Arquivo para dicas - Página 2 de 2 - assim eu gosto: decoração e arquitetura
Moodboard
Postado Por - 19 de julho de 2012

Achei um charme a decoração desse quartinho, principalmente a ideia das flores e lanternas penduradas sobre o berço. Vamos combinar que essa ideia é bem mais charmosa que os móbiles tradicionais, né? A dona do quarto vai acostumar desde cedo a ver coisas bonitas, tenho certeza que vai ter muito bom gosto quando crescer!





Moodboard
Postado Por - 28 de fevereiro de 2012

Quando vi esta foto me lembrei de um post sobre casas de cachorro onde mostramos várias ideias bacanas para acomodar os bichinhos de estimação. Aqui a ideia é simples, barata e ecologicamente correta (já falamos sobre isso aqui): aproveitar a caixa de madeira e transformá-la numa charmosa caminha, com almofada em tecido estampado + detalhe fofo de coração! ♥

Foto: Decoratrix

FALANDO NISSO…

Não tenho gatos – e achava que eles nem usavam caminhas – mas pelo que me informei eles gostam é de lugares gostosos, quentinhos e confortáveis! Então, se a caminha que você escolher for assim, eles vão amar – e usar! Vejam algumas opções que encontrei:

Fotos e mais informações sobre os modelos acima: moderncat e Ifitshipitshere

Lembre-se: prefira tecidos laváveis e/ou impermeáveis, pois são mais resistentes. Veja aqui uma reportagem da revista Casa e Jardim com várias dicas para quem tem bichos em casa.





Importante: cuidados ao reformar
Postado Por - 30 de janeiro de 2012

A tragédia do desabamento de 3 edifícios, que aconteceu semana passada no Rio, deixou vários mortos, muita tristeza, e um importante alerta: são cada vez mais comuns as reformas realizadas sem a contratação de profissionais qualificados, colocando muita gente em risco.

Sabemos que a maioria dos nossos leitores fará ou está fazendo algum tipo de obra, e por isso nos sentimos na obrigação de orientá-los sobre cuidados essenciais para uma reforma segura.

A estrutura de uma edificação convencional é formada por fundação, pilares, vigas e lajes, todos interligados. Em uma reforma de apartamento ou edifício, esses 4 elementos não podem ser alterados ou removidos em nenhuma hipótese*, porque podem comprometer todo o edifício. Em alguns casos, principalmente em prédios antigos, algumas paredes são estruturais, ou seja, também participam da sustentação do peso do edifício e não podem ser alteradas, nem para a passagem de instalações.

*Se se tratar da reforma de uma casa ou outra edificação de pequeno porte, um engenheiro pode orientar sobre a reforços estruturais, que em alguns casos podem permitir pequenas alterações na estrutura.

Muita gente acha que pequenas reformas em apartamentos ou escritórios não necessitam de orientação profissional, ou acham que não contratá-los significa economizar. Isso é um erro grave, que pode comprometer a segurança e também o orçamento. Eu gosto de fazer a seguinte comparação: se você precisasse fazer uma cirurgia, procuraria um bom médico ou se contentaria com um auxiliar de enfermagem? A reforma de um imóvel deve seguir o mesmo raciocínio!

Cada profissional tem a sua função, e um trabalho conjunto é o primeiro passo para um bom resultado. O planejamento da obra é o primeiro passo: qualquer mudança na planta de um imóvel, deve ser elaborada por um arquiteto, que vai analisar todos os elementos do imóvel para sugerir as mudanças possíveis dentro dos desejos e do orçamento do cliente.

Se a reforma exigir qualquer tipo de ampliação ou acréscimo de peso, a estrutura existente deve ser analisada para saber se suporta a alteração. É o caso das mudanças de parede, instalação de banheiras… Para isso, deve ser contratado um engenheiro. Esse profissional também vai orientar as mudanças nas instalações, como o acréscimo de carga elétrica, aumento da caixa d’agua…

Um arquiteto ou engenheiro também deve ser responsável pela execução da obra. Ele pode ser contratado apenas para orientar o mestre de obras, em reformas mais simples, ou então pode coordenar todo o processo junto aos demais profissionais envolvidos.

Não dispense a ART – Anotação de Responsabilidade Técnica junto ao CREA, e o registro da obra no órgão competente da sua cidade. Só assim você poderá responsabilizar o profissional responsável por eventuais defeitos ou erros técnicos.

Rachaduras (principalmente em diagonal) estalos, infiltrações ou descolamentos de revestimentos podem indicar problemas estruturais. Se notar qualquer alteração no seu imóvel, procure urgentemente um engenheiro ou o CREA da sua cidade!

>>>> No Fantástico de ontem passou uma reportagem bem interessante sobre os possíveis riscos de uma reforma em edifícios, assista AQUI!

+ dicas para planejar a obra aqui





Reciclagem
Postado Por - 20 de novembro de 2011

Algumas regrinhas básicas para quem quer fazer a diferença e proteger a natureza:

* Economize papel. Estima-se que para cada 100kg de papel reciclado são poupadas 60 árvores.

* Lâmpada fluorescente consome 80% menos energia que uma lâmpada incandescente e dura 10 vezes mais.

* Banhos que duram 15 minutos ou mais são ecologicamente incorretos, gastam-se em média 243 litros de água.

* Com o sistema de energia solar para aquecer água gasta-se 30% menos energia elétrica. Com a economia na conta de luz, o investimento desse sistema se paga em dois anos.

* Banhos que duram 15 minutos ou mais são ecologicamente incorretos, gastam-se em média 243 litros de água.

* Não escove os dentes com a torneira aberta, o desperdício de água chega a 12 litros por vez. Na cozinha, ensaboe toda a louça antes de abrir a torneira para o enxágue.

* Prefira produtos de limpeza biodegradáveis e que não agridam o meio ambiente. O cloro da água sanitária gera poluentes que prejudicam a flora e a fauna. Evite aerossóis com CFC, gás responsável pelo buraco na camada de ozônio.

* Não compre e nem cozinhe mais alimentos do que vai consumir. A maioria do lixo das cidades é sobra de alimentos. O lixo úmido (restos de comida) deve ser separado do seco (plásticos, vidro, latas, papéis e metais). O material reciclável deve ser posto em sacos transparentes, para facilitar a identificação. –> já falamos sobre lixeira seletiva aqui!

Fonte: Ibratele.

Falando nisso…

Lembrei de alguns ambientes onde velhas caixas de madeira foram reaproveitadas na decoração. Ideia boa, bonita, barata e sustentável!

Fotos: decoratrix, desire to inspire, we heart it, kika reichert, made by girl.

+ sustentabilidade






Diariamente, recebemos vários comentários e emails pedindo dicas ou soluções para algum detalhe específico. Tentamos responder à maioria, mas é impossível atender a todos imediatamente. Então, se você deixou algum recadinho por aqui, ele será respondido ou um post será feito pra deixar tudo bem explicado!