Arquivo para imóveis antigos - assim eu gosto: decoração e arquitetura
Você está planejando mudar de casa?
Postado Por - 04 de maio de 2015

dicas para a casa nova

Você está planejando mudar de casa? Alugar, comprar, reformar, construir? Pesquisando imóveis novos ou antigos? Preparamos umas dicas que podem te ajudar a decidir sobre essa mudança!

Decidir onde morar – sendo ou não a primeira casa – é uma difícil missão. Acredito que a questão financeira é a que mais pesa, afinal, nem sempre o querer é poder! Rs… Então, dentro das suas limitações, defina o bairro (que é uma escolha bem pessoal) e que tipo de imóvel investir. Uma das grandes dúvidas que chegam até nós é a questão dos imóveis novos x imóveis antigos, até que ponto vale a pena um ou o outro?

imoveis antigos reforma

Imóveis antigos, na maioria das vezes, precisam de grandes reformas, que podem demorar de 3 meses a 1 ano (ou mais) e pode custar caro. Normalmente precisam trocar as instalações hidráulicas e elétricas, iluminação, gesso, piso, substituir as esquadrias…  Sem esquecer que banheiros e cozinhas são os ambientes que custam mais caro, levam mais tempo para serem reformados e dificilmente se resolvem com uma “maquiagem”.

COMPRA: Se for para comprar, pode valer a pena, mas saiba que uma reforma é inevitável. Geralmente são maiores, têm boa localização e você não vai ter pena de quebrar tudo para deixar a sua cara. O resultado costuma ser ótimo! Mas atenção para o estado de conservação do prédio: veja se ele já foi reformado, pois em caso de trocas de fachadas, pisos, elevadores e telhados as taxas extras costumam ser altas.

ALUGUEL: Já alugar, em curto prazo, nem sempre é uma boa opção. Mas se sua intenção é alugar por muito tempo, pode-se negociar com o proprietário um abatimento no valor do aluguel em troca das melhorias. Se for um parente (pai, tio, amigo) a negociação pode ser mais fácil, já que haverá valorização do imóvel dele, no caso de uma reforma. Veja este post com dicas para imóveis alugados!

 

imoveis na planta decoracao

Podem impressionar a primeira vista, mas se você for comprar, dificilmente vai conseguir mudar sem mexer em nada. Atualmente, os imóveis são cada vez menores e o aproveitamento de espaço virou um ponto crucial. As pessoas têm necessidades diferentes e nem sempre a planta padrão atende, é muito comum perder um quarto para crescer a sala ou criar um closet, transformar o banheiro da empregada em lavabo, etc.

COMPRA: Se for comprar um imóvel na planta, o ideal é que o projeto para reforma seja feito bem antes da entrega, já que é possível negociar com a construtora algumas modificações na planta e substituições de acabamentos. Você ganha tempo e economiza um pouco. O padrão de acabamento das construtoras normalmente é bom e tem a vantagem de ser tudo novinho. Mas não se iluda, pois se você sonha com um banheiro de revista e com a cozinha que você viu na Casa Cor, prepare-se para encarar uma reforma, nem sempre pequena, num apartamento que ainda nem foi usado!

ALUGUEL: Para alugar, preste atenção nos armários de cozinha e quarto. Se não tiver, prepare-se para gastar um bom dinheiro, já que são extremamente necessários e você não vai levar quando mudar. Porém, pequenos investimentos são válidos, considerando sua qualidade de vida no tempo em que você estiver morando lá. Investir em peças que você poderá levar como painéis removíveis, estantes adaptáveis e móveis em tamanho padrão são boas opções. Se sua intenção é alugar por muito tempo, funciona como o imóvel antigo: você negocia com o proprietário um abatimento no valor do aluguel em troca das melhorias e se for um parente, a negociação pode ser mais fácil, já que haverá valorização do imóvel dele. Veja este post com dicas para imóveis alugados!

 

DICAS PARA REFORMAR

Se for reformar, procure um profissional capacitado para te ajudar com um bom projeto. Esse investimento é menor do que muitos imaginam, ajuda a definir prioridades e também a economizar. #contrateumarquiteto Veja essas dicas importantes antes de reformar.

Se o seu primeiro imóvel for pequeno, provavelmente não atenderá necessidades futuras, como o crescimento da família. Antes de se empolgar com a reforma, analise por quanto tempo você vai morar nesse lugar. Tenha em mente que o investimento que você fará visa muito mais seu conforto do que a valorização do imóvel. Algumas coisas fazem diferença na hora de vender ou alugar (armários, o padrão de acabamento…), mas você não vai recuperar o valor total do investimento.

DICAS PARA CONSTRUIR

Aqui o planejamento precisa ser ainda maior. Você vai precisar de tempo pra escolher o terreno, os profissionais envolvidos, definir o projeto e, principalmente, para a obra em si. Mesmo que você opte por construir a casa em etapas, é interessante que você tenha o projeto completo, para que o que for construído hoje seja apenas complementado no futuro. Para quem vai construir, veja aqui os nossos posts sobre o assunto e  também os muitos projetos de casas que já mostramos.

LEMBRE-SE: Quanto mais tempo você puder se dedicar a sua obra, melhor vai ser o resultado e você ainda vai conseguir gastar menos, ou pelo menos ter um melhor planejamento financeiro. Considere, além da obra, que o projeto também leva tempo!

Qual a sua opinião? Deixe nos comentários a sua experiência!

*Imagens google image.

