Arquivo para acrílico - assim eu gosto: decoração e arquitetura
Sim ou não?
Postado Por - 15 de junho de 2011

A capa da revista DCasa deste mês tem uma mistura de clássico com moderno que me deixa confusa… A sala de jantar e a copa são integradas e o que diferencia os dois ambientes é a cor da mesa e o estilo das cadeiras. Na copa, a mesa é em laca azul-turquesa e as cadeiras são de acrílico transparente. Na sala de jantar, a mesa tem tampo em vidro espelhado bronze e cadeiras de madeira com estofado em tecido nude.

  • Gosto da proposta de integrar os ambientes e diferenciar pelos acabamentos. Também gosto de misturar  clássico+moderno. Mas a laca turquesa e o acrílico não combinaram com o vidro bronze e as cadeiras estofadas, concordam? Ou é besteira minha e o ambiente está lindo?

Projeto: Marcos Cohen.

Veja também: turquesa na decoração / o nome das cadeiras





garden seat na decoração
Postado Por - 28 de fevereiro de 2011

Os chamados garden seattamboretes ou banquetas, são curingas da decoração atual e toda casa precisa ter ao menos uma peça. Elas cabem em qualquer lugar, dão um charme extra à decoração, servem como mesinhas de apoio e até pra sentar. Existem vários modelos no mercado, em materiais diversos. Escolha a que mais combina com a sua decoração!

+ detalhes para a sala





Como arrumar o aparador
Postado Por - 03 de junho de 2010

Aparador é um móvel estreito e comprido, geralmente da altura da mesa de refeições (75cm), que pode ser usado na sala de estar, na de jantar (fazendo as vezes de um buffet para apoiar as travessas durante as refeições), no hall de entrada e até na circulação (se couber!).

Mas aparador bonito tem que ser bem arrumado, com peças bem escolhidas. Como já falamos aqui no blog: “prefira objetos grandes, de proporções parecidas e com cores ou temas semelhantes ou que se combinem. Objetos muito pequenos, mesmo em grandes quantidades, dificilmente conseguem o mesmo efeito, eles somem, ficam imperceptíveis. O ideal é definir alguns objetos como destaques e usar os menores como complementos.”

Selecionamos algumas idéias para você se inspirar… e copiar!

Aparador em madeira colocado atrás do sofá. Gosto muito do desenho da peça e principalmente da sua função: disfarçar as costas do sofá. Os objetos escolhidos (vasos, cachepô, abajur) têm formas arredondadas, proporções parecidas e cores preta e branca. Projeto Karina Salgado, Betina Barcellis e Andréa Bugarib.

Aparador + quadro. Móvel em madeira de demolição usado na área de lazer (reparem nas toalhas) com 2 quadros colocados na mesma largura do aparador. (desire to inspire) / Móvel de antiquário usado com o quadro no meio e objetos dispostos de forma simétrica. Projeto Myrna Porcaro.

Moderno + clássico. Hall de entrada com aparador em laca preta e acrílico (Érea) com objetos antigos como o vaso e a bandeja com taças de cristal. Projeto Marco Aurélio Viterbo.

Aparador baixo em vidro usado atrás do sofá. Lindo e leve! / Cômoda antiga usada como aparador. Vasos com flores de um lado + objetos menores do outro = dá certo! As cores, o amarelo e o roxo sobre a peça escura, também ajudaram a dar mais vida.

Aparador atrás do sofá. Como o móvel é bem pesado, foram usados poucos objetos em pares. Livros são sempre boas opções para decorar, desde que tenham capas duras e bonitas. Projeto Débora Aguiar.

Escrivaninha vira aparador! Bela seleção de enfeites e parede vermelha ao fundo, adorei! / Aparador espelhado com enfeites mais clássicos em tons de branco e dourado. A dupla bandeja+abajur sempre funciona, pode usar!

Aparador vira escrivaninha! A peça em estilo mais rebuscado, ganhou ares mais moderno com cadeira de acrílico e os quadros preto e branco. O ambiente ficou muito interessante com esse contraste dos móveis. Foto Vila do Artesão.

CONTINUA AQUI





Tudo em LEGO
Postado Por - 01 de abril de 2010

Quem aqui nunca brincou de LEGO? Eu sempre adorei e desde pequena já criava minhas casinhas com o brinquedo, e faço isso até hoje, mas com tijolinhos de verdade! A história das pecinhas de montar mais famosas do mundo começou na Dinamarca (olha ela aqui de novo!) em 1932, quando Ole Kirk Christansen fundou uma pequena fábrica de brinquedos de madeira. O nome LEGO vem do dinamarquês “leg godt” (“brinque bem”). Anos depois Christansen descobriu que o plástico era o material ideal para a fabricação de brinquedos e em 1949 ele desenvolveu o primeiro protótipos do tijolo LEGO. Após várias experiências e ajustes em 1958 tomou sua forma final e foi patenteado. A produção de tijolos feitos com plástico ABS, que é um plástico duro e resistente a mordidas e arranhões, começou em 1963. Atualmente os tijolos LEGO são fabricados na Dinamarca, República Tcheca, Hungria e no México e em 2008 completou 50 anos, com diversão para todas as idades (Fonte LEGO Parents).

