Arquivo para Design - Page 7 of 7 - assim eu gosto: decoração e arquitetura
Design
Nas nuvens
Postado Por - 26 de maio de 2010

O sofá “Cloud” realmente flutua!

Criado pelo designer chinês D. K. Wei, o sofá tem um sistema em que a parte superior é suportada pela energia magnética gerada pela base inferior.

Muito em breve será possível tirar um cochilo nas nuvens…

Via: Athas



Tags: ,


Design para crianças
Postado Por - 23 de maio de 2010

Cadeiras de design assinado deixam qualquer ambiente mais charmoso. Possuem desenho atemporal, cores atrativas e normalmente são bem confortáveis. Com essas características, porque não usá-las nos quartinhos das crianças?

Hoje em dia várias empresas produzem réplicas de cadeiras e poltronas famosas na história do design, na medida adequada para o conforto dos pequenos… Olha que fofas!

Cadeira Panton, de Verner Panton, da Micasa.

1. Cadeiras Bunny, de Arne Jacobsen. / 2. Cadeira Panton, de Verner Panton. 3. Poltrona Tulipa, de Eero Saarinen. Réplicas da Animacasa.

1. Cadeira Antonieta, de Miguel Rodrigues. / 2. Cadeira Bertoia, de Harry Bertoia. /3.Poltrona DAR de balanço, de Charles & Ray Eames./ 4. Poltrona Barcelona, de  Mies van der Rohe. Réplicas da Desmobilia.

1. Poltrona Egg, de  Arne Jacobsen./ 2. Poltrona Swan, também de Arne Jacobsen./ 3. Ball Chair, de Eero Aarnio. /4.  Lounge Chair Wood, de Ray & Charles Eames. / 5. Poltrona  LC2, de Le Corbusier. Todas réplicas da Littlenest .

Essa poltrona clássica de Charles Eames é uma das minhas preferidas, tanto em tamanho normal quanto a réplica pequenininha! Littlenest 

Veja tambémDesign Escandinavo / O nome das cadeiras

+ quartos de criança





Cadeira Masters
Postado Por - 11 de maio de 2010

O designer Philippe Starck sempre surpreende com suas idéias.  Para homenagear 3 grandes mestres do design: Arne Jacobsen, Charles Eames e Eero Saarinen (que vocês já conheceram aqui no blog no post sobre Design Escandinavo) ele criou a Cadeira Masters que surgiu da fusão das cadeiras de grande sucesso desses nomes do design.


É fabricada pela Kartell, nas cores branca, vermelha e preta.

Via Revista Nuevo Estilo Diseño Arquitectura, nº 379.





Tudo em LEGO
Postado Por - 01 de abril de 2010

Quem aqui nunca brincou de LEGO? Eu sempre adorei e desde pequena já criava minhas casinhas com o brinquedo, e faço isso até hoje, mas com tijolinhos de verdade! A história das pecinhas de montar mais famosas do mundo começou na Dinamarca (olha ela aqui de novo!) em 1932, quando Ole Kirk Christansen fundou uma pequena fábrica de brinquedos de madeira. O nome LEGO vem do dinamarquês “leg godt” (“brinque bem”). Anos depois Christansen descobriu que o plástico era o material ideal para a fabricação de brinquedos e em 1949 ele desenvolveu o primeiro protótipos do tijolo LEGO. Após várias experiências e ajustes em 1958 tomou sua forma final e foi patenteado. A produção de tijolos feitos com plástico ABS, que é um plástico duro e resistente a mordidas e arranhões, começou em 1963. Atualmente os tijolos LEGO são fabricados na Dinamarca, República Tcheca, Hungria e no México e em 2008 completou 50 anos, com diversão para todas as idades (Fonte LEGO Parents).

Como arquitetura e LEGO tem tudo a ver, além das casinhas e castelos tradicionais, a LEGO anunciou no ano passado a primeira parceria com um de seus fãs para o lançamento de uma nova linha de produtos chamada LEGO Architecture, uma série de réplicas, feitas com LEGO, de algumas das mais impressionantes obras arquitetônicas do mundo. Além das peças necessárias para montar os prédios, cada kit vem com uma base com o nome do monumento, instruções de montagem e livreto com detalhes do edifício e sua importância arquitetônica. Nas fotos, o Museu Guggenheim de Nova York e o Hancock Center de Chicago. Acho que vou voltar a brincar!

