HOME2018-01-25T17:49:22+00:00

Madeira ripada

Madeira ripada é um caso de amor! ♥ Pode ser usada em todos os ambientes, sejam eles grandes ou pequenos, residenciais ou comerciais, internos ou externos (fachadas, portas e portões). É bonita, atemporal, permite vários desenhos e pode ser de diversas cores (depende do tom da madeira escolhida).

Para quem também ama madeira e quer um painel em casa, vale lembrar:

Tipos de madeira

A madeira natural é o material que garante o melhor resultado final para um painel ripado. As mais usadas são: Freijó, Cumaru e Imbuia. As madeira mais avermelhadas, como o Ipê e o Mogno, quase não são usadas hoje em dia.

Por serem de madeiras nobres, o custo de um painel ripado é alto. Sem considerar a mão de obra, que também deve ser qualificada para um bom resultado.

O painel ripado até pode ser feito de mdf laminado de madeira ou compensado naval, mas as quinas das ripas ficarão evidentes no acabamento. Funcionam, mas na minha opinião, não são os mais lindos.

Cuidado! Madeiras muito moles podem trabalhar e modificar o desenho do painel – quanto mais clara ela for, mais frágil.

Acabamentos

O acabamento mais atual para a madeira ripada é feito com selador fosco ou acetinado (com pouco brilho, no máximo 40%). Para ambientes externos, o ideal é usar verniz fosco ou acetinado.

Tamanho das ripas

Os desenhos do ripado podem variar bastante. O que os diferencia são a largura da ripa e a largura/profundidade do friso, conforme o desenho acima.

No painel 1: a largura da ripa é de 2cm + friso de 0,5cm + profundidade de 0,5cm. No painel 2: a largura da ripa é de 3,5cm + friso de 0,5cm + profundidade de 0,5cm. No painel 3: a largura da ripa é de 2cm + friso de 2cm + profundidade de 1cm.

Atualmente, essas são as proporções que mais vejo e detalho nos projetos. Claro que não é uma regra, apenas uma observação. Tanto que nas fotos abaixo, veremos painéis com medidas variadas.

Se a opção for com ripas bem finas, vale prestar atenção para a escolha da madeira, que deve ser mais “dura”. Senão o painel pode trabalhar!

Cuidado! A proporção das ripas tem que ser observada: frisos muito finos e profundos são complicados para limpar, especialmente em áreas externas, podendo acumular bichos.

Exemplos de painéis lindos!

Sala com painel ripado na parede em “L”, acho que é de madeira freijó. Adorei o piso de ladrilho hidráulico! Observem que onde tem painel não precisa ter rodapé. Projeto Triplex Arquitetura.

Sala de jantar com painel ripado + nicho de mármore travertino. Vejam que a madeira ripada foi usada para uniformizar/disfarçar paredes, portas e armários, tudo com o mesmo acabamento e formando um grande painel – amo esse recurso! Projeto Débora Roig.

Quarto com cabeceira de madeira ripada + iluminação embutida no gesso. Lindo! Esses dias fiz um post com várias cabeceiras de madeira – veja aqui.


Sala de espera com painel ripado + paredes de cimento queimado + piso de pedra natural. Vejam como ficou interessante o quadro pendurado sobre o painel! Projeto Renata Dutra.

Escritório corporativo com painel ripado de madeira escura + iluminação direcionada (destacando o desenho da madeira) + piso e balcão de madeira.

Que tal a madeira ripada no teto? Uaaau!!! Casa linda e moderna, com teto de madeira + piso de mármore e detalhes de cimento queimado. Projeto Studio MK27  (Márcio Kogan e Renata Furlanetto). Fotografia Fernando Guerra.

 

Quartos com beliche

A beliche pode ser a solução quando o problema é a falta de espaço no quarto das crianças ou adolescentes, principalmente no caso de irmãos que dividem o quarto. Ela otimiza o aproveitamento do espaço, permitindo várias funções no mesmo ambiente: dormir, estudar, brincar, além de guardar as roupas e brinquedos.

