Arquivo para hall - assim eu gosto: decoração e arquitetura
Como arrumar o aparador
Postado Por - 03 de junho de 2010

Aparador é um móvel estreito e comprido, geralmente da altura da mesa de refeições (75cm), que pode ser usado na sala de estar, na de jantar (fazendo as vezes de um buffet para apoiar as travessas durante as refeições), no hall de entrada e até na circulação (se couber!).

Mas aparador bonito tem que ser bem arrumado, com peças bem escolhidas. Como já falamos aqui no blog: “prefira objetos grandes, de proporções parecidas e com cores ou temas semelhantes ou que se combinem. Objetos muito pequenos, mesmo em grandes quantidades, dificilmente conseguem o mesmo efeito, eles somem, ficam imperceptíveis. O ideal é definir alguns objetos como destaques e usar os menores como complementos.”

Selecionamos algumas idéias para você se inspirar… e copiar!

Aparador em madeira colocado atrás do sofá. Gosto muito do desenho da peça e principalmente da sua função: disfarçar as costas do sofá. Os objetos escolhidos (vasos, cachepô, abajur) têm formas arredondadas, proporções parecidas e cores preta e branca. Projeto Karina Salgado, Betina Barcellis e Andréa Bugarib.

Aparador + quadro. Móvel em madeira de demolição usado na área de lazer (reparem nas toalhas) com 2 quadros colocados na mesma largura do aparador. (desire to inspire) / Móvel de antiquário usado com o quadro no meio e objetos dispostos de forma simétrica. Projeto Myrna Porcaro.

Moderno + clássico. Hall de entrada com aparador em laca preta e acrílico (Érea) com objetos antigos como o vaso e a bandeja com taças de cristal. Projeto Marco Aurélio Viterbo.

Aparador baixo em vidro usado atrás do sofá. Lindo e leve! / Cômoda antiga usada como aparador. Vasos com flores de um lado + objetos menores do outro = dá certo! As cores, o amarelo e o roxo sobre a peça escura, também ajudaram a dar mais vida.

Aparador atrás do sofá. Como o móvel é bem pesado, foram usados poucos objetos em pares. Livros são sempre boas opções para decorar, desde que tenham capas duras e bonitas. Projeto Débora Aguiar.

Escrivaninha vira aparador! Bela seleção de enfeites e parede vermelha ao fundo, adorei! / Aparador espelhado com enfeites mais clássicos em tons de branco e dourado. A dupla bandeja+abajur sempre funciona, pode usar!

Aparador vira escrivaninha! A peça em estilo mais rebuscado, ganhou ares mais moderno com cadeira de acrílico e os quadros preto e branco. O ambiente ficou muito interessante com esse contraste dos móveis. Foto Vila do Artesão.

CONTINUA AQUI





Athos Bulcão
Postado Por - 02 de março de 2010

“Athos Bulcão é o artista de Brasília! As obras que aqui realizou foram feitas para o convívio com a população e carregam a consideração por esta cidade e seus habitantes. A sua trajetória artística é especialmente consagrada ao público em geral. Não ao que freqüenta museus e galerias, mas ao que entra acidentalmente em contato com sua obra, quando passa para ir ao trabalho, à escola ou simplesmente passeia pela cidade, impregnada pela sua obra, que “realça” o concreto da arquitetura de Brasília.” Fundação Athos Bulcão.

Athos Bulcão e a Igrejinha da 308 sul (a primeira construída em Brasília) / Sala de embarque do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek / Torre de TV / Salão Verde do Congresso Nacional / Instituto Rio Branco. (fotos e imagens do site da Fundathos)

Os seus trabalhos em azulejos continuam super atuais e podem ser usados para decorar paredes dos mais diferentes ambientes internos e externos. Se você quiser, pode ter um painel original na sua casa, basta procurar a Fundação Athos Bulcão e fazer a solicitação. Eles avaliam o projeto e você deve escolher de qual painel quer a reprodução. O valor fica entre 13 e 20 mil reais. Não é barato, mas é obra de arte!

Painel de azulejos com 2 tipos de desenho na cor azul marinho. Projeto de Valéria Gontijo na Casa Vogue.

Painel de azulejos com 1 tipo de desenho nas cores amarelo e laranja. Residência de Sérgio Parada (o autor do projeto).

Inspirações…

Copa de apartamento – a vontade era ter uma parede do Athos aqui, mas os clientes acharam o valor muito alto. A solução foi revestir a parede com azulejo branco comum 20x20cm, ainda durante a obra, e depois aplicar sobre eles adesivos de vinil nas cores prata e vermelha. Reparem que é um mesmo desenho e só muda o sentido quando aplicado. A copa ficou cheia de vida, ainda mais com as cadeiras vermelhas combinando! Essa parede faz um sucesso, tanto que eles nos pediram para assinar o nome do duetto ali no cantinho! kkkkkk Projeto Duetto Arquitetura e Interiores.

Parede de azulejos com um só tipo de desenho nas cores azul e amarelo. Ao lado as paredes são cinza-escuro, o que destacou ainda mais o painel. (foto da casa.abril.com.br)

Parede revestida com painel adesivado inspirado nos azulejos da Igrejinha. Esse efeito de profundidade dando a impressão de que a parede é curva, foi feito no desenho impresso, ela é retinha! Projeto de Valéria Gontijo para a 8ª Mostra Artefacto Brasília.

Parece… mas não é!

É um papel de parede! A copa recebeu um papel de parede com estampa de regadores coloridos. Projeto de Flávia Lucas e Luciana Lucas na Casa Cláudia Fev 2010.

Copa com mosaico de azulejos coloridos e com diferentes desenhos.  (foto da casa.abril.com.br)

.

+ sugestões de materiais de acabamentos

.





Prateleira com fotos
Postado Por - 11 de fevereiro de 2010

 

Hall de entrada com fotos em molduras brancas apoiadas em prateleiras.

Quando um cliente me pede um lugar para fotos na casa, acho essa idéia uma boa opção. Funciona como um mural – mais chique e atual – que você pode trocar as fotos quando quiser, basta retirá-las das molduras (ou porta-retrato).

Por serem estreitas, essas prateleiras podem se usadas em corredores, em cima de bancadas de estudo ou também podem servir de apoio para livros infantis em quartos de criança.

Foto: delightbydesign





Assim eu gosto
Postado Por - 04 de fevereiro de 2010

Hall de entrada, projeto Duetto Arquitetura e Interiores.

Parede revestida em pedra Mosarte Chess Bege (placa com 28x28cm) da Vallori. Poltronas em fibra, Moana da Artefacto. Mesa em madeira freijó com vasos de madrepérola da Tok Stok e prato de prata da Le Lis Blanc.

foto: duetto






Diariamente, recebemos vários comentários e emails pedindo dicas ou soluções para algum detalhe específico. Tentamos responder à maioria, mas é impossível atender a todos imediatamente. Então, se você deixou algum recadinho por aqui, ele será respondido ou um post será feito pra deixar tudo bem explicado!