Como arquitetura e LEGO tem tudo a ver, além das casinhas e castelos tradicionais, a LEGO anunciou no ano passado a primeira parceria com um de seus fãs para o lançamento de uma nova linha de produtos chamada LEGO Architecture, uma série de réplicas, feitas com LEGO, de algumas das mais impressionantes obras arquitetônicas do mundo. Além das peças necessárias para montar os prédios, cada kit vem com uma base com o nome do monumento, instruções de montagem e livreto com detalhes do edifício e sua importância arquitetônica. Nas fotos, o Museu Guggenheim de Nova York e o Hancock Center de Chicago. Acho que vou voltar a brincar!

Com mais de 400 bilhões de produtos vendidos, 2400 formatos diferentes de peças, 53 cores diferentes, os tijolinhos não poderiam se limitar ao mundo dos brinquedos. As peças são usadas da pré-escola até a universidade para ensinar de tudo, de matemática e ciências até princípios de engenharia e tecnologia. Mas o design de produtos foi a área que melhor tirou partido das milhares possibilidades do LEGO. Hoje em dia se encontra tudo de LEGO!  Calculadora, calendários, vídeo games,  relógios, pen-drive… As primeiras imagens são de caixas de som para I-pod, não são lindas!?

Estas são luminárias de LEGO. A primeira, Luminária LEGO de Luis Pedrasi foi montada com pecas translúcidas. A segunda, chamada LEGO Lamp é da companhia japonesa 25togo e tem o formato de um tijolo LEGO feito de acrílico com LEDs para iluminar. Aparentemente é possível encaixar várias luminárias LEGO, uma em cima da outra, para criar uma torre LEGO iluminada!

Eu gostei mesmo dos móveis! Já é possível criá-los com peças gigantes de LEGO. São os LunaBlocks, comercializados pelo site Homology em formatos e cores variadas, por unidade, pra você usar a criatividade e criar seu próprio móvel. Mesas, estantes, escrivaninhas… Já fico imaginando usar num quarto de criança, brinquedoteca ou num ambiente comercial.

Achei um show esses  LunaBlocks em acrílico colorido!

Existem também sofás inspirados nos desenhos das pecinhas e que seguem o princípio básico do brinquedo: poder montar de diversas formas. A mesinha pra desenhar com a carinha de um bonequinho de LEGO também é muito fofa!

Além do formato e dos encaixes, as cores e formas das pecinhas também servem de inspiração. Nesses móveis da Desmobilia, uma imagem reproduzindo peças coloridas foi usada no estofado da cadeira e na pintura da cômoda.

Mas não acaba por aqui! Como eu disse, as pecinhas proporcionam milhares de possibilidades. A dupla Munchausen, formada pelos designers franceses Simon pillard e Philippe rosetti, fizeram uma cozinha básica na IKEA e depois passaram dias forrando o balcão com 20.000 pecinhas.

A mesa de pebolim é super estilosa, mas não sei se funciona… meninos não são delicados e impressão que dá é que na primeira jogada ela se desmonta inteira… Alguém quer testar?

 

As pecinhas também serviram de inspiração para o design de jóias. Pingentes, anéis… até um pen-drive de LEGO feito em ouro.

LEGO imita o design. Prova disso é o trabalho do designer Mario Minale, que criou uma cadeira de verdade com as peças do brinquedo, para a Droog. O móvel do profissional italiano é uma homenagem à Red and blue chair, assinada pelo arquiteto holandês Gerrit Rietveld em 1918. Para suportar o peso de uma pessoa sentada, a cadeira da Droog possui uma estrutura de alumínio.

LEGO também imita a arte. Reproduções de quadros famosos, como a Santa Ceia e de capas de discos famosas, como essas dos Beatles, são encontradas na internet. No YouTube existem diversos filminhos feitos com os bonequinhos de LEGO. Diversão pra todas as idades.

Aqui já foram um pouco além… A pessoa devia ser viciada em LEGO e resolveu montar a sua própria casa! Segundo o site Archdaily, a casa fica Denbies Wine Estate, em Dorking, UK. Estão sendo utilizadas 3 milhões de tijolos coloridos e a casa contará com banheiros e mobiliários de LEGO. Será que isso vai funcionar?

Todas as imagens são divulgação; com exceção dos LunaBlocks em acrílico, Marie Claire Maison; e da cadeira de verdade, Revista Casa e Jardim.






Diariamente, recebemos vários comentários e emails pedindo dicas ou soluções para algum detalhe específico. Tentamos responder à maioria, mas é impossível atender a todos imediatamente. Então, se você deixou algum recadinho por aqui, ele será respondido ou um post será feito pra deixar tudo bem explicado!