Pesquisei alguns projetos de quartos pequenos e com beliche, que podem ser usadas por irmãos ou ser a cama de um hóspede. Como já falamos sobre quartos com cama no alto, no post de hoje priorizei os quartos com uma cama sobre a outra, do modo mais tradicional mesmo, mas com releituras modernas e atuais.

1- Beliche com desenho interessante, formando uma caixa de madeira. Observem os detalhes: guarda corpo de acrílico (amei!) + luminárias de parede + letras em alto relevo ao lado de cada cama + enxoval com mix de estampas geométricas (da Amooui). Projeto Flávia Sá.

2- Beliche de madeira (Carvalho Americano) + detalhe formando um pórtico com revestimento texturizado (pode ser da Forrorama ou 3D Board) e pintura cor de rosa. Os acabamentos deixaram o quarto super elegante! Projeto Sesso & Dalanezi.

3- Beliche de madeira clara que forma uma estante na lateral e um nicho no fundo. As paredes têm tijolinho branco + papel de parede geométrico. Adorei os adornos coloridos e moderninhos! Projeto Bianca da Hora.

4- Quarto com beliche de madeira, não sei se em cima é uma cama ou lugar para brincar. Assim como o projeto anterior, o guarda corpo é feito de madeira e cordas. Na parede, papel de parede geométrico. Projeto Da Hora Arquitetura.

decoracao quarto crianca cama beliche madeira casa pronta

5- Quarto com cama tipo beliche de madeira que forma uma estante na parte inferior. Adorei a cabaninha da cama superior, feita a partir da estrutura da cama e com acabamento em tecido. Projeto Prado Zogbi e Tobar.

decor quarto crianca frozen cama beliche

6- Quarto de meninas com decoração inspirada na Frozen – eu gosto de decoração temática nesse estilo, com apenas alguns elementos fazendo referência ao tema escolhido, no caso as cores (branco e azul) e uns detalhes na parede que lembram gelo. A cama tipo beliche tem a parte de baixo maior, formando um sofá. Projeto Carolina Vaiano e Vanessa Rosseto.

quartos com beliche de laca branca

quartos com beliche para meninas escadinha enxoval

7- Quarto pequeno para duas irmãs, com mobiliário feito de marcenaria sob medida, como a beliche em laca branca, que tem escadinha na lateral, e a mesa de estudos perto da janela. Projeto Débora Aguiar.

quarto com beliche

8- Quarto com beliche (falta a escadinha na foto, mas deve ser metálica e ficar encaixada na proteção da cama de cima) + mobiliário branco + detalhes em cinza e vermelho. Com esse layout o quarto ficou super espaçoso! Via Houzz.

Lembrando que:

*A cama de cima não é a opção mais confortável para o quarto da criança, avalie as suas prioridades antes de decidir.

*O pé direito não pode ser muito baixo.

*A maioria dos projetos acima é de marcenaria, o que tem exclusividade e custo mais alto.

*Veja nossos outros posts sobre quartos de crianças, tem várias ideias lindas!

Banheiros grandes

Que tal um banheiro padrão Ana Hickmann??? Para quem já viu alguma imagem da casa da apresentadora, sabe que eu estou falando de um banheiro enooorme! Ter espaço de sobra possibilita várias opções de layout (distribuição das áreas internas) e tipos de acabamentos. Por isso, selecionei alguns projetos de banheiros grandes e bem resolvidos, com acabamentos bonitos e atuais para ajudar quem procura inspiração para esse tipo de ambiente.

1- Banheiro grande e dividido em vários ambientes. Na foto vemos a área da banheira, com a bela vista da janela + a área do box, com dois chuveiros de teto + a área das cubas, que tem até uma bancada de apoio (deve ser para maquiagem). Observem que o Mármore Travertino é o único material de acabamento – acho super chique! Projeto Druker Arquitetos.

banheiro grande bege marmore travertino debora aguiar

2- Outro banheiro que tem o layout dividido em ambientes: cubas + chuveiros + banheira ao lado do jardim. O Mármore Travertino também é o único material de acabamento do piso e paredes. Projeto Débora Aguiar.