Com mais de 400 bilhões de produtos vendidos, 2400 formatos diferentes de peças, 53 cores diferentes, os tijolinhos não poderiam se limitar ao mundo dos brinquedos. As peças são usadas da pré-escola até a universidade para ensinar de tudo, de matemática e ciências até princípios de engenharia e tecnologia. Mas o design de produtos foi a área que melhor tirou partido das milhares possibilidades do LEGO. Hoje em dia se encontra tudo de LEGO!  Calculadora, calendários, vídeo games,  relógios, pen-drive… As primeiras imagens são de caixas de som para I-pod, não são lindas!?

Estas são luminárias de LEGO. A primeira, Luminária LEGO de Luis Pedrasi foi montada com pecas translúcidas. A segunda, chamada LEGO Lamp é da companhia japonesa 25togo e tem o formato de um tijolo LEGO feito de acrílico com LEDs para iluminar. Aparentemente é possível encaixar várias luminárias LEGO, uma em cima da outra, para criar uma torre LEGO iluminada!

Eu gostei mesmo dos móveis! Já é possível criá-los com peças gigantes de LEGO. São os LunaBlocks, comercializados pelo site Homology em formatos e cores variadas, por unidade, pra você usar a criatividade e criar seu próprio móvel. Mesas, estantes, escrivaninhas… Já fico imaginando usar num quarto de criança, brinquedoteca ou num ambiente comercial.

Achei um show esses  LunaBlocks em acrílico colorido!

Existem também sofás inspirados nos desenhos das pecinhas e que seguem o princípio básico do brinquedo: poder montar de diversas formas. A mesinha pra desenhar com a carinha de um bonequinho de LEGO também é muito fofa!

Além do formato e dos encaixes, as cores e formas das pecinhas também servem de inspiração. Nesses móveis da Desmobilia, uma imagem reproduzindo peças coloridas foi usada no estofado da cadeira e na pintura da cômoda.

Mas não acaba por aqui! Como eu disse, as pecinhas proporcionam milhares de possibilidades. A dupla Munchausen, formada pelos designers franceses Simon pillard e Philippe rosetti, fizeram uma cozinha básica na IKEA e depois passaram dias forrando o balcão com 20.000 pecinhas.

A mesa de pebolim é super estilosa, mas não sei se funciona… meninos não são delicados e impressão que dá é que na primeira jogada ela se desmonta inteira… Alguém quer testar?

 

As pecinhas também serviram de inspiração para o design de jóias. Pingentes, anéis… até um pen-drive de LEGO feito em ouro.

LEGO imita o design. Prova disso é o trabalho do designer Mario Minale, que criou uma cadeira de verdade com as peças do brinquedo, para a Droog. O móvel do profissional italiano é uma homenagem à Red and blue chair, assinada pelo arquiteto holandês Gerrit Rietveld em 1918. Para suportar o peso de uma pessoa sentada, a cadeira da Droog possui uma estrutura de alumínio.

LEGO também imita a arte. Reproduções de quadros famosos, como a Santa Ceia e de capas de discos famosas, como essas dos Beatles, são encontradas na internet. No YouTube existem diversos filminhos feitos com os bonequinhos de LEGO. Diversão pra todas as idades.

Aqui já foram um pouco além… A pessoa devia ser viciada em LEGO e resolveu montar a sua própria casa! Segundo o site Archdaily, a casa fica Denbies Wine Estate, em Dorking, UK. Estão sendo utilizadas 3 milhões de tijolos coloridos e a casa contará com banheiros e mobiliários de LEGO. Será que isso vai funcionar?

Todas as imagens são divulgação; com exceção dos LunaBlocks em acrílico, Marie Claire Maison; e da cadeira de verdade, Revista Casa e Jardim.





Design Escandinavo
Postado Por - 11 de março de 2010

Talvez você não saiba, mas o design escandinavo faz parte da sua vida!

A Escandinávia é uma região formada pela Dinamarca, Noruega, Suécia, Finlândia e Islândia, onde o frio rigoroso predomina na maior parte do ano.

Por esse motivo, a casa escandinava sempre teve uma relevância enorme para esse povo, que se esmera em tornar seus ambientes super confortáveis, acolhedores e compostos por objetos que, além de belos e ergonômicos, tenham alguma função prática e que proporcione qualidade de vida a quem consome. É cultural.

Perseguir a forma ideal para tornar a vida mais tranqüila é uma das obsessões dos designers escandinavos, que desde os anos 30 são reconhecidos pela funcionalidade, praticidade e simplicidade das formas, além da beleza.

