro e camarim, ou seja, o sonho de qualquer menina! O estilo é moderno e feminino e mistura elementos sofisticados, mas com um toque lúdico e infantil, tudo a ver com essa fase de transição.

quarto adolescente menina

A parede da cabeceira recebeu um painel em “U” de madeira com laca branca, todo desenhado em relevo. Ele se repete também no lado oposto, abrigando a TV e outros aparelhos, e marcando a área de dormir. Ao fundo a penteadeira com espelho redondo, que divide os espaços e pode ser usada dos dois lados. Um abriga as maquiagens e o outro, os acessórios de cabelo.

O charme desse cantinho é o criado com desenho antiguinho modernizado pela laca vermelha extra brilho. Eu amei!  As almofadas da cama são todas relacionadas à moda. Repararam na redondinha, que tem formato de corpete? Um charme…

A parede ao fundo da escrivaninha recebeu um papel de parede com estampas de livros empilhados, marcando o espaço do estudos.

Um sofá tipo futon, pufes diferentes e uma estante equipada com tv de aparelhagem de home theater formam um ambiente despojado para receber os amigos.

Atrás do sofá um painel de fotos impresso em preto e branco. Gosto muito dessa forma de expor as fotos, acho que assim não pesa no ambiente.

.

Projeto Clélia Regina Ângelo.

+ quartos para adolescentes





Casa Cor SP 2011 {AW Celebration Lounge}
Postado Por - 24 de junho de 2011

A Casa Cor São Paulo já começou, mas esse ano, infelizmente, não será possível conferir de perto… Porém, graças às diversas coberturas de todas as revistas, já conseguimos escolher nossos ambientes preferidos, e vamos mostrá-los aos poucos aqui pra vocês.

Gosto muito do espaços que não são simplesmente decorados, mas possuem uma ideia, um conceito arquitetônico, e esse é o caso do AW Celebration Lounge. Projetado pelo Grupo Athié Wohnrath, esse ambiente ganhou o prêmio de Melhor Projeto de Uso Público da Casa Cor São Paulo 2011.

O AW Celebration Lounge ocupa cerca de 200m2 e apresenta a tendência dos hoteis atuais de transformar seus lounges de entrada em espaços aconchegantes e diferenciados. Esse bar, que parece flutuar no meio do ambiente, é o ponto forte do projeto.

Essa vista mais aproximada do balcão mostra o detalhe dos baldes de gelo encaixados, e a iluminação diferenciada.

Um enorme aquário ao fundo reflete a luz para todo o ambiente, que além do bar abriga jogos de sofás.

O piso e o teto escuros fecham o ambiente com um efeito mais aconchegante, necessário em ambientes como esse.

Casa Cor São Paulo 2011:

Esse evento, que completa 25 edições, é reconhecido como o mais importante das Américas. Ele reúne, dentro do mesmo espaço, a Casa Cor, Casa Kids, Casa Hotel e Casa Talento, totalizando 110 ambientes que exploram o tema “Dia a Dia com a Tecnologia”.  A mostra acontece do Jockey Club de São Paulo, de 24 de maio a 12 de julho. Quem estiver em São Paulo não pode perder!

Via Portal Tecto.





Loft Bauhaus
Postado Por - 11 de março de 2011

Projeto da arquiteta Ana Paula Barros para a Casa Cor Brasília 2010.

O loft tem 160m² e foi inspirado na famosa Glass House de Mies Van der Rohe,  fazendo um link entre a escola Bauhaus e a arquitetura moderna com a planta e a fachada livres, a presença de pilotis e as janelas sequenciais.

* Bauhaus foi uma famosa escola alemã que praticamente fundou o modernismo no design e na arquitetura e inspira muitos profissionais até hoje. Mies Van der Rohe foi um dos fundadores da Bauhaus e é autor do conceito “less is more”.

A fachada tem arquitetura limpa, com linhas retas e elementos naturais como a estrutura em aço cortén e o fechamento em vidro (são portas de correr que formam uma cortina de vidro e podem ser totalmente abertas). Observem o piso que é elevado e que no interior não há divisórias com paredes, lindo!

O ambiente interno foi composto por um grande estar/jantar, que também assume a função de varanda quando as portas são abertas. A parede em pedra empilhada é o grande destaque e nas laterais dá acesso à cozinha (lado esquerdo) e ao quarto com banheiro (lado direito).

A decoração e o mobiliário se harmonizam com o estilo da arquitetura. O piso é todo em madeira pinus ecologicamente correta da By Silva e os móveis são da Hill House ou executados pela marcenaria da Santo Ofício.

O grande aparador de madeira vai de um lado ao outro da sala e serve de apoio para o estar e para o jantar. Nesta foto dá para ver que tem um vão entre o teto e as paredes, este recurso permite que o ar quente saia do ambiente, sem a necessidade de usar ar condicionado. #sustentável

O quarto é super confortável, com paredes revestidas em madeira. O banheiro conjugado tem os mesmos acabamentos do quarto, com duas duchas e uma banheira.

A cozinha é chiquérrima e tem armários da Ornare e eletrodomésticos Viking!

Alguns detalhes: Na sala, a parede em pedra tem uma estrutura de ferro para suportar o peso das pedras sem deformar. / O encaixe das pedras dispensa o uso de cimento./ No quarto, o armário tem uma bela porta revestida em couro caramelo, da Ornare; e paredes revestidas em madeira clara instalada com os veios na vertical, amo esse efeito!