3- Banheiro lindo com acabamentos em Mámore Carrara. A área do banho ganha destaque com piso elevado e iluminação embutida + dois chuveiros de teto e piso tipo deck de madeira + banheira com jardim vertical. Amei os metais com acabamento cobre, super atual! Projeto Quitete & Faria Arquitetura.

4- Assim como nos banheiros grandes anteriores, o mesmo material foi usado no piso e paredes, acho que é uma variação do Mármore Carrara. O chuveiro e box são isolados por divisórias de vidro. Adoro esse efeito do espelho com iluminação embutida. Projeto ABarroso Design.

5- Banheiro grande, com pastilha nas paredes e no piso. Gosto do detalhe da banheira, que vira um banco dentro do box. Observem que o chuveiro no teto não fica num espaço fechado, tem apenas um vidro fixo na lateral, que já protege dos respingos da água e delimita o espaço. Projeto Rocco Arquitetos.

6- Banheiro minimalista. A área da bancada tem armários espelhados e piso de madeira; já na área do banho, os acabamentos são em cimento queimado clarinho. Observem os nichos alinhados e a banheira de piso, um charme! Projeto Mass Arquitetura.

7- Outro banheiro com cimento queimado no piso e parede (porcelanato grande e retificado) + parede com revestimento 3D  (Castelatto Duna) + box grande tipo aquário. Projeto Saviany Monteiro.

Dicas!

-Num banheiro grande, você não precisa usar vários tipos de acabamentos, conforme vimos, um único material pode deixar o banheiro bonito e elegante.

-Itens praticamente obrigatórios de banheiros grandes: 2 chuveiros  e 2 cubas.

-Para deixar o ambiente mais aconchegante, jardins naturais ou artificiais são excelentes opções.

-Veja outras ideias para banheiros grandes nos posts que já publicamos aqui no blog!

Cozinhas estreitas

Cozinhas estreitas são comuns em apartamentos pequenos e nos trazem um desafio: inovar quando somos obrigados a colocar alguns itens que ocupam muito espaço – geladeira, fogão e forno, máquina de lavar roupa…

O post de hoje é para nos mostrar que pequenos detalhes podem fazer diferença e deixar esses ambientes super interessantes!

1- Cozinha pequena e estreita, com acabamentos brancos + detalhes de madeira clara na parede + piso de porcelanato tipo Mármore Carrara. Adorei o efeito da iluminação linear, tanto no teto como nos armários, seguindo o mesmo desenho da cozinha. Projeto Fernanda Marques.

2- Cozinha com copa integrada e painel/porta de madeira que escondem a área de serviço. Atenção para a disposição da geladeira, escondida atrás de um painel frisado que já serve de apoio para a mesa.

3- Manter o mesmo piso em ambientes integrados ajuda na sensação de que o espaço é maior. Aqui, a copa e a cozinha têm o mesmo piso de porcelanato tipo cimento queimado + acabamentos brancos. Observem que as bancadas têm profundidades diferentes (40 e 60cm). Projeto Figueiredo Fischer.

4- Cozinha pequena, com acabamentos em branco, madeira e preto. E essa parede na frente da pia?! ♥ Tem frisos verticais + prateleiras de madeira em “U” (mesmo acabamento da torre quente) para colocar enfeites, temperos e potinhos de biscoito. As prateleiras são ótimas soluções para cozinhas estreitas! Projeto Sérgio Caus.

assim eu gosto cozinha parede cimento queimado portobello

5- Cozinha com nicho de madeira no armário da frente da pia, que é todo branco. Uso muito essa ideia de nichos como bancadas de apoio, é uma ótima alternativa para cozinhas estreias, pois os armários podem ter profundidades menores do que as bancadas. Projeto Juliana Pereira Pulse. Foto Guilherme Jordani.