Desta forma, eles alcançaram os mercados internacionais com objetos que se tornaram “ícones” da modernidade e do bom gosto, expostos nos melhores museus do mundo como obras de arte, e de tão atemporais, alguns ainda são produzidos e comprados até hoje, como clássicos.

Entre os nomes mais importantes dessa época destacam-se:

Eero Saarinen (1910-1961) que desenvolveu de uma série de móveis bastante vanguardistas, premiados várias vezes no MOMA;

Alvar Aalto (1898-1976), que desenvolveu uma técnica de compensado moldado, obtendo peças esbeltas e resistentes;

Arne Jacobsen (1902-1971), com seu corte volumétrico que inovou a indústria de móveis produzindo ícones mundialmente comercializáveis;

Verner Panton (1926-1998), um dos designers mais influentes do século XX.

Poltrona Paimo, Alvar Aalto; Cadeira Ant e Poltrona Egg, ambas de Arne Jacobsen.

Poltrona Heart Cone, de Verner Panton ; mesa tulipa, de Eero Saarinen ; Poltrona Panton, de Verner Panton.

No Brasil as peças do design escandinavo, principalmente cadeiras e poltronas, são muito usadas e compõem muito bem todos os tipos de ambientes, deixando um ar bem contemporâneo.

apartamento adriana barra

No apartamento da estilista Adriana Barra (sou apaixonada por esta sala), em primeiro plano a poltrona Swan, de Arne Jacobsen. Em volta da  mesa, a cadeira da série Ant, também de Arne Jacobsen e a Tulipa, de Eero Saarinen, entre outras. (revista Casa e Jardim)

design cadeira tulipa e mesa tulipa

Na mostra Classica Design a mesa e poltronas Tulipa, de Eero Saarinen.

Neste projeto das arquitetas Luzia Ralston C. Ribeiro, Fabiana Rocha e Priscila Izoldi, poltrona de Alvar Aalto. Ao fundo, cadeiras de Arne Jacobsen.

Atualmente, os valores principais aplicados a um bom design – durabilidade, integridade, acessibilidade, praticidade e sustentabilidade – continuam a predominar no design escandinavo e são encarados com uma atitude democrática, de que objetos de design devem ser apreciados não apenas por um pequeno grupo economicamente mais favorecido, e sim por todas as pessoas que o valorizem.

Além disso, devido a seu pioneirismo na utilização de madeiras de reflorestamento e sua preocupação com a sustentabilidade dos projetos, o design escandinavo permanece mais atual do que nunca.

Castiçal Cobra (Scandinavia Designs); Luminária LED1 Lamp (Tunto Finlândia); Luminária One (Scandinavia Designs).

Cadeiras Gubi, da dupla Komplot.

Scandinavia Designs

Comprovando a democracia a que o design escandinavo se propõe, surgiu na Suécia, em 1943, a IKEA, uma loja que existe até hoje em vários países europeus, além de Austrália e Canadá. É uma fabricante de varejo com soluções racionais, com custo baixo, estilo minimalista, que potencializa o lema de design democrático da marca, e que oferece aproximadamente 9500 itens e um catálogo com preços garantidos por um período de um ano. Foi assim que a IKEA se tornou uma das marcas mais cultuadas do planeta. Quero uma no Brasil!

No Brasil, existe em São Paulo a Scandinavia Designs, que vende peças de varias épocas, principalmente o atual. Em Brasília, a Quadra Interior vende as peças clássicas, entre outras lojas. Pela internet, tem na Desmobilia. A Tok Stok tem varias releituras e réplicas a preços bem mais acessíveis.

UPDATE: Com o intuito de apresentar o design finlandês a Tok&Stok realizará a mostra “Estrelas do design finlandês” no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo, entre 11 de Março e 9 de Maio de 2010. A exposição foi organizada pelo Museu de Design de Helsinque, com apoio da Embaixada da Finlândia. A Finlândia colocou o design como projeto prioritário, tornando-o fonte primordial da identidade e economia, reunindo criadores, forças produtivas, capitais de grande porte, governos e meios de comunicação neste projeto.

Cadeira K, 2005, de Harri Koskinen e Bottle and glasses, 1956, de  Timo Sarpaneva.

Veja também: design para crianças / o nome das cadeiras






Diariamente, recebemos vários comentários e emails pedindo dicas ou soluções para algum detalhe específico. Tentamos responder à maioria, mas é impossível atender a todos imediatamente. Então, se você deixou algum recadinho por aqui, ele será respondido ou um post será feito pra deixar tudo bem explicado!