Projeto Ana Paula Barros./ Fotos: site da arquiteta.

——> Este projeto concorre ao I Prêmio Casa Cláudia de Design de Interiores na categoria Mostras de Decoração.

Gostou? Então vote aqui! Saiu o resultado e o projeto ficou em 1º lugar. Parabéns à toda equipe!

Sou suspeita para falar… já trabalhei com a Ana e muito do que sei hoje aprendi com ela. Este loft é uma síntese do seu trabalho, o seu estilo está evidente em cada detalhe. Ainda me inspiro com os seus belos projetos e fico orgulhosa de vê-la concorrendo a este prêmio, merece muito ganhar! Vamos votar gente!!!

.

+ projetos de loft aqui





Loft sustentável
Postado Por - 03 de dezembro de 2010

O Loft Sustentável foi projetado pela arquiteta Beta Pollis para a Casa Cor Brasília 2010.

A idéia era mostrar ao público que ambientes sustentáveis podem ser elegantes e luxuosos, fazendo com que as pessoas incorporem a sustentabilidade como um estilo de vida, se importando cada vez mais com o futuro do planeta e das novas gerações e procurando o uso consciente dos recursos e materiais disponíveis.

Dessa forma, o loft foi pensado para um casal sofisticado, que não abre mão de conforto e escolheu um modo de vida sustentável, cultivando verduras e legumes em sua própria horta, usando a bicicleta como meio de transporte e buscando toda a tecnologia disponível para uma construção que cause menos impacto ao meio ambiente.

A fachada tem desenho moderno, com platibandas escondendo o telhado e uma linda combinação de pedra, vidro e madeira. A porta de entrada é linda, ocupa quase todo o pé-direito duplo e é feita com madeira de reflorestamento.

A implantação da construção no terreno foi pensada para que a insolação fosse adequada. Assim, a fachada que recebe o sol da manhã é envidraçada e ali se localiza a horta. A fachada que recebe o sol da tarde é mais fechada e recebeu um telhado verde que ameniza a temperatura do interior em até 10%.

A estrutura da edificação é metálica, com alguns elementos de madeira e fechamentos em vidro ou alvenaria. Os enormes panos de vidro receberam uma película com 70% de proteção contra os raios ultravioleta. Quando acabar o evento, esses vidros serão reciclados. As pedras que revestem partes das fachadas são, na verdade, tiras reaproveitadas dos cortes de placas de granito para um efeito chamado spaccato.

No interior, uma palmeira que já existia no terreno ocupa todo o pé direito duplo e recebe irrigação proveniente dos drenos do ar condicionado. A sala recebeu uma decoração sofisticada, com tecidos naturais, como seda e linho, e muitos móveis atemporais com design assinado. Foram usados também alguns móveis antigos, feitos com madeiras que nem existem mais. A combinação de tons neutros e terrosos, associada à iluminação indireta, cria uma atmosfera aconchegante.

Uma das idéias mais legais desse projeto é a horta, que foi colocada numa caixa de aço corten formando uma jardineira que invade a cozinha gourmet, lá no fundo da foto. A horta apresenta uma tecnologia de cultivo japonesa, onde se cultivam hortaliças e alguns legumes com um substrato de apenas 10cm. Essa mesma tecnologia foi utilizada para o cultivo da grama que cobre o telhado verde. A cozinha gourmet, que recebe o sol da manhã, é coberta por uma enorme clarabóia, que permite a entrada de bastante luz natural.

Vários recursos de automação foram utilizados, não só para controlar a iluminação, através de sensores de insolação, mas também a irrigação da horta e do telhado verde. Outros conceitos essenciais para construções sustentáveis também foram abrangidos, como a captação e reuso de águas pluviais e do chuveiro, lavatórios e lavandeira para a limpeza e irrigação.

O piso da sala é em mármore, mas nesse caso ele foi utilizado numa versão super fina, de 5 mm.  No hall da escada, onde ficam as bicicletas, o piso é um cimentício. No fundo da escada foi utilizado o cimentício Rerthy, que foi fabricado conforme o desenho da própria arquiteta. A escada é bem leve, executada com estrutura metálica, degraus de madeira soltos e guarda-corpo em vidro temperado.

O projeto também priorizou a ventilação cruzada e os aparelhos de ar-condicionado escolhidos possuem  características que minimizam seu impacto no meio ambiente, como baixo consumo de energia, filtros que previnem bactérias e o gás que não agride a camada de ozônio. No piso do quarto, madeira de demolição.

Além de apresentar soluções viáveis e sustentáveis em um loft muito bem dividido e elegantemente decorado, é importante destacar toda a preocupação com a sustentabilidade da obra, executada para um evento com duração de apenas 40 dias, onde normalmente o que se vê é um desperdício enorme. Nesse caso, alguns materiais utilizados vieram de demolições de outras obras e, após a desmontagem, muitos elementos serão reaproveitados em outras construções, como toda a estrutura metálica. Telhas, fiação e tubulações serão doados e os vidros e entulhos serão reciclados.

.

+ projetos de loft aqui






Diariamente, recebemos vários comentários e emails pedindo dicas ou soluções para algum detalhe específico. Tentamos responder à maioria, mas é impossível atender a todos imediatamente. Então, se você deixou algum recadinho por aqui, ele será respondido ou um post será feito pra deixar tudo bem explicado!