6- Assim como a maioria das cozinhas estreitas das fotos anteriores, essa aqui tem iluminação linear, no sentido do comprimento. Esse efeito pode ser feito com um rasgo no gesso + iluminação embutida ou com uma luminária linear embutida no gesso. O mercado oferece várias opções de modelos, inclusive sob medida. Projeto LB Arquitetura e Interiores.

7- Essa cozinha integrada tem fogão, pia e geladeira numa única parede, o que é uma boa ideia para cozinhas estreitas. Sem falar no espelho na frente da pia, que passa a impressão de uma cozinha mais larga. Na parede oposta, com menor profundidade, ficam um armário com nicho + uma bancada de apoio. Projeto Sesso & Dalanezi. Foto Thiago Travesso.

8- Cozinha com a mesma proposta de layout da anterior, que aliás é bem comum em apartamentos pequenos. A área de serviço fica escondida atrás da porta de vidro jateado. Projeto Mariane e Marilda Baptista.

9- Cozinha comprida, com luminária linear + vidro jateado na área de serviço. Um detalhe: bancadas mais altas (h=110cm) são para banquetas altas, que tem várias opções com desenho slim, dessas que ocupam pouco espaço no ambiente. Projeto Pedro Félix. Foto Gustavo Xavier.

10- Um dos grandes problemas numa cozinha estreita é o tamanho da geladeira. Aqui, para não abrir mão de uma geladeira grande, a solução foi tirá-la do corredor e aproveitar a largura da área de serviço. Projeto Milena Bomediano.

11- Ambiente pequeno, com armários e bancadas na mesma cor. A área de serviço fica escondida atrás de portas de correr. A parede de tijolinho é o ponto de destaque, adorei! Projeto Ana Colnaghi.

12- Cozinha linda, com bancadas e armários brancos + revestimento de inox nas paredes + ponto de cor nas cadeiras amarelas (que poderia ser qualquer outra, já que o ambiente é bem neutro). Projeto Taís Netto.

13- Cozinha preta e branca + detalhes amarelos. Gosto da ideia de ter a torre quente com cor de destaque.Projeto Adriana Agostinho.

Dicas!

-Cuidado com o tamanho e a disposição dos eletrodomésticos, verifique as medidas antes de comprar;

-A circulação deve ter no mínimo 90cm, ainda mais se ela for passagem para a área de serviço ou porta de entrada de serviço;

-No caso de bancadas com cadeiras ou banquetas, escolha modelos pequenos e com encosto fininho (ou sem encosto) para garantir a passagem das pessoas quando alguém estiver sentado;

-A profundidade padrão das bancadas de pia/fogão é entre 60 e 70cm. Os armários para louça podem ser menos profundos, com 35/40cm.

-Procure por mais cozinhas na Busca Refinada. Tem várias ideias lindas!

By |Categories: Ambientes|Tags: , , |2 Comments

Como definir a entrada da casa

Como definir a entrada da casa é um grande desafio, pois devemos considerar uma lista de fatores que devem funcionar em harmonia: o estilo da casa e da porta de entrada, o tipo de muro/portão, o piso externo (calçada) e o interno (hall de entrada), o jardim, a iluminação, a funcionalidade, a estética,… Dá um trabalhão! Por isso, resolvi selecionar algumas entradas de casas, cuja junção desses fatores foi bem resolvida.

piso entrada casa escada iluminacao

1- Casa com desnível e 3 tipo de piso: granito com iluminação embutida na escada + pedra cinza na garagem + grama perto do muro. A porta de entrada e o portão da garagem são de madeira ripada e o muro é todo revestido de pedra portuguesa vermelha. Projeto Ivana Cabral.

piso da entrada de casas

2- Casa moderna com fachada formada por brises verticais de madeira + entrada com espelho d’água e piso de pedra escura (pode ser um granito preto lixado), que formam um caminho irregular, com peças de tamanhos diferentes que parecem flutuar na água. Que efeito mais lindo! Projeto Pitsou Kedem.