 

+ dicas para planejar uma obra ou reforma





Como definir onde morar
Postado Por - 01 de março de 2010

Este post foi atualizado e republicado AQUI.

Vai casar? E aí, vai morar onde?

Além de todos os preparativos para a festa de casamento, escolher o vestido, a lua de mel, tem também a casa. É uma época de muitas decisões importantes a tomar e muitas coisas novas a aprender. Sabendo disso, criamos a coluna “Quem casa quer casa”, onde iremos tentar orientar e esclarecer as principais dúvidas sobre o lugar onde vocês vão morar. Serve também para quem não vai casar, mas quer montar sua primeira casa e não sabe por onde começar.

Alugar, comprar, construir? Essa decisão precisa ser tomada junto com a decisão de casar, pois dependendo da opção que fizerem, o tempo poderá interferir nos seus planos e vocês podem acabar casando sem ter onde morar, o que é muito comum. Cada uma das opções tem vantagens e desvantagens , dependendo do tipo de imóvel.

Imóveis antigos na maioria das vezes precisam de grandes reformas. Deve-se prestar atenção, pois uma reforma assim pode demorar de 6 meses a 1 ano (ou mais) e pode custar caro. Normalmente precisam de substituição de esquadrias, instalações hidráulicas e elétricas, piso, etc. Banheiros e cozinhas são os ambientes que custam mais caro, levam mais tempo para serem reformados e dificilmente se resolvem com uma “maquiagenzinha”.

Se for para comprar, pode valer a pena. Geralmente são maiores, têm boa localização e você não vai ter pena de quebrar tudo para deixar a sua cara. O resultado costuma ser ótimo! Já alugar, em curto prazo, nem sempre é uma boa opção. Mas se sua intenção é alugar por muito tempo, pode-se negociar com o proprietário um abatimento no valor do aluguel em troca das melhorias. Se for um parente, pai, tio, a negociação pode ser mais fácil, já que haverá valorização do imóvel dele.

Podem impressionar a primeira vista, mas se você for comprar, dificilmente vai conseguir mudar sem mexer em nada. Atualmente, os imóveis são cada vez menores e o aproveitamento de espaço virou um ponto crucial. As pessoas têm necessidades diferentes e nem sempre a planta padrão atende a todas. É muito comum perder um quarto para crescer a sala ou criar um closet, transformar o banheiro da empregada em lavabo, etc.

Se for comprar um imóvel na planta, o ideal é que o projeto para reforma seja feito bem antes da entrega, já que é possível negociar com a construtora algumas modificações na planta e substituições de acabamentos. Você ganha tempo e economiza um pouco. O padrão de acabamento das construtoras normalmente é bom e tem a vantagem de ser tudo novinho, mas não se iluda! Se você sonha com um banheiro de revista e com a cozinha que você viu na Casa Cor, prepare-se para encarar uma reforma, nem sempre pequena, num apartamento que ainda nem foi usado!

Para alugar, preste atenção nos armários de cozinha e quarto. Se não tiver, prepare-se para gastar um bom dinheiro, já que são extremamente necessários e você não vai levar quando mudar. Porém, pequenos investimentos são válidos, considerando sua qualidade de vida no tempo em que você estiver morando lá. Investir em peças que você poderá levar como painéis removíveis, estantes adaptáveis e móveis em tamanho padrão são boas opções. Se sua intenção é alugar por muito tempo, funciona como o imóvel antigo: você negocia com o proprietário um abatimento no valor do aluguel em troca das melhorias e se for um parente, a negociação pode ser mais fácil, já que haverá valorização do imóvel dele.

Aqui o planejamento precisa ser ainda maior. Você vai precisar de tempo pra escolher o terreno, os profissionais envolvidos, definir o projeto e, principalmente, para a obra em si. Mesmo que você opte por construir a casa em etapas, é interessante que você tenha o projeto completo, para que o que for construído hoje seja apenas complementado no futuro. Na próxima semana faremos um post com os primeiros passos pra quem vai construir. Aguarde!

 Dicas importantes:

 Se vocês vão morar num imóvel que algum dos dois já mora, algumas adaptações podem ser necessárias. É importante que a casa de vocês tenha a cara dos dois. Às vezes pequenas mudanças, como trocar o tecido de estofados, pintar as paredes, mudar quadros de lugar, já fazem toda diferença.

Muitas vezes o seu primeiro imóvel é pequeno e não atenderá necessidades futuras, como o crescimento da família. Antes de se empolgar com a reforma, analise por quanto tempo você vai morar nesse lugar. Tenha em mente que o investimento que você fará com visa muito mais seu conforto do que a valorização do imóvel. Algumas coisas fazem diferença na hora de vender ou alugar (armários, o padrão de acabamento…), mas você não vai recuperar o valor total do investimento.

Se você precisa de um ano pra organizar uma festa, que dura uma noite, imagina pra organizar uma casa! Quanto mais tempo você dedicar a isso melhor vai ser o resultado e você ainda vai conseguir gastar menos, ou pelo menos ter um melhor planejamento financeiro. Considere, além da obra, que o projeto também leva tempo. Procure as arquitetas com antecedência!

Aguarde mais dicas pra montar uma casa linda!






Diariamente, recebemos vários comentários e emails pedindo dicas ou soluções para algum detalhe específico. Tentamos responder à maioria, mas é impossível atender a todos imediatamente. Então, se você deixou algum recadinho por aqui, ele será respondido ou um post será feito pra deixar tudo bem explicado!