3- Fachada de madeira ripada + entrada com piso de mármore travertino + iluminação marcando o caminho até a porta e destacando o paisagismo. Amo esse recurso de colocar as luminárias no piso e dos dois lados do caminho de entrada, uso muito nos meus projetos. Projeto Fernanda Marques. Foto Demian Golovaty.

4- Aqui a entrada da casa fica próxima da área de lazer, com piso formado por vários blocos de cimento queimado, que tem tamanhos e alturas diferentes, contrastando com a madeira das esquadrias. Olha o efeito desse pórtico de entrada com marquise em balanço! Projeto Elouardighi Mounir.

5- Fachada de mármore travertino + madeira escura + iluminação caprichada. O piso da entrada da casa (e acho que a garagem também) segue o mesmo padrão dos acabamentos das paredes, o que deixa o projeto ainda mais bonito e elegante. Projeto Elaine Zanon e Cláudia Machado.

6- Casa clarinha, com fachada revestida de mármore + piso no mesmo material + porta de entrada suntuosa, que além do pé direito duplo, tem os portais bem largos. Projeto Babi Teixeira. / 7- Porta de entrada branca + degraus soltos com piso de mármore ou granito (pode ser um granito branco acinzentado sem polimento).

8-Uau, que casa linda!A escada chama atenção por seus vários detalhes: degraus irregulares de pedra branca (ou seria cimento queimado?) que se espalham sobre o jardim e formam até uma área de espera (com banco de madeira) + iluminação embutida embaixo do degrau e ponto de led nos cantos superiores. A fachada tem parede de cimento queimado, madeira ripada e vidro. O jardim também merece destaque, super bonito! Projeto Leonardo Pascual. Foto Denilson Machado.

9- Entrada com piso de pedra e grama intercalada + iluminação com postinhos + jardim bem trabalhado. A porta pivotante de madeira é enorme e tem detalhe interessante na abertura, linda! Projeto Daniel Moura. Foto Fellipe Lima.

10- Entrada irregular, com piso claro de pedra + fonte nas duas laterais (acho chique!) + porta de madeira e vidro + pórtico de tijolinhos. Paisagismo Roberto Riscala.

Dicas!

-O piso mais nobre deve ser o da entrada de pedestre, caso você decida usar mais de um tipo de piso. Ele deve combinar com o piso do hall, por isso é comum o uso de mármores com acabamento rústico, tipo mármore travertino bruto.

– Uma ótima opção para o piso da entrada da casa é o granito sem polimento (levigado, apicoado, lixado), que fica bonito, nobre e é antiderrapante, sem ter o alto custo do mármore.

*Também vale dar uma olhadinha nos nossos posts sobre fachadas, portas de entrada e muros. Além das sugestões de piso para área externa.

 

Gostaram do post? Que outro tema gostariam de ver por aqui?

Cor da tinta: azul claro

cor da tinta take five sherwin williams

Olha que tom de azul clarinho mais lindo! Esse quartinho de duas irmãs tem a parede da cabeceira com tinta azul claro da Sherwin Williams, cor Take Five (6513) + cabeceira de laca branca (h=120cm) + adesivo de cerejeira da Elitize + enxoval de corujinhas da Pottery Barn. Uma ideia simples, fácil de fazer e com um efeito super delicado!

Foto revista Casa Cláudia.

Obs: Já que o monitor pode distorcer os tons, para escolher com mais segurança, compre uma latinha pequena e faça antes um teste de cor num pedaço mais escondido da parede. Para um acabamento mais bonito, use tinta acrílica acetinada. Veja a cor da tinta numa foto do catálogo e observem como a iluminação natural deixou a tinta mais clarinha:

+ cores de tinta aqui

busca refinada
busque por categorias ou ambientes

Arquivos

Tags

Comentários